Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12433
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Melastomataceae no Parque Estadual do Biribiri, Diamantina, Minas Gerais, Brasil: tratamento sistemático e comparação florística
Other Titles: Melastomataceae in the Biribiri State Park, Diamantina, Minas Gerais, Brasil: systematic tratamento and floristic comparison
metadata.dc.creator: Araújo, Inara Montini
metadata.dc.contributor.advisor1: Romero, Rosana
metadata.dc.contributor.referee1: Sampaio, Diana Salles
metadata.dc.contributor.referee2: Simão, Daniela Guimarães
metadata.dc.contributor.referee3: Guimarães, Paulo José Fernandes
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo teve como objetivos: a) realizar um levantamento das espécies de Melastomataceae no Parque Estadual do Biribiri, localizado no município de Diamantina, Minas Gerais; b) identificar endemismos ao longo da Cadeia do Espinhaço; c) realizar uma comparação florística com outras áreas desta Cadeia; d) determinar o estado de conservação das espécies do Parque Estadual do Biribiri e e) elaborar o tratamento sistemático com chave de identificação das espécies, descrição morfológica e dados sobre distribuição geográfica para as subfamílias Memecyloideae e Melastomatoideae, tribos Melastomeae, Merianieae e Miconieae. As coletas botânicas foram realizadas nos os anos de 2011 e 2012, os espécimes coletados estão depositados no Herbarium Uberlandense (HUFU). Melastomataceae está representada no Parque Estadual do Biribiri por 100 espécies, distribuídas em 23 gêneros. Melastomatoideae está representada por 99 espécies, enquanto Memecyloideae apresenta apenas Mouriri glazioviana. A tribo com maior número de espécie é Microlicieae com 48 espécies, está representada pelos gêneros Microlicia (28 espécies), Lavoisiera (nove espécies), Cambessedesia (quatro espécies), Trembleya (três espécies), Rhynchanthera (duas espécies), Chaetostoma e Lithobium (uma espécie cada). A tribo Melastomeae, com 25 espécies, está representada pelos gêneros Tibouchina (11 espécies), Comolia, Pterolepis, Siphanthera (três espécies cada), Marcetia (duas espécies), Acisanthera, Desmoscelis e Macairea (uma espécie cada). A tribo Merianieae está representada apenas por Huberia piranii e Merianthera sipollisi. A tribo Miconieae, com 24 espécies, está representada pelos gêneros Miconia (14 espécies), Leandra (cinco espécies), Clidemia (três espécies), Tococa e Ossaea (uma espécie cada). A flora de Melastomataceae do Parque Estadual do Biribiri é mais similar às floras das serras do Cabral e Cipó, ambas localizadas na porção mineira da Cadeia do Espinhaço (Serra do Espinhaço). A flora da Chapada Diamantina é bastante dissimilar à da Serra do Espinhaço, devido principalmente às peculiaridades e aos altos índices de endemismos de cada setor. Aproximadamente 30% da flora de Melastomataceae da Serra do Espinhaço é endêmica desta região, sendo o Planalto Diamantina e a Serra do Cipó as áreas com o maior índice de endemismos. Pelo menos 47 espécies de Melastomataceae do Parque Estadual do Biribiri estão indicadas em alguma categoria de ameaça.
Abstract: This study aimed a) to carry out a floristic survey of Melastomataceae species occurring in Biribiri state Park located in the city of Diamantina, Minas Gerais; b) identify endemisms throughout the Espinhaço Range; c) determine the conservation status of Melastomataceae species of State Park Biribiri; d) make a floristic comparison with other areas of this chain. and e) realize a systematic tratament with identification key, morphologic descriptions and data on geographic distribuition of subfamilies Memecyloideae and Melastomatoideae, tribes Melastomeae, Merianieae and MiconieaeA floristic survey was carried out through 2011 to 2012 and all specimens are deposited at Herbarium Uberlandense (HUFU). Melastomataceae are represented in the state park Biribiri by 100 species in 23 genera. Melastomatoideae are represented by 99 species, while Memecyloideae has only Mouriri glazioviana. The tribe with the largest number of species is Microlicieae with 48 species, represented by Microlicia (28 species), Lavoisiera (nine species), Cambessedesia (four species), Trembleya (three species), Rhynchanthera (two species), Chaetostoma and Lithobium (one species each). The tribe Melastomeae, with 25 species, are represented by genera Tibouchina (11 species), Comolia, Pterolepis, Siphanthera (three species each), Marcetia (two species), Acisanthera, Desmoscelis and Macairea (one species each). The tribe Merianieae are represented by Huberia piranii and Merianthera sipollisi. The tribe Miconieae, with 24 species, are represented by genera Miconia (14 species), Leandra (five species), Clidemia (three species), Tococa and Ossaea (one species each). The Melastomataceae flora of the State Park Biribiri is more similar to Serra do Cabral and Serra do Cipó floras both located in Serra do Espinhaço (Minas Gerais). The Melastomataceae flora of the Chapada Diamantina is quite distinct of the Melastomataceae flora of the Serra do Espinhaço , mainly due to the peculiarities and high levels of endemism in each sector. Approximately 30% of the Melastomataceae flora of the Espinhaço is endemic in this region, and the Diamantina Plateau and the Serra do Cipo areas with the highest rate of endemism. At least 47 species of Melastomataceae State Park Biribiri are indicated in any category of threat.
Keywords: Cadeia do Espinhaço
Campo rupestre
Comparação florística
Espinhaço Range
Floristic comparison
Melastomataceae
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Biologia Vegetal
Citation: ARAÚJO, Inara Montini. Melastomataceae in the Biribiri State Park, Diamantina, Minas Gerais, Brasil: systematic tratamento and floristic comparison. 2013. 129 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12433
Issue Date: 28-Feb-2013
Appears in Collections:PPGBV - Mestrado em Biologia Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Inara Montini.pdf2.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.