Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12069
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Potencial do teste de emergência em canteiro para estimar o estabelecimento da cultura do milho no campo
Other Titles: Potential of the emergence test in seed beds to estimate the establishment of maize in the field
metadata.dc.creator: Silva, Flávia Andrea Nery
metadata.dc.contributor.advisor1: Santos, Carlos Machado dos
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Santana, Denise Garcia de
metadata.dc.contributor.referee1: Machado, Carla Gomes
metadata.dc.contributor.referee2: Martins, Mauricio
metadata.dc.contributor.referee3: Aguiar, Paulo Antonio de
metadata.dc.description.resumo: Lotes de sementes com alta qualidade fisiológica indicam que provavelmente ocorrerá boa performance em diversas condições de campo, e o teste de germinação em laboratório é a referência para avaliar essa qualidade, sendo conduzido sob condições ótimas para expressão de todo o potencial das sementes. Entretanto, nem sempre os resultados de laboratório se repetem em condições de campo, onde as condições do leito de semeadura não são ideais para que expressem a mesma germinação. O teste de emergência em canteiro pode auxiliar na obtenção de informações mais confiáveis sobre o desempenho dos lotes. Portanto, o objetivo desse trabalho foi avaliar a eficiência do teste de emergência em campo para confirmar os resultados do desempenho fisiológico de sementes, em diferentes condições edáficas, sem e com déficit hídrico. Foram conduzidos quatro experimentos, constituídos pela combinação de dois tipos de textura (muito argilosa e média) e dois regimes hídricos (com e sem restrição). Em todos os experimentos o delineamento experimental foi em blocos casualizados, com três repetições. Os tratamentos foram distribuídos no esquema fatorial (3x4). O primeiro fator foi constituído por três lotes de sementes com diferentes níveis de vigor (alto, médio e vigor marginal) e o segundo fator por quatro profundidades de semeadura (2, 4, 6 e 8 cm). Foram realizadas leituras diárias da emergência das plântulas até a estabilização da emergência. A partir desses dados foram calculadas as variáveis: Emergência (E), Índice de velocidade de emergência (IVE), Índice de emergência a campo (IEC), Tempo médio de emergência ( ), Velocidade média de emergência ( ), Coeficiente de variação do tempo (CVt), Índice de sincronia da emergência (Z), Incerteza (I) e Frequência relativa da emergência (Fr). Os dados foram comparados individualmente para cada textura de solo e seu regime hídrico, e pela análise conjunta, comparando os efeitos das texturas e os efeitos da restrição hídrica nas texturas do solo. Concluiu-se que, a) as variações na textura do solo, profundidade de semeadura e regime hídrico, influenciam na performance das sementes de milho de forma distinta em função do nível de vigor, b) as interações entre os fatores estudados e os níveis são a prova conclusiva de que a utilização do teste de emergência em campo está equivocada para validação de testes de vigor em laboratório, e c) medidas de emergência de plântulas em campo pouco usuais como as utilizadas neste trabalho são importante ferramenta para descrever o processo da emergência de plântulas de milho.
Abstract: High physiological quality seed lots indicate that, probably, there will be good performance under several field conditions, and the reference to evaluate this quality is the germination test in the laboratory, which is done under optimal conditions to express all the seed potential. However, laboratory results do not always repeat in the field, where conditions of the seed bed are not ideal to express the same germination. The emergence test in seed bed can aid in obtaining more reliable information about the performance of seed lots. Therefore, this study evaluated the efficacy of field emergence test to confirm the physiological performance of maize seeds, under different soil conditions, with or without water deficit. Four experiments were done, consisting in the combination of two soil types, very clayey or medium texture, and two hydric regimens (with or without restriction). The experimental design was randomized blocks, with three repetitions, for all experiments. The treatments were distributed as a 3x4 factorial. The first factor consisted of three seed lots with different vigor levels (high, medium and marginal vigor) and the second factor of four sowing depths (2, 4, 6 and 8 cm). Daily readings of seedling emergence were done until stabilization of emergence. The following variables were calculated with the data collected: Emergence (E), Index of emergence velocity (IVE), Index of field emergence (IEC), Average time for emergence ( ), Average emergence velocity ( ), Coefficient of variation of time (CVt), Index of emergence synchrony (Z), Uncertainty (I) and Relative frequency of emergence (Fr). The data were compared individually for each soil texture and its hydric regimen, and by grouped analysis, comparing the effects of soil textures, and the effects of water restriction in the soil textures. It can be concluded that: a) the variations in soil texture, sowing depth, and hydric regimen affected the performance of maize seeds distinctly as a function of vigor level, b) the interactions among the factors studied and the levels are conclusive proof that the use of field emergence test is equivocated for the validation of vigor tests in the laboratory, and c) unusual seedling emergence measures in the field, such as those used in this study, are important tools to describe the emergence process of maize seedlings.
Keywords: Vigor
Textura
Solo
Estande inicial
Texture
Soil
Initial stand
Milho - Semente
Milho - Cultivo
Sementes
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Agronomia
Citation: SILVA, Flávia Andrea Nery. Potential of the emergence test in seed beds to estimate the establishment of maize in the field. 2012. 83 f. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12069
Issue Date: 2-May-2012
Appears in Collections:PPGA - Doutorado em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Flavia Andrea.pdf5.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.