Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12428
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Florística de trepadeiras em fragmentos de floresta estacional semidecidual em Uberlândia, Minas Gerais
metadata.dc.creator: Vargas, Betânia da Cunha
metadata.dc.contributor.advisor1: Araújo, Glein Monteiro de
metadata.dc.contributor.referee1: Schiavini, Ivan
metadata.dc.contributor.referee2: Rezende, Andréia Alves
metadata.dc.description.resumo: Atividades antrópicas em ambientes florestais ocasionaram a formação de pequenas frações florestais separadas por grandes áreas agro-pastoris. Na borda desses fragmentos a maior disponibilidade de luz constitui-se fator favorável para o estabelecimento e desenvolvimento de trepadeiras. O presente estudo teve como objetivo caracterizar a composição florística e aspectos ecológicos de trepadeiras, em três fragmentos de florestas semideciduais no município de Uberlândia. Para o levantamento florístico foram realizadas coletas mensais de março de 2010 a março de 2011. As espécies foram classificadas quanto ao hábito trepador, modo de ascensão, dispersão e ocorrência. Comparou-se também a riqueza de espécies dos três fragmentos com outras florestas semideciduais do estado de São Paulo. No levantamento florístico registrou-se 99 espécies incluídas em 25 famílias e 63 gêneros. No fragmento da Fazenda São José encontrou-se 72 espécies, seguido pelo do Glória (53) e Irara (52). As famílias mais ricas em espécies foram Bignoniaceae (16), Malpighiaceae (12), Sapindaceae (11) e Fabaceae (10). Nas três áreas estudadas houve o predomínio de espécies lenhosas, raras e anemocóricas. As espécies dotadas de gavinhas foram as mais numerosas no Irara e São José, enquanto no Glória houve maior número de espécies volúveis. Os três fragmentos de floresta semidecidual de Uberlândia tiveram composição de espécies bastante heterogênea com baixa similaridade florística entre si e com outros fragmentos situados no Estado de São Paulo. Isto sugere que plantas trepadeiras são componentes estruturais das formações vegetais e não apenas invasoras favorecidas pela fragmentação das florestas.
Abstract: Anthropogenic active in forest environmental take formation of small fractions forest separated by large agro-pastoral areas. In the edges of these fragments increase the availability of light, a factor favorable to the establishment and the development of climber plants. This study aimed to characterize the floristic composition and the ecological aspects of the climber plants in three fragments of semideciduos forest in Uberlândia. For the floristic survey were collected monthly from March 2010 to March 2011. The species were classified according the habit, climbing strategy, dispersal syndrome and occurrence. Also compared species richness of our fragments with other semideciduous forests of São Paulo State. We registered 99 species inclued in 25 families and 63 genera. In the fragment of São José was found 72 species, followed by Glória (53) and Irara (52 species). The families richest in species are Bignoniaceae (16), Malpighiaceae (12), Sapindaceae (11), Fabaceae (10), Apocynaceae (9), Convolvulaceae and Asteraceae (5). In the three areas there was predominance of woody species, rare and anemochoric. The species with tendrils were more representative in the Irara and São José, while in the Glória was higher proportions twining species. The three fragments of semideciduos forest in Uberlândia the composition of species were very heterogeneous with low floristic similarity among them and with other fragments placed the São Paulo State. This suggest that climbing plants are structural components of vegetation and not only invasive favored by the fragmentation of forests.
Keywords: Forófito
Hábito trepador
Modo de escalada
Similaridade florística
Host tree
Climbing habit
Climbing strategy
Floristic similarity
Comunidades vegetais
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Biologia Vegetal
Citation: VARGAS, Betânia da Cunha. Florística de trepadeiras em fragmentos de floresta estacional semidecidual em Uberlândia, Minas Gerais. 2012. 42 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12428
Issue Date: 24-Feb-2012
Appears in Collections:PPGBV - Mestrado em Biologia Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.