Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12028
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: As estratégias de internacionalização das cooperativas agropecuárias de café da Região do Cerrado Mineiro
metadata.dc.creator: Moura, Erick de Freitas
metadata.dc.contributor.advisor1: Bueno, Janaína Maria
metadata.dc.contributor.referee1: Takahashi, Adriana Roseli Wunsch
metadata.dc.contributor.referee2: Domingues, Carlos Roberto
metadata.dc.contributor.referee3: Borges, Jacquelaine Florindo
metadata.dc.description.resumo: O objetivo desta pesquisa foi identificar e analisar quais foram as estratégias de internacionalização adotadas pelas cooperativas agropecuárias de café da Região do Cerrado Mineiro. O paradigma de pesquisa adotado foi funcionalista, com abordagem qualitativa e, para acessar os dados, valeu-se de estudos de casos, de cinco cooperativas agropecuárias que comercializam café, filiadas à Federação dos Cafeicultores do Cerrado, que é a controladora da denominação de origem e marca Região do Cerrado Mineiro, além dos dados obtidos da própria federação. Dentre os cinco primeiros casos, dois deles são de cooperativas que se internacionalizaram, sendo que uma delas encerrou suas atividades no decorrer da pesquisa, e as outras três não se internacionalizaram. A coleta de dados foi conduzida por meio de entrevistas semiestruturadas com gestores das cooperativas internacionalizadas, não internacionalizadas e da Federação dos Cafeicultores do Cerrado e com cooperados associados às cooperativas internacionalizadas, o que resultou em 16 entrevistas, além de documentos. A técnica de análise de conteúdo serviu à análise dos dados coletados, a qual possibilitou identificar cinco categorias, constituídas por fatores impulsionadores, retardadores ou limitantes à internacionalização, ainda, por fatores híbridos, que influenciaram as estratégias de internacionalização das cooperativas agropecuárias de café da Região do Cerrado Mineiro, que são: 1) agregar valor; 2) relação com parceiros comerciais e concorrência; 3) estrutura da cooperativa; 4) fazer parte da Região do Cerrado Mineiro; 5) estar localizado no Cerrado Mineiro. Enquanto contribuição teórica, emergiram duas. A primeira é o uso conjunto das teorias de internacionalização, Teoria das Capacidades Dinâmicas e estudos sobre cooperativas agropecuárias no processo de internacionalização das cooperativas agropecuárias de café. A segunda, foi a padronização dos nomes utilizados para se referir aos tipos de cafés, são eles: a) commodities ou indiferenciados; b) diferenciados, superiores, certificados ou de segunda linha; c) especiais, finos, de primeira linha, finíssimos ou extrafinos. Em decorrência das contribuições teóricas, sobrevieram as contribuições práticas. Primeiramente, esboçou-se os passos adotados pelas cooperativas internacionalizadas ao atenderem o mercado internacional e, em sequência, apresentou-se dezenove estratégias de internacionalização específicas. Por último, a originalidade da pesquisa adveio do uso de teorias de internacionalização e da Teoria das Capacidades Dinâmicas, em conjunto, para compreender o movimento de internacionalização de cooperativas agropecuárias de café.
Abstract: The objective of this research was to identify and analyze what were the internationalization strategies adopted by the agricultural cooperatives of coffee in the Região do Cerrado Mineiro. The paradigm adopted for this research was functionalist, with a qualitative approach and, to access the data, was used case studies, consisting of five agricultural cooperatives that sell coffee, affiliated to the Federação dos Cafeicultores do Cerrado (Federation of the Cerrado Coffee Growers), which is the owner of the brand Região do Cerrado Mineiro, and also the data of the federation itself. Among the five first cases, two of them are cooperatives that became internationalized, one of them ended its activities during the research and, the other three, are not internationalized. Data collection was through semi-structured interviews with managers of internationalized cooperatives, non-internationalized ones and the Federation of the Cerrado Coffee Growers and with cooperative associates from the internationalized cooperatives, which resulted in 16 interviews, besides the documents. The content analysis technique served to the analysis of the collected data, which enabled the identification of five categories, consisting of push, delaying or limiting factors to internationalization, also, for hybrid factors, that influenced the internationalization strategies of agricultural cooperatives of coffee in the Região do Cerrado Mineiro, which are: 1) add value; 2) relationship with business partners and competitors; 3) structure of the cooperative; 4) being part of the Região do Cerrado Mineiro; 5) being located in the Cerrado Mineiro. While theoretical contribution, two were presented. The first is the joint use of internationalization theories, Theory of Dynamic Capabilities and studies on agricultural cooperatives in the internationalization process of agricultural coffee cooperatives. The second, was the standardization of the names used to refer to the types of coffee, they are: a) commodities or undifferentiated; b) differentiated, higher, certificates or second-line; c) special, fine, first-rate, very fine or extra-thin. As a result of these theoretical contributions, practical contributions were recognized. Firstly, it was drafted the steps adopted by the internationalized cooperatives in order to meet the international market expectations and, in sequence, was presented nineteen specific internationalization strategies. Finally, the originality of this research comes from the use of theories of internationalization and the Theory of Dynamic Capabilities to understand the movement of agricultural coffee cooperatives internationalization.
Keywords: Região do cerrado mineiro
Cooperativas agropecuárias de café
Fatores impulsionadores
Retardadores
Limitantes ou híbridos
Capacidades dinâmicas
Estratégia de internacionalização
Agricultural coffee cooperatives
Push
Delaying
Limiting or hybrid factors
Dynamic capabilities
Internationalization strategy
Agropecuária - Minas Gerais
Café - Aspectos econômicos
Agroindústria - Administração
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Administração
Citation: MOURA, Erick de Freitas. As estratégias de internacionalização das cooperativas agropecuárias de café da Região do Cerrado Mineiro. 2016. 214 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12028
Issue Date: 26-Feb-2016
Appears in Collections:CPGAD - Mestrado em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstrategiasInternacionalizacaoCooperativas.pdf2.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.