Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11914
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Disclosure de instrumentos financeiros segundo as normas internanacionais de contabilidade : evidências empíricas de empresas brasileiras
metadata.dc.creator: Malaquias, Rodrigo Fernandes
metadata.dc.contributor.advisor1: Lemes, Sirlei
metadata.dc.contributor.referee1: Reis, Ernando Antonio dos
metadata.dc.contributor.referee2: Lustosa, Paulo Roberto Barbosa
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa foi desenvolvida com o objetivo geral de apontar quantitativamente a distância do nível de disclosure das demonstrações financeiras de empresas brasileiras em relação às exigências dispostas pelo IASB (International Accounting Standards Board), para a evidenciação de instrumentos financeiros. Para tanto, analisaram-se os relatórios contábeis anuais que tais empresas forneceram a dois diferentes mercados de capitais: o brasileiro, com as DFP (Demonstrações Financeiras Padronizadas), e o norte-americano, com os Form_20F. Como o período de observação compreende os exercícios contábeis de 2002 a 2006, e dada a amostra de 24 empresas não-financeiras, foi coletado e analisado um total de 240 relatórios. A mensuração do nível de evidenciação se tornou possível com a análise de conteúdo dos relatórios selecionados, feita com base em um instrumento de coleta de dados adaptado da pesquisa de Lopes e Rodrigues (2007), que possui 45 questões dicotômicas. Os resultados mostram que os relatórios contábeis das empresas brasileiras componentes da amostra se distanciam de forma diferenciada das exigências dispostas pelo IASB para o disclosure de instrumentos financeiros. Essa diferenciação, que estatisticamente é significante, se dá em relação aos diferentes mercados de capitais para os quais as empresas fornecem seus relatórios contábeis. Os Form_20F apresentam uma menor distância das exigências do IASB para disclosure de instrumentos financeiros que as DFP, pois atendem a uma média de 52,65% dos itens presentes no instrumento de coleta de dados. Já as DFP atendem, em média, a 37,95% desses itens. Assim, conclui-se que as práticas de disclosure dos relatórios contábeis fornecidos ao mercado de capitais brasileiro estão mais distantes das exigências internacionais do que os relatórios contábeis fornecidos pelas mesmas empresas ao mercado norteamericano. Exemplos de pontos que as empresas deverão melhorar o seu nível de evidenciação para cumprir com as normas internacionais, independente do tipo de relatório considerado, referem-se à: i) divulgação das considerações relevantes assumidas para o cálculo do valor justo para os instrumentos financeiros; ii) evidenciação de quais métodos foram utilizados para a mensuração dos riscos financeiros aos quais a entidade está exposta; e iii) apresentação das perdas por impairment em ativos financeiros. Como limites, têm-se a exclusão de instituições financeiras da amostra, a análise de apenas empresas emissoras de ADR e a realização de uma análise documental, pois a confiança dos dados analisados recaiu sobre os relatórios contábeis elaborados pelas empresas, que não foram presencialmente analisadas para a realização da pesquisa. A não adoção de pesos diferenciados para a criação dos índices de disclosure, e o dimensionamento dicotômico das variáveis, em que outras escalas poderiam ser utilizadas, também são fatores que se configuram como limites da pesquisa.
Abstract: This research was developed with the general objective of pointing, quantitatively, the distance of the disclosure level of financial statements of Brazilian companies, about the disclosure of financial instruments, for applications disposed by the IASB (International Accounting Standards Board). It was analyzed the annual reports that these companies provided for two different capital markets: the Brazilian, with the DFP (Demonstrações Financeiras Padronizadas) and the North American, with the Form_20F. As the observation period covers the accounting years from 2002 to 2006, and the sample involves 24 nonfinancial companies, there were collected and analyzed a total of 240 reports. The measurement of the disclosure level has been possible with the content analysis of the reports, based on a tool for data collection adapted from Lopes e Rodrigues (2007), which has 45 dichotomous topics. The results show that the accounting reports of the sample of Brazilian companies are away in different points about the requirements disposed by the IASB for the disclosure of financial instruments. This difference, which is statistically significant, exists in respect of the two capital markets for which companies provide their accounting reports. The Form_20F have a smaller distance from the IASB requirements for disclosure of financial instruments than the DFP; they meet an average of 52,65% of the tool for data collection items, and the DFP serve, on average, 37.95% of it. Thus, it concludes that the disclosure practices of the annual reports provided for the Brazilian capital market are most distant by the IASB rules than the annual reports provided for the North American capital market. Example of point that the companies should to improve in its disclosure level to comply whit the IASB rules, independent of the type report, are: i) disclosure about the relevant assumptions by the measurement of financial instruments fair value; ii) disclosure about the methods used to measure the financial risks that the company is exposed; and iii) presentation of impariment losses in financial instruments. As limits, it has the exclusion of financial institutions of the sample, the analysis of companies that issue only ADR and the documental analysis conduced, because the confidence falls in the reports prepared by companies, that were not analyzed in person. The non-adoption of different weights for the creation of the disclosure index, and the use of dichotomic variables, where other scales could be used, are also factors that limit the search.
Keywords: Disclosure
IFRS 7
Instrumentos financeiros
Disclosure
Financial instruments
Contabilidade - Normas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Administração
Citation: MALAQUIAS, Rodrigo Fernandes. Disclosure de instrumentos financeiros segundo as normas internanacionais de contabilidade : evidências empíricas de empresas brasileiras. 2008. 163 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11914
Issue Date: 23-Oct-2008
Appears in Collections:CPGAD - Mestrado em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rodrigo.pdf2.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.