Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12206
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Implicações da desfolha precoce e da proteção química à mancha branca na cultura do milho
Other Titles: Implications of early defoliaton and chemical protection to maize white spot in maize
metadata.dc.creator: Rezende, Wender Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: Brito, Césio Humberto de
metadata.dc.contributor.referee1: Ferreira, Adão de Siqueira
metadata.dc.contributor.referee2: Santos, Maria Amelia dos
metadata.dc.contributor.referee3: Werlang, Ricardo Camara
metadata.dc.description.resumo: A cultura do milho é uma das principais culturas agrícolas do Brasil e do mundo, e sua produção é altamente demandada para alimentação humana e animal. Para que a cultura atinja altas produtividades, é necessária a manutenção da integridade foliar. Visto isso, o objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da desfolha no início do ciclo da cultura do milho e a combinação de fungicidas para o controle da doença mancha branca do milho. Este trabalho foi dividido em duas pesquisas. A primeira pesquisa avaliou a influência da desfolha no estádio vegetativo V4 sobre o desenvolvimento e rendimento da cultura do milho. Para tanto, seis experimentos foram conduzidos em diferentes anos e locais, representando diferentes ambientes, além de diferentes níveis de investimento. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro tratamentos, compostos por níveis de desfolha, e sete repetições. A desfolha foi realizada manualmente no estádio vegetativo V4 do milho, sendo os tratamentos compostos por retirada das duas folhas basais, retirada das quatro folhas completamente expandidas, secção da planta (remoção de todas as folhas), além de uma testemunha. Avaliaram-se a duração do período vegetativo e, em pré-colheita, altura de planta, altura de inserção da espiga principal, força de quebramento de colmo, força de arranquio da planta e produtividade de grãos. Concluiu-se que a retirada de quatro folhas e a secção da planta no estádio V4 prejudicam o crescimento da planta, atrasa o florescimento e reduz consideravelmente a produtividade da cultura. A segunda pesquisa avaliou combinações de fungicidas no controle da mancha branca e a resposta da cultura à proteção química em condições de campo. Para tanto, foram conduzidos quatro experimentos em diferentes anos e locais. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com sete tratamentos e seis repetições. Os tratamentos foram: ditiocarbamato com duas e três aplicações, estrobilurina + triazol com duas e três aplicações, ditiocarbamato + estrobilurina + triazol com duas e três aplicações e um tratamento testemunha (sem aplicação de fungicida). Avaliaram-se a severidade da mancha branca para o cálculo da AACPD, porcentagem de área foliar verde ao final do ciclo da cultura, integridade de colmo (densidade de colmo, força de quebramento do colmo, altura de quebramento e ângulo de quebramento), porcentagem de grãos ardidos e produtividade de grãos. Concluiu-se que a combinação de diotiocarbamato mais a mistura pronta de estrobilurina e triazol, com duas ou três aplicações, é eficaz para o controle da mancha branca. O uso de três aplicações de diotiocarbamato também é eficaz no controle dessa doença. Os tratamentos eficazes no controle da mancha branca também proporcionam maior área foliar verde no final do ciclo da cultura, maior integridade de colmo e produtividade. A manutenção da área foliar é importante durante todo o ciclo da cultura para a expressão do seu potencial produtivo, e o uso de fungicidas contribui para essa manutenção.
Abstract: Maize is one of the main crops in Brazil and the world, and its production is highly demanded for human and animal consumption. Maintenance of leaf integrity is required by the crop to reach high yield. Therefore, this study evaluated the effect of defoliation at the beginning of the crop cycle and the combination of fungicides to control white spot disease in maize. This study was divided into two trials. The first one evaluated the effect of defoliation in vegetative stage V4 on maize development and yield. Six experiments were conducted in different years and locations, representing different environments, besides different investment levels. The experimental design was randomized complete block with four defoliation levels (treatments), and seven replicates. Defoliation was performed manually in maize vegetative stage V4, with treatments consisting of removal of the two basal leaves, removal of four fully expanded leaves, plant section (removal of all leaves), besides a control. Duration of vegetation period and, previously to harvest, plant height, main ear insertion height, breaking strength of stalk, force required to pull the plant and kernel productivity were evaluated. It can be concluded that removal of four leaves and the section of the plant in V4 stage hinders plant growth, delays flowering and greatly reduces yield. The second study evaluated combination of fungicides to control maize white spot and maize response to chemical protection in field conditions. Four experiments were done in different years and locations. The experimental design was randomized blocks with seven treatments and six replications. The treatments were: dithiocarbamate with two or three applications, strobilurin + triazole with two or three applications, strobilurin + triazole + dithiocarbamate with two or three applications and a control treatment (without fungicide). White spot severity of maize was evaluated for the calculation of AUDPC, percentage of green leaf area at the end of the crop cycle, stem integrity (stalk density, stalk breaking strength, breaking height and angle), percentage of rotten kernels and kernel yield. It can be concluded that the combination of dithiocarbamate and the pre-mix of strobilurin and triazole, with two or three applications, was effective to control the maize white spot. The use of three applications of dithiocarbamate is also effective in controlling this disease. The effective treatments to control maize white spot also provided greater green leaf area, greater stalk integrity and yield. The maintenance of leaf area is important throughout the crop cycle for the expression of its yield potential, and the use of fungicides contributes for this maintenance.
Keywords: Área foliar
Integridade foliar
Doença foliar
Fungicida
Zea mays L.
Leaf area
Leaf integrity
Leaf disease
Fungicide
Análise foliar
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Agronomia
Citation: REZENDE, Wender Santos. Implications of early defoliaton and chemical protection to maize white spot in maize. 2014. 46 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12206
Issue Date: 26-Apr-2014
Appears in Collections:PPGA - Mestrado em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ImplicacoesDesfolhaPrecoce.pdf875.85 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.