Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12306
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Grande Otelo: um pícaro na cena brasileira
metadata.dc.creator: Silva, Camila Delfino da
metadata.dc.contributor.advisor1: Marques, Maria do Perpétuo Socorro Calixto
metadata.dc.contributor.referee1: Silva, Narciso Larangeira Telles da
metadata.dc.contributor.referee2: Reis, Angela de Castro
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho parte de um olhar sobre a história de vida e da arte praticada pelo ator Grande Otelo (1915-1993) e, para isso, levanta dados sobre a sua atuação em Companhias de teatro de meados do século XX, como também sua passagem pelo teatro de revista, espaço que, sob o foco dessa dissertação, configurou-se como laboratório prático no exercício de atuação. Seu trabalho atoral nasce pela intensa relação que mantinha com o público, desde o momento em que, perambulando pelas ruas, declamava e realizava pantomimas, até quando de sua consolidação como ator, passa a atuar no teatro e cinema. Nesse trajeto, desenvolveu técnicas para composição de personagens, como o tipo malandro quando ator do teatro de revista. Em 1935, Grande Otelo tem sua primeira experiência no cinema, no filme Noites Cariocas; anos depois faria uma dupla cômica com Oscarito, na Atlântida, empresa cinematográfica que trouxe certa popularidade para sua carreira; atuou em um total de mais de 115 filmes. Carregou sua formação artística para esse gênero que, à época, ficou conhecido como chanchada. Utilizando-me do termo, adentro com mais precisão nos objetivos gerais, com a descrição e apreciação da atuação cômica do ator em três filmes, Matar ou correr (1954), Garota enxuta (1959) e Vai que é Mole! (1960), os quais reatualizam alguns elementos constituintes do teatro de revista e da comédia de costumes, como o enredo, a intriga e a retomada de personagens tipos. Nesses filmes, há ainda a inclusão de personalidades conhecidas na época, como os astros do rádio, pois era o meio de comunicação mais popular apesar de, nos anos posteriores, o cinema tomar esse lugar e passar a ser preferência do grande público. Somados a essa atualização dos elementos constituintes do teatro, há a seleção de um discurso parodístico do qual, via atuação voltada para um realismo grotesco, nasce uma critica à dominação americana do mercado cinematográfico Para sustentar as leituras que primam em apontar as recorrências cômicas, encontradas nos personagens tipos realizados pelo ator Grande Otelo, como repetição, alogismo, disfarce, entre outros caracteres que auxiliam em efeitos cômicos, respaldo-me em estudos sobre a comicidade realizados por Henri Bergson (1980) e Vladimir Propp (1992), os quais sistematizaram as causas do riso; e em Mikhail Bakhtin (2010) sobre o paródia e seus desdobramentos, como a carnavalização, o realismo grotesco e diálogo entre textos que, especificamente, provocam um riso ambivalente e propõem um senso crítico em relação aos filmes parodiados.
Abstract: This paper starts from a look over the biography and the art practiced by the actor Grande Otelo (1915-1993), and for this purpose brings data about the actor s performance at theater companies in the mid-twentieth century, as well as his experience with theater magazine, the laboratory for performance practice, as it is seen in this dissertation. His work as an actor arises from the intense relationship he kept with his public, since the moment when he used to wander through the streets reciting and performing pantomimes, until the moment of his consolidation as an actor, when he starts to perform in the theater and in the cinema. On the pathway, he developed technique for creating characters, like the scoundrel type when working in the theater magazine. In 1935, Grande Otelo had his first experience in the cinema, in the movie Noites Cariocas ; years later he made a comic couple with Oscarito, in Atlântida, a cinematographic company which brought some popularity to his career; he acted in more than 115 movies. His artistic specialization was in a genre known as slapstick comedy. Based in this term, this study enters in the general aim with more accuracy, with description and appreciation of the actor s comic performance in three movies, Matar ou correr (1954), Garota enxuta (1959) and Vai que é Mole! (1960) which bring up to date some of the constituting elements of the theater magazine and the high comedy, such as the plot, the intrigue and the resumption of the type characters. In those movies, some known personalities from that time were included, such as radio stars, since it was the most popular means of communication, in spite of the fact that some years later the cinema took its place and became the preference. Besides the update of the consulting elements of theater, there is a selection of parody speech from which arises the critique of the American domination of cinematographic business, via acting towards grotesque realism. In order to support the reading which prioritize pointing the comic recurrence found in the type characters performed by Grande Otelo, such as repetition, alogism and disguise among other features which help with the comic effect, this paper relies on studies about comicality by Henri Bergson (1980) and Vladimir Propp (1992), who systematized the cause of laughter; and in Mikhail Bakhtin (2010) about parody and its unfolding, such as carnivalization, grotesque realism and dialogue among texts which specifically trigger ambivalent laughter and propose critic sense in relation to parody movies.
Keywords: Atuação
Grande Otelo
Chanchada
Paródia
Performance
Slapstick comedy
Parody
Atores brasileiros Biografia
Atores e atrizes de cinema - Brasil Biografia
Grande Otelo, 1915-1993 Crítica e interpretação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Artes
Citation: SILVA, Camila Delfino da. Grande Otelo: um pícaro na cena brasileira. 2012. 147 f. Dissertação (Mestrado em Linguística, Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12306
Issue Date: 22-May-2012
Appears in Collections:CPART - Mestrado em Artes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CAMILA DELFINO.pdf2.48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.