Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11962
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Gênero e economia solidária: um olhar sobre a participação e atuação das mulheres nas organizações do Terceiro Setor
metadata.dc.creator: Herk, Andréa Costa Van
metadata.dc.contributor.advisor1: Valadão Júnior, Valdir Machado
metadata.dc.contributor.referee1: Sousa, Edileusa Godói de
metadata.dc.contributor.referee2: Capelle, Mônica Carvalho Alves
metadata.dc.description.resumo: Vários são os recortes da vida cotidiana que obrigam as mulheres assumir papeis diferenciados, muitas vezes, tentando conciliar vida familiar e profissional. Mesmo com o crescimento da participação feminina no mercado de trabalho de qualquer natureza, as diversas responsabilidades assumidas no dia a dia ainda ensejam uma série de desigualdades na relação entre gêneros. Em oportunidades no âmbito das organizações de economia solidária que visem produção e comercialização de bens e/ou serviços de maneira comunitária, possivelmente pautadas em solidariedade e cooperação, é que as mulheres envolvidas nestas iniciativas parecem conseguir minimizar algumas dessas desigualdades. Esta dissertação procurou abrir, de forma ampla, uma discussão com o objetivo de analisar como se configuram as relações oriundas da participação e atuação das mulheres na gestão de organizações de economia solidária. Isto, devido à quantidade de instituições com possibilidade de estudo que possuam participação feminina, assim, optou-se por estudar as relações de gênero nos cargos de gestão de duas organizações de economia solidária da cidade de Uberlândia, Minas Gerais. Para tanto, o estudo empírico buscou considerar algumas categorias de análise cumplicidade, resistência e confronto a partir de Medeiros (2008), e presentes no cotidiano das relações nas organizações de economia solidária, verificando a sua influência nas dimensões da gestão social social, econômica, ecológica e organizacional e técnica de Andion (2005). Para compor o arcabouço teórico, este estudo se embrenhou em salientar assuntos que possibilitassem entendimento direcionando a emaranhada interação entre os termos, gênero, Terceiro Setor, economia solidária, gestão social e conflitos. Abordou-se gênero não somente limitando-se ao masculino/feminino, mas buscando-o em vários contextos que possibilitaram vislumbrar desigualdades, tais como, formação, classe social, raça/etnia, dentre outros. Fez-se a contextualização do Terceiro Setor, afunilando conceitos e derivações do fenômeno da economia solidária, no sentido de compor o cenário das possíveis oportunidades para amenizar as diferenças de gêneros. Foram consideradas, também, diversas perspectivas, fazendo um contraponto e buscando análise da gestão social nas organizações de economia solidária estudadas. Nesse contexto, foram abordadas questões sobre conflitos organizacionais em instituições do Terceiro Setor, perfazendo situações que prejudicam, ou mesmo impedem o crescimento dessas organizações. Os procedimentos metodológicos utilizados na investigação contornam uma abordagem técnica interpretativa, sendo que as técnicas de análise perfizeram o caminho do estudo de casos. Utilizou-se a técnica da observação direta com o uso do diário de campo na pesquisa, sendo que a coleta de dados foi composta por análise documental, narrativas individuais e em grupo dos sujeitos nos cargos de gestão, completando-se com entrevistas individuais, a fim de compor a triangulação dos dados. Os resultados da pesquisa mostraram que as iniciativas das organizações de economia solidária estudadas merecem destaque e reconhecimento, não só na sociedade civil, mas também no âmbito de Estado, pois lutam efetivamente por transformar realidades críticas locais. Entretanto, a gestão social é cercada de várias carências, sendo que os problemas são potencializados por conflitos nas relações sociais, influenciados pelas categorizações de gênero que prejudicam sobremaneira o desenvolvimento das organizações de economia solidária.
Abstract: There are several cuttings of everyday life that, force the women to assume different roles, trying to juggle family and profissional life. Even with the growth of the feminine participation in any kind of job market the several responsibilities assumed day by day still provide series of inequalities in the gender relations. Into opportunities in the ambit of the organizations of social economy aimed at production and commercialization of goods and/or community servies, possibly ruled in solidarity and cooperation, the women involved in these initiatives seem to be able to minimize some of these inequalities. This dissertation tried to open in a wide way, a discussion with the aim of analyzing how are the relations arising from the participation and role of women in the management of social economy organizations. This, due to the amount of institutions with the possibility of study that include feminine participation, thus, chose to study gender relations in management of two organizations of social economy in the city of Uberlândia, Minas Gerais. Thus, the empirical study sought to consider some categories of analysis - complicity, resistance and confrontation - from Medeiros (2008), and in the everyday relations in the social economy organizations, checking his influence on the dimensions of social management - social , economic, ecological and organizational and technical - Andion (2005). To develop the theoretical outline, this study is pointing out subjects to make possible understanding addressing the entangled interaction among the terms, gender, Third Section, social economy, social management and conflicts. Gender was addressed not only being limited to the male/female, but, seeking in several contexts that made possible to glimpse inequalities, such as, formation, social class, raça/etnia, among others. The Third Sector was contextualized, tapering concepts and derivations of the phenomenon of social economy, in the scene of composing the scenery of the possible opportunities to mitigate gender differences. They were considered, also, several perspectives, making a counterpoint and searching analysis of the social management in the organizations of social economy that has been studied. In this context, subjects were approached about organizacionais conflicts in the Third Section institutions, making situations that hinder, or even impede the growth of those organizations. The methodological procedures used in the investigation outline an interpretative technical approach, since the analysis techniques completed the way of the study of cases. The technique of the direct observation was used in the field research, since the data collection was composed by documental analysis, individual narratives and in group of the subjects in the management positions, being supplemented with individual interviews, in order to compose the triangulation of data. The survey results showed that the initiatives of solidarity economy organizations studied before are noteworthy and recognition, not only in civil society but also in the ambit of State, for fighting effectively for transforming critical local realities. However, the social administration is surrounded of several lacks, and the problems are magnified by conflicts in social relations, influenced by gender categorizations which affected the development of social economy organizations.
Keywords: Gênero
Gestão social
Conflitos organizacionais
Gender
Third sector
Economy of solidarity
Social management
Organizational conflicts
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Administração
Citation: HERK, Andréa Costa Van. Gênero e economia solidária: um olhar sobre a participação e atuação das mulheres nas organizações do Terceiro Setor. 2011. 189 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11962
Issue Date: 15-Dec-2011
Appears in Collections:CPGAD - Mestrado em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Andrea.pdf1.28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.