Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/34701
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCruz, Ianca Mylena Freitas-
dc.date.accessioned2022-04-12T16:56:58Z-
dc.date.available2022-04-12T16:56:58Z-
dc.date.issued2022-04-04-
dc.identifier.citationCRUZ, Ianca Mylena Freitas. Consumo materno de dieta rica em carboidratos e os efeitos gastrointestinais para a prole de ratas Wistar. 2022. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/34701-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Embargadopt_BR
dc.subjectDieta maternapt_BR
dc.subjectFrutosept_BR
dc.subjectSacarosept_BR
dc.subjectProlept_BR
dc.subjectSistema digestóriopt_BR
dc.titleConsumo materno de dieta rica em carboidratos e os efeitos gastrointestinais para a prole de ratas Wistar.pt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisor1Balbi, Ana Paula Coelho-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1559705543152275pt_BR
dc.contributor.referee1Deconte, Simone Ramos-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5624245953956168pt_BR
dc.contributor.referee2Neiro, Erika Renata Barbosa-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/1911712158344441pt_BR
dc.description.degreenameTrabalho de Conclusão de Curso (Graduação)pt_BR
dc.description.resumoSabe-se que dietas maternas alteradas nos períodos da gestação e lactação podem programar doenças na vida adulta da prole. Sendo assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos gastrointestinais na prole adulta de ratas Wistar tratadas com frutose (20%) ou sacarose (20%) durante a gestação e lactação. Para isso, as fêmeas grávidas foram separadas e seus filhotes machos divididos em três grupos: 1) Grupo Controle (C): filhotes (n=31) de mães que ingeriram água e ração comercial; 2) Grupos Frutose (F): filhotes (n=30) de mães que ingeriram solução de frutose 20% e ração comercial, e 3) Grupo Sacarose (S): filhotes (n=32) de mães que ingeriram solução de sacarose 20% e ração comercial. Ao completarem 90 dias, os filhotes passaram por avaliação funcional do sistema gastrointestinal, além da coleta de órgãos como estômago e segmentos intestinais (delgado: duodeno, jejuno e íleo; grosso: ceco, cólon e reto). Foi observado que as mães dos grupos experimentais ingeriram menos ração que as do grupo C (p<0,01), entretanto, apenas as mães do grupo S ingeriram maior quantidade de líquido (p<0,01 versus C; p<0,05 versus F); a glicemia e o ganho de peso maternos não foram diferentes entre os grupos. Os filhotes do grupo F apresentaram menor peso em relação aos outros grupos (p<0,05 versus C; p<0,01 versus S), assim como maior peso relativo hepático (p<0,05 versus C; p<0,01 versus S) e menor comprimento do intestino delgado (p<0,05 versus C e S), embora a glicemia não tenha diferido entre os grupos. Quanto aos dados funcionais, a susceptibilidade à úlcera, motilidade do intestino delgado e enteropooling não foram diferentes, mas os grupos experimentais apresentaram maior motilidade do intestino grosso (p<0,05) se comparado ao grupo C. Após análise dos resultados, pode-se concluir que o consumo materno de dieta rica em carboidratos, na gestação e lactação, teve impactos estruturais e funcionais em órgãos do sistema gastrointestinal da prole de ratas Wistar e que o tipo de carboidrato ingerido pode interferir nesses resultados.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.courseBiomedicinapt_BR
dc.sizeorduration28pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDEpt_BR
dc.description.embargo2024-04-04-
Appears in Collections:TCC - Ciências Biomédicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ConsumoMaternoDieta.pdf646.82 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.