Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12412
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Avaliação das modificações de histonas H3K36me3, H3K9ac, H4K12ac e H3S10ph em queilite actínica e carcinoma epidermóide de lábio
metadata.dc.creator: Freitas Filho, Silas Antonio Juvencio de
metadata.dc.contributor.advisor1: Cardoso, Sergio Vitorino
metadata.dc.contributor.referee1: Siqueira, Carla Silva
metadata.dc.contributor.referee2: Loyola, Adriano Mota
metadata.dc.description.resumo: A queilite actínica e o carcinoma epidermóide de lábio são doenças causadas por exposição prolongada à radiação ultravioleta da luz solar. As modificações de histonas são desregulações epigenéticas que estão associadas a diversos processos celulares, como, por exemplo, transcrição, replicação, reparo e presentes em processos patológicos, como o câncer. O objetivo do presente estudo foi investigar a expressão de antígenos relacionados às modificações histonas em amostras de queilite actínica (QA) e carcinoma epidermóide de lábio (CEL) em comparação com o tecido normal (TN), através da técnica de imunoistoquímica. Para tanto, foram avaliados 33 casos de QA, 27 de CEL e de nove amostras de mucosa de lábio normal, diagnosticados pelo Laboratório de Patologia da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Uberlândia, entre os anos 1978 e 2013. Após revisão histopatológica foram realizadas as reações imunoistoquímicas com os anticorpos contra H3K36me3, H3K9ac, H4K12ac e H3S10ph. A proporção de células reativas e a intensidade da reação foram avaliadas com o método de Quickscore. Houve diminuição significativa (p< 0,05) da reatividade imunoistoquímica para H3K36me3 e H3S10ph nos grupos de QA e CEL quando comparados ao grupo tecido de lábio normal. O grupo de QA apresentou diminuição significativa da reatividade imunoistoquímica para H3K9ac e H4K12ac comparado ao tecido normal, não havendo diferenças entre os grupos de tecido normal e CEL. Associação estatisticamente significante foi observada entre H3K9ac e o gênero em portadores de carcinomas. Não houve qualquer resultado significante na comparação entre casos de QA com displasia leve e moderada/intensa, tampouco entre carcinomas bem diferenciados comparados aos moderadamente/pouco diferenciados. Conclui-se que variação nas modificações de histonas avaliadas são relevantes para o início do processo de carcinogênese, mas não para a progressão tumoral na agressão actínica ao lábio.
Abstract: The actinic cheilitis (AC) and lip squamous cell carcinoma (LSCC) are caused by prolonged exposure to the ultraviolet radiation in sunlight. Histone modifications are epigenetic deregulation that are associated with diverse cellular processes such as, for example, transcription, replication, repair, and present in pathological processes such as cancer. The aim of this study was to investigate the expression of antigens related to histone modifications in AC and LSCC compared to normal tissue by immunohistochemistry. Were evaluated 33 samples of AC, 27 cases of LSCC and nine cases of normal mucosa lip, diagnosed in the Pathology Laboratory of the School of Dentistry, Federal University of Uberlandia, between 1978 and 2013. After histopathological review, immunohistochemical was performed with antibodies against H3K36me3, H3K9ac, H4K12ac and H3S10ph. The proportion of reactive cells and the intensity were evaluated through the Quickscore index. There was a significant reduction (p <0.05) of the immunohistochemical reactivity of H3S10ph and H3K36me3 in ACs and LSCCs when compared to normal mucosa lip. A statistically significant decrease was found for immunohistochemical reactivity of H3K9ac and H4K12ac compared to normal tissue, there was not differences between the normal mucosa lip and LSCC. There was a statistically significant association between H3K9ac and gender in patients with carcinomas. There was not a statistically significant result when comparing AC with mild to moderate/intense dysplasia, or between well-differentiated compared to moderately/poorly differentiated carcinomas. The variations in histone modifications evaluated are relevant to begin in the process of carcinogenesis, but not to tumor progression in actinic aggression lip.
Keywords: Queilite actínica
Carcinoma epidermóide de lábio
Modificações de histonas
Actinic cheilitis
Lip squamous cell carcinoma
Histone modifications
Histonas
Lábios - Câncer
Radiação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MORFOLOGIA::CITOLOGIA E BIOLOGIA CELULAR
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biomédicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Biologia Celular e Estrutural Aplicadas
Citation: FREITAS FILHO, Silas Antonio Juvencio de. Avaliação das modificações de histonas H3K36me3, H3K9ac, H4K12ac e H3S10ph em queilite actínica e carcinoma epidermóide de lábio. 2015. 98 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12412
Issue Date: 31-Mar-2015
Appears in Collections:PPGBC - Mestrado em Biologia Celular e Estrutural Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoModificacoesHistonas.pdf8.94 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.