Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11965
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Pronunciamentos contábeis brasileiros: evidências do entendimento dos auditores independentes do Brasil
metadata.dc.creator: Almeida, Neirilaine Silva de
metadata.dc.contributor.advisor1: Lemes, Sirlei
metadata.dc.contributor.referee1: Reis, Ernando Antonio dos
metadata.dc.contributor.referee2: Salotti, Bruno Meirelles
metadata.dc.description.resumo: Diante da necessidade de informações financeiras comparáveis, órgãos reguladores, profissionais da área contábil, pesquisadores e outros interessados estão imersos em um cenário, em que o emprego de um padrão internacional nas demonstrações contábeis das empresas do mundo tem sido cada vez mais requerido. Os progressos são visíveis, visto que, aproximadamente, 120 países já adotam normas concernentes às Normas Internacionais de Contabilidade. Todavia a preocupação de alguns autores quanto à efetiva comparabilidade das informações financeiras ainda persiste. Tais inquietações, oriundas de pesquisadores como Doupnik e Riccio (2006), Nobes (2006) e Chand, Patel e Day (2008), fundamentam-se na possibilidade de que as diferenças culturais, políticas, sociais e até mesmo comportamentais dos contabilistas sejam fatores determinantes para interpretações e aplicações díspares, mesmo com a utilização de normas idênticas. Sendo assim, este estudo tem o objetivo de identificar quais são as interpretações dos auditores independentes das empresas cadastradas na CVM, no que concerne a quatro Pronunciamentos Contábeis brasileiros que abordam os tributos diferidos, os custos de empréstimos, as provisões e os passivos contingentes e o ativo intangível. Os dados foram coletados a partir de um questionário adaptado de Chand, Patel e Patel (2010). Com base nas respostas, buscou-se identificar a existência de associação das interpretações dos auditores com cinco variáveis referentes ao tamanho da empresa, à familiaridade com as normas, ao nível de conservadorismo e à experiência profissional em atividades de auditoria e em atividades relacionadas às IFRS. Para tanto, aplicou-se o Teste Qui-quadrado. Como resultado, verificou-se a falta de consenso nas respostas dos auditores da amostra. Observou-se, ainda, que as interpretações dos auditores com distintos tempos de experiências em auditoria foram estatisticamente semelhantes. Contudo tais interpretações foram estatisticamente distintas em função: do tamanho da empresa e da familiaridade com as Normas Internacionais de Contabilidade (nível de significância de 5%); e do nível de conservadorismo e do tempo de experiência com atividades relacionadas às IFRS (nível de significância de 10%). À luz desses resultados, infere-se que, diante do uso de uma mesma norma, existe a possibilidade de que os profissionais brasileiros efetuem interpretações distintas e, consequentemente, tomem decisões que permitam a existência de relatórios contábeis não comparáveis.
Abstract: Faced with the need for comparable financial information, regulators, accounting professionals, researchers, and other stakeholders are immersed in a scenario where the use of international standards in the financial statements of companies around the world has been increasingly required. Progress is visible, since approximately 120 countries have already adopted International Financial Reporting Standards. However, the concern of a few authors regarding effective comparability of financial information still persists. Such concerns from researchers like Doupnik and Riccio (2006), Nobes (2006), and Chand, Patel and Day (2008), are based on the possibility that cultural, political, social, and even behavioral differences between accounting officers are determining factors for disparate applications and interpretations, even with the use of identical standards. Therefore, this study aims to identify what the interpretations of independent auditors of companies indexed in the CVM are regarding the four Brazilian Accounting Pronouncements that address deferred taxes, borrowing costs, provisions and contingent liabilities, and intangible assets. Data was collected from a questionnaire adapted from Chand, Patel and Patel (2010). Based on the answers, the goal was to identify the existence of the association of auditors' responses with five variables pertaining to the size of the company, the familiarity with the standards, the level of conservatism, and professional experience in auditing and in IFRS-related activities. The Chi-square Test was used, and, as a result, a lack of consensus on the answers of the auditors of the sample was highlighted. It was also noticed that the different interpretations of experienced auditors were statistically similar. However, such interpretations were statistically distinct in function: the size of the undertaking and of familiarity with IFRS (significance: 5%), and the level of conservatism and experience with IFRS-related activities (significance: 10%). In the light of these results, it can be inferred that, within the use of the same standard, there is a possibility that Brazilian professionals have different interpretations and, therefore, make decisions that will produce non-comparable accounting reports.
Keywords: Administração financeira
Contabilidade Normas
Pronunciamentos contábeis
Interpretação das normas
Auditores independentes
International financial reporting standards
Interpretation of the standards
Independent auditors
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Administração
Citation: ALMEIDA, Neirilaine Silva de. Pronunciamentos contábeis brasileiros: evidências do entendimento dos auditores independentes do Brasil. 2012. 133 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11965
Issue Date: 29-Feb-2012
Appears in Collections:CPGAD - Mestrado em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf798.32 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.