Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12283
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title:  Até hoje aquilo que eu aprendi eu não esqueci : experiências musicais reconstruídas nas/pelas lembranças de idosos
Other Titles:  Até hoje aquilo que eu aprendi eu não esqueci : experiências musicais reconstruídas nas/pelas lembranças de idosos
metadata.dc.creator: Marques, Jaqueline Soares
metadata.dc.contributor.advisor1: Gonçalves, Lília Neves
metadata.dc.contributor.referee1: Souza, Jusamara Vieira
metadata.dc.contributor.referee2: Ribeiro, Sônia Tereza da Silva
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação tem como foco as experiências musicais de idosas. O objetivo geral da pesquisa é compreender experiências musicais que estão nas lembranças de idosas, e como objetivos específicos pretendeu-se evocar espaços nos quais essas experiências musicais acontecem/ram, reconstruir os tipos de experiências musicais, interpretar os meios pelos quais essas experiências foram vividas, descrevendo e discutindo o conteúdo dessas experiências. Considerada como pesquisa qualitativa, tem como opção metodológica a História Oral e utiliza a entrevista como procedimento de coleta de dados. Participaram dessa pesquisa 10 idosas que fazem parte do Coral do AFRID (Projeto de Atividades Físicas e Recreativas para Idosos). O referencial teórico tem como base a discussão sobre experiência musical, como, por exemplo, experiência social, e a questão da memória e da lembrança relacionadas à memória de velhos , os quais, nesse caso, são mulheres. Observou-se que as experiências musicais das idosas aconteceram, principalmente, nos espaços da família, das casas, escola, igreja, festas. Experiências musicais relacionadas com o ouvir música, com o cantar, com o ver tocar. O rádio foi o meio mais utilizado pelas idosas para vivenciar a música ao longo de suas vidas. As lembranças são permeadas de aprendizagens musicais vividas a partir de quando escutam para aprender ou cantam junto e/ou sozinhas. Acredita-se que esse estudo possa contribuir para a área da educação musical na elaboração de propostas pedagógico-musicais que envolvam esse público, para a organização e planejamento de políticas públicas relacionadas ao envelhecimento, para a compreensão das maneiras que a música e o seu ensino/aprendizagem podem marcar presença nesse processo, possibilitando outra percepção da velhice.
Abstract: This dissertation focuses on the musical experiences of senior women. The general purpose of the research is to comprehend the musical experiences in the memories of elderly women, and, as specific objectives, it was intended to evoke spaces in which these musical experiences happen/have happened, reconstruct the kinds of musical experiences, interpret the means through which these experiences were lived, describing and discussing the content of these experiences. Considered as qualitative research, it has as methodological option the Oral History and uses the interview as procedure for collecting information. Participated in this study 10 elderly women who are part of the Coral AFRID (Project Physical Activity and Recreational Facilities for the Elderly).The theoretical reference is based on the discussion concerning the musical experience as social experience, as well as the issues regarding the memory and recollections related to the memory of elderly people, which, in this case, are women. It was observed that the musical experiences of the women happened mainly in the areas of family, home, school, church, parties. Musical experiences related to music, with singing, see the play. The radio was the medium most used by the elderly to live music throughout their lives. The memories are permeated with musical learning from experienced to learn when they listen to or sing along and / or alone. It is believed that that this study contributes to the area in the elaboration of musical-pedagogical propositions involving this public, for the planning and organizing of public politics related to the aging process, the comprehension of the ways music and its teaching/learning can be present in this process, enabling a different perception of oldness.
Keywords: Música - Instrução e estudo
Memória em idosos
Experiências musicais
Lembranças
Idosas
Aprendizagens musicais
Music experience
Memories
Elderly woman
Music learning
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Artes
Citation: MARQUES, Jaqueline Soares. Até hoje aquilo que eu aprendi eu não esqueci : experiências musicais reconstruídas nas/pelas lembranças de idosos. 2011. 179 f. Dissertação (Mestrado em Linguística, Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12283
Issue Date: 31-Mar-2011
Appears in Collections:CPART - Mestrado em Artes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss j.pdf1.37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.