Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11856
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A poética do ruído em Ricardo Domeneck: intertexto, performance e mídias
metadata.dc.creator: Peixoto, Bárbara Pereira Bin Bispo
metadata.dc.contributor.advisor1: Cintra, Elaine Cristina
metadata.dc.contributor.referee1: Gens Filho, Armando Ferreira
metadata.dc.contributor.referee2: Camargo, Fábio Figueiredo
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem como objetivo analisar a Poética do ruído que o contemporâneo Ricardo Domeneck propõe em sua obra. Tomando como base a cadela sem Logos (2007) e Sons:Arranjo:Garganta (2009) - duas obras de referência do poeta, consideradas por ele mesmo como únicas e contínuas - e suas experimentações com video-poemas e oralização da poesia presentes na internet, pôde-se verificar que esses ruídos se revelam nas relações de intertextualidade (através de citações diretas), na performance (presença do corpo e da voz tanto do poeta quanto do público) e na utilização de outras mídias para a publicação e divulgação de seu trabalho. Versando sobre as relações do poeta com a tradição e a ressignificação desta no presente, o primeiro capítulo analisa o ruído revelado na intertextualidade efetuada através de referências diretas a artistas e obras pertencentes a várias esferas artísticas (literatura, cinema, artes plásticas, música, etc.), a interferência delas na elaboração de sentido que o leitor atribui ao que lê e do deslocamento de atenção que esse procedimento gera. O segundo capítulo, por sua vez, enfoca o ruído sob a perspectiva da performance e do valor dado por Ricardo Domeneck à oralização e à presença do corpo e da voz tanto do autor quando do leitor/espectador no processo de leitura de poesia. O terceiro capítulo investigará de que modo os ruídos acompanham a relação próxima da poética domeneckiana com outras artes e a utilização de outras mídias que não o papel como suporte para a veiculação de seus poemas, ou como mote para a formulação deles. Deste modo, o que se percebe é que o ruído surgirá sempre como elemento de transcendência e transformação, e poetas presentes como Ricardo Domeneck farão uso desse recurso porque não se conformam nem se acomodam com preceitos artísticos pré-estabelecidos e propõem a redefinição de conceitos e expectativas no que diz respeito à poesia, especialmente a contemporânea. Os ruídos domeneckianos - sejam as referências diretas aos autores e obras importantes, a mistura de idiomas, o enjambement fragmentado, o corpo, a voz e a performance, ou até mesmo a exploração de outros suportes de mídia e artísticos - garantem um rompimento entre o ontem e o hoje, a tradição e o novo, e a partir disso possibilitam que as percepções acerca do contexto e das necessidades atuais sejam efetuadas de uma maneira adequada, prescindindo de todos os rótulos que sufocam a poesia contemporânea.
Abstract: This paper aims to analyze the Noise Poetics which the contemporary poet Ricardo Domeneck proposes in his body of work. Using two reference works which the author considers to be unique and continuous: a cadela sem Logos (a dog without Logos, 2007) and Sons:Arranjo:Garganta (Sounds:Arrangement:Throat, 2009), as well as his online experimentations with video-poems and the oral production of poetry, as a base, it is possible to verify how these noises reveal themselves. The ways of accomplishing this include inter-textual relationships (through direct citations), performance (the presence of the bodies and voices of both the poet and audience), and the use of other modes of media for the publication and dissemination of his work. By discussing the relationships of both poet and tradition and of poet and new meanings formed in the present day, the first chapter analyzes the noise as revealed in the inter-textuality created by direct references to artists and to the works within many artistic spheres, such as literature, cinema, plastic arts, and music. It also analyzes their interference in the reader s construction of meaning and in the shift of attention caused by this process. In contrast, the second chapter focuses on the noise from the perspective of the performance and through the value given by Domeneck to oral production and to the body/voice presence of the author and reader/viewer in the process of reading poetry. The third chapter investigates the ways in which the noises accompany the close relationship between Domeneck s poetry and other arts and with the use of other media forms, aside from print, and how these are utilized in the transmission of his poems and as a mantra in their formation. Thus, one can perceive both that this noise will always appear as an element of transcendence and transformation and that current poets, such as Domeneck, will use this resource, since it neither complies to nor accommodates pre-established artistic expectations. Further, it proposes a redefinition of poetic concepts and expectations, to contemporary works in particular. Domeneck s noises, whether as indirect references to important authors and works, the mixing of languages, the fragmented enjabement, the body, the voice and the performance, or even the exploitation of other forms of medial and artistic support, assure a rupture between yesterday and today and between tradition and the new. From that it is possible to adequately form perceptions regarding the context and current needs. Therefore, it renounces all labels that suppress contemporary poetry.
Keywords: Poesia brasileira contemporânea
Ricardo Domeneck
Intertexto
Performance
Mídias
Contemporary Brazilian poetry
Intertext
Media
Literatura brasileira
História e crítica
Domeneck, Ricardo, 1977 - Crítica e interpretação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Letras
Citation: PEIXOTO, Bárbara Pereira Bin Bispo. A poética do ruído em Ricardo Domeneck: intertexto, performance e mídias. 2013. 132 f. Dissertação (Mestrado em Linguística, Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11856
Issue Date: 15-Feb-2013
Appears in Collections:PGLETRAS - Mestrado em Teoria Literária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BarbaraPereira.pdf1.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.