Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12019
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Performance das melhores práticas de governança corporativa no Brasil: um estudo de carteiras
metadata.dc.creator: Rabelo, Sérgio Soares Teixeira
metadata.dc.contributor.advisor1: Ribeiro, Kárem Cristina de Sousa
metadata.dc.contributor.referee1: Silveira, Alexandre Di Miceli da
metadata.dc.contributor.referee2: Reis, Ernando Antonio dos
metadata.dc.description.resumo: A prática de princípios de governança corporativa superiores pode aumentar o retorno, reduzir a volatilidade dos retornos, aumentar o volume negociado e a liquidez e diminuir a exposição dos retornos das ações a riscos externos, tornando o custo de capital menor e elevando o valor da empresa. Este trabalho tem por objetivo geral analisar se empresas que adotam práticas de governança corporativa superior apresentam melhor performance do que aquelas que não as adotam. Para tanto, desenvolveu-se um estudo de carteiras onde foram formados dois tipos de carteiras com quatro estratégias de diversificação diferentes. Em relação aos tipos construiram-se a) carteiras de ações de empresas que possuem práticas de governança superiores e b) carteiras de ações de empresas que não possuem práticas de governança corporativa diferenciadas. Em relação às estratégias de diversificação priorizaram-se os seguintes critérios: a) liquidez; b) valor de mercado; c) preços; e d) carteira ótima pela metodologia do máximo Índice de Sharpe. Nesse sentido, por meio do método de reamostragem bootstrap compararam-se as médias das carteiras em três classes de medidas de desempenho: retorno, risco e retorno ajustado ao risco, no período de janeiro de 2003 a outubro de 2006. Na primeira classe de indicadores foram utilizados os retornos reais mensais e na segunda foram empregadas as medidas de risco dos retornos reais mensais: desviopadr ão, coeficiente de variação, semi-variância e Beta do CAPM. Relativamente aos retornos ajustados ao risco usaram-se os seguintes indicadores: Índice de Sharpe (IS), Índice de Treynor (T), Índice M2, Alfa de Jensen ( α) e Índice de Sortino (S). De uma forma geral, conclui-se que estatisticamente, pelo menos no período em análise, as carteiras de ações de empresas com melhores práticas de governança corporativa possuem igual performance do que as carteiras de ações de empresas que não adotam práticas de governança corporativa diferenciadas.
Abstract: The practice of superior principles corporate governance can increase return and decrease share volatility, increase negotiated volume and liquidity, decreasing exposure to external risks, bringing the cost of capital down and enhancing the firm’s value. This work has the objective to analyzing if companies that adopt superior corporate governance practices achieve better performance than companies that do not adopt this strategy. This way, two types of portfolio were build with four diversification strategies: portfolios of high corporate governance firms and portfolios who lower corporate governance practices, and related to diversification strategies, the following criteria are prioritized: a) liquidity; b) market value; c) prices; d) Optimum portfolio according to Sharpe Index methodology. In this sense, by the bootstrap method, the averages from the portfolios in three classes of performances, return, risk and risk adjusted return between January 2003 to October 2006. In the first class of indicator were used real monthly returns and in the second were used risk measures of real monthly returns: standard deviation, variation coefficient, semi-variance and CAPM Beta. Related to adjusted returns from risk, the following indicators were used: Sharpe Index (IS), Treynor Index (T), M2 Index, Jensen Alfa ( α) e Sortino Index(S). Overall, statistically and at least in the period analyzed, the portfolios of high corporate governance firms do not indicates better performance than the portfolios that lowers corporate governance practices.
Keywords: Governança corporativa
Estudo de carteiras
Bovespa
Bootstrap
Corporate governance
Portfolio study
Bovespa
Bootstrap
Administração financeira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Administração
Citation: RABELO, Sérgio Soares Teixeira. Performance das melhores práticas de governança corporativa no Brasil: um estudo de carteiras. 2007. 114 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12019
Issue Date: 9-Mar-2007
Appears in Collections:CPGAD - Mestrado em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SSTRabeloDISSPRT.pdf996.77 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.