Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12044
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Modelo de mensuração da rentabilidade do crédito comercial baseado no RAROC e na TOC
metadata.dc.creator: Silva, Dany Rogers
metadata.dc.contributor.advisor1: Ribeiro, Kárem Cristina de Sousa
metadata.dc.contributor.referee1: Reis, Ernando Antonio dos
metadata.dc.contributor.referee2: Sicsú, Abraham Laredo
metadata.dc.description.resumo: A avaliação para concessão de crédito, principalmente em empresas comerciais, é tradicionalmente balizada no risco de crédito do cliente e na sua estrutura e/ou potencial de negócios. Não se considera a rentabilidade que a utilização do limite pode proporcionar à empresa e, em conseqüência, à maximização da riqueza dos seus acionistas. O objetivo principal desta dissertação é apresentar um modelo de mensuração da rentabilidade da concessão de crédito ajustado ao risco de crédito para empresas comerciais. Utilizou-se como arcabouço teórico o conceito de rentabilidade discutido na Teoria das Restrições (TOC), em que o ganho é definido como o índice pelo qual o sistema gera dinheiro através das vendas, sendo importante para a TOC a empresa gerar dinheiro hoje e sempre; e o modelo RAROC para cálculo da medida de desempenho, cujo objetivo é calcular o retorno sobre o capital ajustado ao risco, podendo ser este risco, de crédito, operacional e de mercado. Para melhor entendimento do modelo proposto foi realizada uma aplicação prática numa empresa comercial do ramo atacadista-distribuidor. Através dos resultados obtidos conclui-se que nem sempre a concessão de crédito pode ser realizada para o cliente classificado como de baixo risco. Isso porque quando se calcula a rentabilidade da concessão do crédito do cliente ajustado ao seu risco de crédito, mesmo ele classificado num nível de risco baixo, a sua rentabilidade pode ser baixa ou negativa, inviabilizando assim o investimento realizado pela empresa no cliente. Dessa forma, a decisão de empresas comercias que levam em consideração apenas o risco de crédito e o porte do cliente para estipulação do limite, pode ocasionar decisões incorretas que estejam, ao invés de aumentando a riqueza dos acionistas, diminuindo o ganho da empresa e, conseqüentemente, a riqueza de seus proprietários.
Abstract: The evaluation for credit opening, mainly in commercial enterprises, is traditionally based on the client s credit risk and on his/her business structure and/or potential. The profitability that the use of the limit may provide, and consequently the maximization of shareholders wealth are not taken into account. The main aim of this dissertation is to present a measuring model of the profitability of credit opening adjusted to the credit risk for commercial companies. The theoretical basis used was the profitability concept discussed at Theory of Construction (TOC), in which the gain is defined as the index by which the system generates money through sales. For TOC it is of the utmost importance for the company to constantly generate money. The RAROC model was also used to measure performance; the objective is to calculate the return of capital adjusted to the risk, in being this, credit risk, operational risk or market risk. For a better understanding of the proposed model, a practical application was carried out in a commercial company from the wholesaler-distributor sector. The results show that credit opening cannot always be given to the client even if he/she is classified as low risk. This is because when we calculate the profitability of the credit opening of the client adjusted to his/her credit risk, even if the client is classified in a low risk level, its profitability could be low or negative, making the investment made by the company on the client unfeasible. Taking this into account, the decision making process in commercial companies which take into consideration only the credit risk and the size of the client to estipulate the credit limit may lead to mistaken decisions which instead of increasing shareholders wealth, decrease the company s gain, and consequently the owners wealth.
Keywords: Risco de Crédito
Teoria das Restrições
RAROC
Credit Risk
Theory of Construction
Administração de crédito
Créditos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Administração
Citation: SILVA, Dany Rogers. Modelo de mensuração da rentabilidade do crédito comercial baseado no RAROC e na TOC. 2008. 92 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12044
Issue Date: 3-Mar-2008
Appears in Collections:CPGAD - Mestrado em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dany.pdf360.2 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.