Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12158
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Resposta da cultura do milho aos fertilizantes fosfatados e nitrogenados revestidos com polímeros
Other Titles: Response of maize to polymer-covered phosphate and nitrogen fertilizers
metadata.dc.creator: Machado, Vanessa Júnia
metadata.dc.contributor.advisor1: Lana, Regina Maria Quintao
metadata.dc.contributor.referee1: Fagioli, Marcelo
metadata.dc.contributor.referee2: Pereira, Hamilton Seron
metadata.dc.contributor.referee3: Silva, Adriane de Andrade
metadata.dc.description.resumo: O uso eficiente de fertilizantes, além de proporcionar maior produtividade, pode reduzir os custos de produção, refletindo em margem positiva no final da safra. Para o milho, em sistemas mais tecnificados, os gastos com correção do solo e adubação representam, em média, 40% a 45% do custo de produção. O fósforo é considerado um nutriente de baixo aproveitamento pelas plantas, devido às reações de fixação que sofre no solo, pois o ânion H2PO4 - apresenta forte afinidade pela superfície dos coloides dos óxidos de ferro e alumínio. O N no solo está predominantemente na forma orgânica. As frações inorgânicas são formadas por NH4 + e principalmente NO3 - em solos bem oxigenados. Para minimizar as perdas e aumentar a produtividade de forma rentável e sustentável, utilizando fontes de P e N, foram desenvolvidas fórmulas com liberação gradativa de nutrientes que permitem reduzir as perdas que normalmente ocorrem com a utilização de Ureia e Superfosfato triplo, possibilitando uso mais eficiente de fertilizantes sem influenciar a produtividade das lavouras. Os fertilizantes polimerizados podem ser de liberação lenta, os quais fornecem os nutrientes gradualmente às plantas. Assim, requerem menor frequência de aplicação, diminuindo os gastos com mão de obra para o parcelamento, evitam injúrias às sementes e raízes, decorrentes de aplicações excessivas, e são pouco suscetíveis a perdas, minimizando os riscos de poluição ambiental. O presente trabalho visa avaliar a eficiência agronômica e econômica de fontes de fertilizantes fosfatado e nitrogenado convencionais e revestidos com polímeros na cultura do milho, sob sistema plantio direto em Patos de Minas, região do Alto Paranaíba em Minas Gerais. Observou-se que houve incremento de produtividade no experimento utilizando Superfosfato triplo revestido com polímeros, em relação ao sem revestimento. Até a dose de 90 kg ha-1 do fertilizante revestido acarretou retorno financeiro. Nos experimentos com Ureia com e sem revestimento, observou-se que o fertilizante sem revestimento apresentou melhores resultados.
Abstract: The effective use of fertilizers, besides resulting in greater yield, can reduce production costs, with positive results in the end of the cropping season. Soil correction and fertilization in intensive maize production systems represent, on average, 40% to 45% of the production cost. Phosphorus is considered as a nutrient with low absorption by plants due to fixation reaction with the soil, since the anion H2PO4 - presents great affinity for the surface of iron and aluminum colloid oxides. Nitrogen in soil is predominantly in the organic form. Inorganic fractions are formed by NH4 + and, mostly, NO3 - in well drained soils. In order to reduce losses and increase yield economically and sustainably, using P and N sources, slow release formulations were developed, allowing to reduce losses that usually occur with the use of urea and triple Superphosphate, thus allowing a more effective use of fertilizers without affecting crop yield. Polymerized fertilizers can be of slow release, gradually supplying nutrients to the plants. Therefore, lower application frequency would be required; reducing labor costs with splitting fertilization, avoid damage to seeds and roots due to excessive fertilization, and are less susceptible to losses, reducing the risk of environmental pollution. This study evaluated agricultural and economic efficacy of conventional and polymer-covered phosphate and nitrogen fertilizer sources in no-till maize, in Patos de Minas, region of Alto Paranaíba in Minas Gerais. Increased yield was observed in the experiment with polymer-covered superphosphate triple in relation to the conventional one. Economic return was observed until the dose of 90 kg ha-1 with the polymer-covered fertilizer. In contrast, best results were observed with conventional urea application.
Keywords: Fertilizantes polimerizados
Tecnologia de fertilizantes
Adubação
Zea mays L.
Polymerized fertilizers
Fertilizer technology
Fertilization
Milho - Adubos e fertilizantes
Milho - Adubação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Agronomia
Citation: MACHADO, Vanessa Júnia. Response of maize to polymer-covered phosphate and nitrogen fertilizers. 2012. 72 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12158
Issue Date: 6-Jan-2012
Appears in Collections:PPGA - Mestrado em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf547.51 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.