Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12186
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Correlações fenotípicas e genotípicas, adaptabilidade e estabilidade em genótipos de soja
Other Titles: Correlation, adaptability and stability in soybean genotypes
metadata.dc.creator: Romanato, Fernanda Neves
metadata.dc.contributor.advisor1: Hamawaki, Osvaldo Toshiyuki
metadata.dc.contributor.referee1: Santos, Maria Amelia dos
metadata.dc.contributor.referee2: Nogueira, Ana Paula Oliveira
metadata.dc.contributor.referee3: Kikuti, Ana Lúcia Pereira
metadata.dc.description.resumo: A seleção e a recomendação de genótipos superiores são atividades básicas de um programa de melhoramento genético. O conhecimento das correlações fenotípica e genotípica contribui para a definição das melhores estratégias de seleção. A obtenção de genótipos com alta produtividade de grãos é o principal objetivo dos programas de melhoramento de soja. A interação genótipos x ambientes (G x A) constitui uma das principais dificuldades na fase de recomendação de cultivares. Sabe-se que a interação G x A pode ser reduzida, utilizando-se cultivares específicas para cada ambiente ou de ampla adaptabilidade e alta estabilidade. O objetivo deste trabalho foi estudar a adaptabilidade e a estabilidade de 25 linhagens de soja e a correlação fenotípica e genotípica de 24 linhagens de soja, todas oriundas do programa de melhoramento de soja da Universidade Federal de Uberlândia. O estudo de adaptabilidade e estabilidade foi realizado com 30 genótipos, sendo 25 linhagens e cincos testemunhas (BRSMG Garantia, UFUS Impacta, UFUS Xavante, UFUS Milionária, M-Soy 8914) em delineamento de blocos completos casualizados, com três repetições, em três épocas de semeadura (novembro de 2006, novembro de 2007 e novembro de 2008) no município de Campo Alegre de Goiás-GO. Em cada parcela foi determinada a produtividade de grãos. Para o estudo sobre adaptabilidade e estabilidade utilizaram-se os métodos de Eberhart e Russel (1966), Lin e Binns (1988) modificado por Carneiro (1998) e Centroide (ROCHA, 2005). A média da produtividade de grãos foi de 3104,201 kg ha-1.As linhagens UFUS 6, UFUS- 21 e as cultivares UFUS Impacta e UFUS Xavante se destacaram ao apresentarem elevadas médias de produtividade de grãos, ampla adaptação e alta estabilidade por todos os métodos estudados. Para estudar as correlações entre caracteres agronômicos de soja, realizou-se um experimento na Fazenda Capim Branco, Uberlândia, MG. No dia 24 de maio de 2012, realizou-se a semeadura convencional de 24 linhagens oriundas do programa de melhoramento de soja UFUS e três cultivares (BR/MG46-Conquista, UFUS Carajás e UFUS Guarani). Avaliaram-se os caracteres, o número de dias para florescimento e a maturidade respectivamente; altura da planta no florescimento e maturidade; número de nós na haste principal no florescimento e maturidade respectivamente; altura da primeira vagem; produtividade de grãos por planta; número total de vagens por planta; e peso médio de cem grãos. As análises estatísticas foram realizadas pelo programa computacional em genética e estatística GENES (CRUZ, 2009). Para o coeficiente de determinação genotípica, os maiores valores encontrados foram para peso médio de 100 grãos (95,01%) e o menor para o número total de vagens (36,54%). Os caracteres peso médio de cem grãos e número total de vagens correlacionaram-se positivamente com o caráter produtividade de grãos, sendo assim, poderão ser utilizados como critério de seleção indireta.
Abstract: The selection and recommendation of superior genotypes are basic activities of a breeding program. The knowledge of phenotypic and genotypic contributes to defining best selection strategies. Obtaining genotypes with high grain yield is the main goal of soybean breeding programs. The genotype x environment interaction (G x E) constitutes one of the major difficulties during cultivar recommendation. It is known that the interaction G x A can be reduced by using environment-specific cultivars or wide adaptability and high stability. The objective of this work was to study the adaptability and stability of 25 soybean lines and phenotypic and genotypic correlation of 24 soybean lines, all from the soybean breeding program at the Federal University of Uberlândia. The study of adaptability and stability was conducted with 30 genotypes, 25 strains and five witnesses (BRSMG Garantia UFUS Impacta, UFUS Xavante UFUS Milionária, M-Soy 8914) in a randomized complete block design with three replications in three seasons sowing (November 2006, November 2007 and November 2008) in the city of Campo Alegre de Goiás-GO. In each plot was determined the productivity of grains. For the study on adaptability and stability, we used the methods of Eberhart and Russell (1966), Lin and Binns (1988) modified by Carneiro (1998) and Centroid (ROCHA, 2005). The average grain yield was 3104.201 kg ha-1.As UFUS strains 6, 21 and UFUS-cultivars UFUS Impacta and UFUS Xavante stood out to have high average yield, wide adaptation and high stability for all methods studied. To study the correlations between agronomic characters of soybean, an experiment was conducted at Capim Branco Farm, Uberlândia, MG. On May 24, 2012, it was done a conventional sowing of 24 strains derived from the soybean breeding program UFUS and 3 cultivars (BR/MG46-Conquista, UFUS UFUS Carajás and UFUS Guarani). It was evaluated the characters, the days to flowering and maturity respectively; plant height at flowering and maturity, number of nodes on the main stem at flowering and maturity respectively, first pod height, grain yield per plant, total number of pods per plant, and average weight of a hundred grains. Statistical analyzes were performed by the computer program in genetics and statistics GENES (Cruz, 2009). For the determination coefficient, the highest values were found for average weight of hundred grains (95.01%) and the lowest for the total number of pods (36.54%). The characters mean weight of one hundred grains and total number of pods were positively correlated with grain yield and thus can be used as an indirect selection criterion.
Keywords: Soja - cultivo
Soja - Melhoramento genético
Linhagens
Glycine max
Melhoramento
Bloodlines
Breeding
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Agronomia
Citation: ROMANATO, Fernanda Neves. Correlation, adaptability and stability in soybean genotypes. 2013. 60 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12186
Issue Date: 19-Apr-2013
Appears in Collections:PPGA - Mestrado em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernanda Neves.pdf921.67 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.