Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12236
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Utilização de molibdênio via foliar no enriquecimento de sementes de soja
Other Titles: Use of leaf application of molybdenum for soybean seed enrichment
metadata.dc.creator: Fonseca, Fernando Cavicchioli
metadata.dc.contributor.advisor1: Lana, Regina Maria Quintao
metadata.dc.contributor.referee1: Netto, Arnoldo Junqueira
metadata.dc.contributor.referee2: Rodrigues, Carlos Ribeiro
metadata.dc.contributor.referee3: Korndorfer, Gaspar Henrique
metadata.dc.description.resumo: O uso de sementes ricas em Mo é um método alternativo de fornecimento de Mo que tem apresentado resultados consistentes no aumento da eficiência na FBN e nos rendimentos da soja. Este trabalho teve como objetivo estudar o enriquecimento de sementes de soja com molibdênio, aplicado via foliar no estágio reprodutivo, na forma de molibdato de potássio, visando otimizar sua utilização na cultura da soja. O experimento foi conduzido em um solo de textura arenosa, classificado como Neossolo Quartzarênico, localizado na Fazenda Adriana, no município de Alto Garças MT. O experimento foi instalado utilizando-se o delineamento experimental de blocos ao acaso com seis (6) tratamentos e seis (6) repetições. Os tratamentos consistiram em uma testemunha com ausência de Mo; o Padrão com 800 g ha-1 Mo, utilizando molibdato de sódio e dividido em duas aplicações, em R3 e R5.4; e quatro tratamentos utilizando molibdato de potássio, com aplicação única em R5.1, nas doses de 91, 182, 273 e 364 g ha-1 Mo. Cada unidade experimental foi constituída de nove fileiras de 7 m de comprimento, espaçadas 0,45 m entre si. A parcela útil de 7, 2 m2, formada por quatro fileiras centrais com 4 m de comprimento, excluindo-se como bordadura as fileiras externas e 1,5 m em cada extremidade. A cultivar utilizada foi FMT-Perdiz. Foram avaliados produtividade, teor e acúmulo de molibdênio nas sementes. Não houve diferença estatística na produtividade. O teor de molibdênio nas sementes apresentou resposta linear quanto as aplicações foliares de molibdato de potássio (y = 1,947667 + 0,040086.x). Tanto o acúmulo, como também o teor de Mo nas sementes apresentaram diferenças significativas, sendo que a aplicação de 364 g ha-1 Mo, na forma de molibdato de potássio (18,23 mg kg-1 e 73,54 g ha-1), foi superior estatisticamente até mesmo ao tratamento Padrão de 800 g ha-1 Mo, na forma de molibdato de sódio (13,74 mg kg-1 e 59,40 g ha-1). Pode-se concluir que a aplicação foliar de Mo na fase reprodutiva, visando enriquecimento de sementes de soja com molibdênio, não afetou a produtividade da lavoura na qual recebeu este tratamento; que uma única aplicação de 364 g ha-1 Mo, na forma de molibdato de potássio, resultou sementes mais ricas em Mo do que duas aplicações de 400 g ha-1 Mo cada (800 g ha-1 Mo), na forma de molibdato de sódio, e que a aplicação foliar de molibdato de potássio, no estágio reprodutivo da soja, foi eficiente em fornecer Mo para as plantas e obter sementes ricas em molibdênio.
Abstract: The use of Mo rich seeds is an alternative for supplying Mo that has presented consistent results on increasing NBF and soybean yield. Soybean enrichment with molybdenum was analyzed through leaf application during the reproduction stage, as potassium molybdate, to optimize its use in soybean culture. The experiment was done on a sandy soil, classified as a neosol, located at the Fazenda Adriana, in the county Alto Garças MT. The experimental design was randomized blocks with 6 treatments and 6 repetitions. The treatments were a control with no MO, a Standard with 800 g ha-1 Mo, using sodium molybdate divided into two applications, in R3 and R5.4; and four treatments using potassium molybdate, with a single application at R5.1, in the doses 91, 182, 273 or 364 g ha-1 Mo. Each experimental unit consisted of nine 7 m long rows spaced 0,45m from each other. The area evaluated measured 7,2 m2, consisting of the four 4 m long rows, excluding the outside rows and 1.5 m at each row end. The cultivar used was FMT-Perdiz. Yield, molybdenum contents and accumulation in the seeds were evaluated. There were no significant differences for yield among the treatments. Molybdenum contents in the seeds increased according to leaf applications of potassium molybdate (y = 1,947667 + 0,040086 x). Both Mo accumulation and contents in the seeds presented significant differences, and the application of 364 g ha-1 Mo, as potassium molybdate (18,23 mg kg-1 and 73,54 g ha-1) were greater than the standarda treatment with 800 g ha-1 Mo as sodium molybdate (13,74 mg kg-1 and 59,40 g ha-1). It can be concluded that Mo leaf application in the reproductive stage, for soybean seed enrichment with molybdenum did not affect the crop yield, and a single application of 364 g ha-1 Mo as potassium molybdate resulted in seeds richer in Mo than two applications of 400 g ha-1 Mo each (800 g ha-1 Mo) as sodium molybdate, and leaf application of potassium molybdate, in soybean reproductive stage was effective in supplying Mo for the plants and to obtain molybdenum rich seeds.
Keywords: Molibdato de potássio
Molibdato de sódio
Adubação foliar
Potassium molybdate
Sodium molybdate
Foliar fertilization
Soja - Semente
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Agronomia
Citation: FONSECA, Fernando Cavicchioli. Use of leaf application of molybdenum for soybean seed enrichment. 2006. 33 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2006.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12236
Issue Date: 18-Dec-2006
Appears in Collections:PPGA - Mestrado em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FCFonsecaDISSPRT.pdf150.94 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.