Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12394
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Avaliação morfológica e funcional do sistema sensorial nociceptivo na prole de ratas com diabetes mellitus
Other Titles: Morphological and functional evaluation of the nociceptive sensory system in the offspring of rats with diabetes mellitus
metadata.dc.creator: Lima, Taís de Campos
metadata.dc.contributor.advisor1: Lotufo, Celina Monteiro da Cruz
metadata.dc.contributor.referee1: Rodrigues, Aldo Rogelis Aquiles
metadata.dc.contributor.referee2: Balbi, Ana Paula Coelho
metadata.dc.description.resumo: O período de gestação representa um desafio para o controle glicêmico tanto de indivíduos diabéticos quanto de não diabéticos, que podem desenvolver o diabetes gestacional neste período. Além das complicações médicas que se evidenciam ao nascimento dos indivíduos filhos de mães diabéticas, uma série de estudos, em humanos e animais, vem indicando que estes indivíduos possuem também alterações crônicas que os predispõe a apresentarem patologias ao longo da vida. Embora não exista descrição de alterações no desenvolvimento do sistema nervoso periférico, um estudo realizado em ratos por Germani et al. (1999) mostrou que os níveis de RNAm para os fatores neurotróficos NGF e BDNF estão bastante reduzidos na prole de ratas diabéticas. Visto que estes fatores de crescimento são essenciais para o desenvolvimento do sistema sensorial periférico, o estudo tem como objetivo avaliar se a exposição do rato in útero ao diabetes materno induzido por aloxana altera o desenvolvimento do sistema sensorial nociceptivo periférico. A avaliação nos animais recém-nascidos foi feita em culturas primárias de gânglios da raiz dorsal. A avaliação histológica de neurônios sensoriais primários de animais adultos foi realizada através de cortes congelados dos gânglios (L5). Para avaliar se existia alteração nos tipos de fibras sensoriais foi realizada uma análise morfométrica entre neurônios de pequeno (<30 &#956;m), médio (entre 30 e 40 &#956;m) e grande diâmetro (>40 &#956;m). Não foi detectada diferença no padrão de distribuição dos neurônios nos testes realizados em animais neonatos e adultos. Os subtipos de neurônios foram ainda categorizados de acordo com a marcação fluorescente: TRPV1(receptor vanilóide presente apenas em nociceptores), NFH (neurofilamento H presente em fibras de diâmetro grande), substância P (presente em neurônios nociceptivos peptidérgicos) e IB4 (nociceptivos não peptidérgicos). Nas culturas de ratos recém-nascidos, não foi observada diferença entre as proporções de neurônios que apresentaram marcação positiva para os diferentes marcadores testados. Os animais filhos de ratas diabéticas apresentaram uma menor proporção de neurônios grandes positivos para NFH (P=0.0078) e uma maior proporção de neurônios com marcação para substância P e isolectina B4 (P=0.0291 e P=0.0353, respectivamente). Foram realizados também testes comportamentais que revelaram uma menor sensibilidade mecânica dos animais filhos de mães diabéticas no teste de Von Frey eletrônico após 6 horas da injeção de carragenina. Os animais filhos de ratas diabéticas apresentarem uma maior sensibilidade térmica em condições basais. No teste da formalina, foi observado que os animais tratados apresentam um aumento de resposta no início da segunda fase, que seria a fase inflamatória deste teste. Portanto, neste estudo foi verificado que as respostas nociceptivas estão alteradas em animais adultos filhos de ratas diabéticas e que estas alterações são acompanhadas por mudanças no perfil dos neurônios presentes no gânglio da raiz dorsal.
Abstract: Glycemic control during gestational period may be challenging for both diabetic and non-diabetic patients, who may develop gestational diabetes. A series of studies has been indicating that infants of diabetic mothers have also chronic changes that predispose them to diseases throughout life. Although there is no description of alterations in the development of peripheral sensory system, a study in rats by Germani et al. (1999) showed that the levels of mRNA for the neurotrophic factors NGF and BDNF are greatly reduced in the offspring of rats in which diabetes. Since these growth factors are essentials for the development of nociceptive neurons, the present study aims to evaluate if the exposure of rats in utero to maternal diabetes induced by alloxan alters the development of nociceptive peripheral system. The evaluation in newborn animals was done on primary cultures of dorsal root ganglia. Histological evaluation of primary sensory neurons in adult animals was performed using frozen sections of the dorsal root ganglia (L5). To assess the types of sensory fibers it was performed a morphometric analysis in order to categorize neurons according to soma diameters. Neurons were separated in small (<30 microns), medium (between 30 and 40 mm) and large soma (> 40 mm). There was no difference in the distribution of neurons by size in newborns or adults. The subtypes of neurons were also categorized according to the fluorescent labeling: TRPV1 (vanilloid receptor present only on nociceptors), NFH (H neurofilament present in large diameter fibers), substance P (present in peptidergic nociceptive neurons) and IB4 (non peptidergic nociceptive neurons). In the cultures of newborn rats, no difference was observed between the proportions of neurons that were marked positive for the selected molecules. Adult offspring of diabetic rats had a lower proportion of large neurons positive for NFH (P = 0.0078) and a higher proportion of positive neurons for substance P and isolectin B4 (P = 0.0291 and P = 0.0353, respectively). We also performed behavioral tests that showed a lower mechanical sensitivity (electronic Von Frey) of animals in offspring of diabetic mothers after 6 hours of intrapantar carrageenan injection. The offspring of diabetic rats showed an enhanced thermal sensitivity. In the formalin test, it was observed an increased response in the beginning of the second phase, which corresponds to the inflammatory phase of this test. Therefore, in this study it was found that nociceptive responses are altered in adult offspring of diabetic rats and these changes are accompanied by changes in the profile of neurons present in the dorsal root ganglion.
Keywords: Diabetes
Gestação
Dor
Gânglio da raiz dorsal
Diabetes
Gestation
Pain
Dorsal root ganglia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MORFOLOGIA::CITOLOGIA E BIOLOGIA CELULAR
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biomédicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Biologia Celular e Estrutural Aplicadas
Citation: LIMA, Taís de Campos. Morphological and functional evaluation of the nociceptive sensory system in the offspring of rats with diabetes mellitus. 2013. 63 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12394
Issue Date: 18-Mar-2013
Appears in Collections:PPGBC - Mestrado em Biologia Celular e Estrutural Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tais de Campos.pdf1.29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.