Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11850
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A poética de menos em Fabrício Corsaletti: uma leitura do sujeito lírico contemporâneo
metadata.dc.creator: Bellocchio, Carolina Molinar
metadata.dc.contributor.advisor1: Cintra, Elaine Cristina
metadata.dc.contributor.referee1: Biella, João Carlos
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Paulo Cézar Andrade da
metadata.dc.description.resumo: O presente texto visa analisar a condição da lírica no presente procedendo especialmente à análise da obra do poeta paulista Fabrício Corsaletti. Valendo-se das proposições de Marcos Siscar, a respeito da crise da poesia moderna e contemporânea e de sua compreensão do presente enquanto crise, e de Gilles Lipovetsky, a respeito da condição histórica e cultural da contemporaneidade, a análise aqui empreendida objetiva apresentar a poesia daquele poeta como uma escrita da falta . Considera-se que Estudos para seu corpo (2007) e Esquimó (2010) apresentam poemas cuja sensação de esvaziamento do eu lírico frente ao mundo acaba por explicitar a poética da falta que baliza estética e filosoficamente a poesia de Fabrício Corsaletti. A hipótese de que essa é uma das tônicas de sua produção poética se funda a partir da análise e interpretação dos poemas através de duas linhas, a saber, sua constituição simbólica, metafórica, de universo autônomo com-formado pela manipulação da linguagem que exprime tal falta bem como uma escrita situada em um tempo histórico específico, cuja condição da crise e do esfacelamento das subjetividades perpassa a constituição lírica, implicando sua escrita em uma Poética de menos , que se caracteriza por uma escrita elíptica e negativa. A leitura que este trabalho propõe, então, é que, por esta Poética de menos , é possível compreender como a obra de Corsaletti estabelece uma leitura de seu tempo, uma vez que, calcada paradoxalmente na falta e nos excessos do presente, essa poesia se vale de recursos e procedimentos que avalizam o menos, a negação, a elipse e o esvaziamento, sempre tensionados com uma violência e com um ímpeto em direção ao descomedimento e ao excesso. Ainda portador da insígnia moderna não menos tensa da necessidade de escrever frente a toda condição de hostilidade no auge do capitalismo e de sua impossibilidade e de seu fechamento rumo ao silêncio, o texto de Corsaletti opera dialeticamente a violência através de uma linguagem simples e pouca de modo radical. Em outras palavras, Corsaletti violenta através dos recursos de menos o discurso lírico, esvaziando-o na radicalidade das tensões.
Abstract: The aim of this paper is to present an analysis on the situation of the contemporary brazilian poetry, especially through the work of Fabrício Corsaletti in Estudos para seu corpo (2007) and Esquimó (2010). By using the points brought by Marcos Siscar about the condition of crisis in modern and contemporary poetry and the analysis made by Gilles Lipovetsky on the historical and cultural aspects of the present times, this text approaches the consideration that Corsaletti s poetry performs the crisis in his lacking writing, i.e. Corsaletti s lyric embodies the present condition in its shape assuming that the absence is the pattern grounded in this time by the usage of a lacking writing . The hypothesis that this is one of the keynotes of his poetry is based on the analysis and interpretation of his poems by two lines, namely its symbolic constitution of metaphorical self-formed universe with the manipulation of language which expresses such \"lacking\" as well as a writing set in a specific historical time, whose condition of crisis and disintegration of subjectivity pervades the lyrical constitution, implying his poetry in a \"lacking writing\", which is characterized by an elliptical and negative features. Then, this paper proposes that by this lacking writing it can be understood how the work of Corsaletti establishes a comprehension of his time, since, paradoxically grounded in its lack and its excess , this poetry draws on resources and procedures that guarantee the idea of least and of denial , always stressed with a violence towards excess. Still bearing the modern insignia of the imperative to write facing the condition of hostility at the era of high capitalism and its impossibility and its closure towards silence, Corsaletti s text dialectically operates violence through simple and radicallanguage. In other words, Corsaletti violents through the resources of \"less\" the lyrical speech, emptying it into the radicalism of the tensions.
Keywords: Poesia contemporânea
Poesia brasileira
Fabrício Corsaletti
Contemporary poetry
Brazilian poetry
Literatura brasileira - História e crítica
Corsaletti, Fabrício, 1978 - Crítica e interpretação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Letras
Citation: BELLOCCHIO, Carolina Molinar. A poética de menos em Fabrício Corsaletti: uma leitura do sujeito lírico contemporâneo. 2012. 126 f. Dissertação (Mestrado em Linguística, Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11850
Issue Date: 27-Aug-2012
Appears in Collections:PGLETRAS - Mestrado em Teoria Literária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf1.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.