Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12443
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A família Asteraceae na Serra dos Pireneus, Goiás, Brasil
metadata.dc.creator: Pacheco, Rodrigo Andrade
metadata.dc.contributor.advisor1: Nakajima, Jimi Naoki
metadata.dc.contributor.referee1: Sanches, Maria Cristina
metadata.dc.contributor.referee2: Ferreira, Silvana da Costa
metadata.dc.contributor.referee3: Teles, Aristônio Magalhães
metadata.dc.description.resumo: CAPÍTULO I: No Brasil a tribo Eupatorieae Cass. (Asteraceae) é uma das mais ricas em diversidade, junto com Vernonieae e Heliantheae, contando com 606 espécies em 84 gêneros. Para o estado de Goiás, os levantamentos para a família na Chapada dos Veadeiros e na Serra Dourada, indicam 31spp./12gêneros e 22spp./12gêneros, respectivamente. Este trabalho tem como objetivo realizar o levantamento e tratamento sistemático da tribo para a região da Serra dos Pireneus. Esta área localiza-se entre os municípios de Pirenópolis, Corumbá de Goiás e Cocalzinho de Goiás, onde predominam campos rupestres e cerrados rupestres. Os exemplares estudados foram coletados em seis expedições ao longo dos anos de 2012 e 2013, ou, oriundos dos onze herbários visitados. A tribo está representada por 50spp. de 18 gêneros, demonstrando a grande riqueza dessa tribo na área. Foram coletados ou estudadas em herbários exemplares de espécies como Goyazianthus tetrastichus (B.L.Rob.) R.M.King & H.Rob., Leptoclinium trichotomum Benth. ex Baker e Planaltoa salviifolia Taub. típicas de Goiás, ao mesmo tempo, outras espécies tiveram suas distribuições geográficas ampliadas para o estado de Goiás, como Chromolaena myriocephala (Gardner) R.M.King & H.Rob. e Mikania lasiandrae DC. Neste trabalho são apresentadas chave de identificação, descrição e comentários taxonômicos para cada espécie. CAPÍTULO II: O presente trabalho apresenta uma lista de espécies de Asteraceae da região da Serra dos Pireneus, estado de Goiás, e uma análise de similaridade com 15 localidades brasileiras onde predominam campos rupestres, cerrados rupestres e/ou campos de altitude. As espécies das 15 áreas comparadas foram agrupadas numa tabela (presença/ausência), o Índice de Jaccard, calculou a similaridade entre elas, e por meio do UPGMA, foi feito um agrupamento das localidades. Na região da Serra dos Pireneus foram registradas 201spp., distribuídas em 71 gêneros e 17 tribos. As tribos Vernonieae (62spp./19gên.), Eupatorieae (50spp./18gên.) e Heliantheae (21spp./8gên.), e os gêneros Lessingianthus (24spp.), Chromolaena (13spp.), Calea (11spp.), Baccharis e Mikania (10spp. cada um) são os mais diversos. A região da Serra dos Pireneus apresenta maior similaridade florística com a Serra Dourada (J=0,3065), Chapada dos Veadeiros (J=0,25) e Serra da Canastra (J=0,2386), a menor similaridade apresentada foi com a Serra dos Órgãos (J=0,0308). Houve uma correlação significativa em relação à similaridade florística e a distância geográfica, entre as áreas analisadas (r=0,612; p=<0,01). Por meio da análise de agrupamento, é possível afirmar que a matriz de vegetação dominante e as características geoclimáticas, bem como a distância geográfica, podem explicar a composição florística local.
Abstract: CHAPTER I: In Brazil the tribe Eupatorieae Cass. (Asteraceae) is one of the richest in diversity, along with Vernonieae and Heliantheae, with 606 species in 84 genera. For the state of Goiás, surveys for family at Chapada dos Veadeiros, and Serra Dourada , indicate 31spp./12gêneros, and 22spp./12gêneros respectively. This paper aims to survey and systematic treatment of the tribe to the region of Serra dos Pireneus. This area is located between the towns of Pirenópolis, Corumbá de Goiás and Cocalzinho de Goiás, where fields and savannas predominate rock rock. Specimens were collected in six expeditions over the years 2012 and 2013, or arising out of eleven visited herbaria. The tribe is represented by 50spp. 18 genera, demonstrating the wealth of the tribe in the area. Were collected and studied specimens in herbaria species as Goyazianthus tetrastichus (B.L.Rob.) R.M.King & H.Rob., Leptoclinium trichotomum Benth. ex Baker and Planaltoa salviifolia Taub. typical of Goiás, while other species have expanded their geographical distributions for the state of Goiás, as Chromolaena myriocephala (Gardner) R.M.King & H.Rob. and Mikania lasiandrae DC. In this paper an identification key, taxonomic description and comments for each species are presented. CHAPTER II: This paper presents a list of species of Asteraceae from Serra dos Pireneus, state of Goiás, and an analysis of the similarity between 15 Brazilian areas with predominantly rocky fields, rocky savannas and/or highlands. All species of the 15 areas compared were arranged in a table of absence and presence, and using the Jaccard index, the similarity between them was calculated. For the region of Serra dos Pireneus were recorded 201 species belonging to 71 genera and 17 tribes. The highest species diversity is found in the tribes Vernonieae (62spp./18 genera), Eupatorieae (50spp./18 genera) and Heliantheae (21spp./8 genera), and in the genera Lessingianthus (24spp.), Chromolaena (13spp.), Calea (11spp.), Baccharis and Mikania (10spp. each). The region of Serra dos Pireneus has greater floristic similarity with the Serra Dourada (J=0.3065), Chapada dos Veadeiros (J=0.25) and Serra da Canastra (P=0.2386), and the lowest similarity with the Serra dos Órgãos (J=0.0308). There was a significant correlation in relation to floristic similarity and geographical distance between the areas analyzed (r=0.612, p=< 0.01). Through cluster analysis using UPGMA, it is clear that the matrix of dominant vegetation and geo-climatic characteristics, as well as geographic distance, can explain local floristic composition.
Keywords: Campo rupestre
Cerrado
Compositae
Tratamento taxonômico
Inventário
Similaridade
Campos rupestres
Highlands
Savannah
Compositae
Serra dos Pireneus
Inventory
Similarity
Compostas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Biologia Vegetal
Citation: PACHECO, Rodrigo Andrade. A família Asteraceae na Serra dos Pireneus, Goiás, Brasil. 2014. 181 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12443
Issue Date: 21-Feb-2014
Appears in Collections:PPGBV - Mestrado em Biologia Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FamiliaAsteraceaeSerra.pdf2.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.