Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/30672
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorReis, Rafaella Baiense-
dc.date.accessioned2020-12-16T17:23:56Z-
dc.date.available2020-12-16T17:23:56Z-
dc.date.issued2020-12-11-
dc.identifier.citationREIS, Rafaella Baiense. Avaliação do perfil de resistência em cepas de Staphylococcus aureus resistentes a meticilina em dois hospitais públicos de Uberlândia. 2020. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/30672-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.subjectResistência induzívelpt_BR
dc.subjectStaphylococcus aureuspt_BR
dc.subjectTeste Dpt_BR
dc.titleAvaliação do perfil de resistência em cepas de Staphylococcus aureus resistentes a meticilina em dois hospitais públicos de Uberlândiapt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisor1Silva, Helisângela de Almeida-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2043644845839549pt_BR
dc.contributor.referee1Borges, Lizandra Ferreira de Almeida-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2638179635322694pt_BR
dc.contributor.referee2Silva, Nagela Bernadelli Sousa-
dc.description.degreenameTrabalho de Conclusão de Curso (Graduação)pt_BR
dc.description.resumoAs infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS), são uma temática que continua evocando atenção no cenário mundial, sendo consideradas um sério problema de saúde pública por relacionar-se com altas taxas de morbidade e mortalidade. Staphylococcus aureus está comumente associado com a ocorrência dessas infecções, causando contaminações de pele, pneumonia e até septicemia, tanto no ambiente hospitalar, tanto a nível comunitário. Este estudo tem como objetivo analisar e comparar o perfil de resistência de amostras de infecção por Staphylococcus aureus resistentes a meticilina (MRSA), em dois hospitais públicos da cidade de Uberlândia dos anos de 2014 e 2015. Foram recuperadas 112 amostras de MRSA e submetidas ao teste de resistência induzível iMLSb, pela técnica do Teste D, além da análise do antibiograma, dados clínicos e epidemiológicos. Os principais isolados foram de pacientes do sexo masculino em ambos os hospitais. No hospital e Maternidade Dr. Odelmo Leão Carneiro a faixa etária com maior prevalência foi de pacientes acima de 66 anos (57,3%), causando principalmente pneumonias (47,2%) e infecções de corrente sanguínea (40,4%). No Hospital de clínicas da Universidade Federal de Uberlândia houve o predomínio de pacientes entre 46 – 65 anos (47,8%), ocasionando infecções de corrente sanguínea (60,9%), seguido de fragmento de tecido (26,1%). As amostras apresentaram frequências consideráveis a diferentes antimicrobianos. Houve resistência acima de 80% para a clindamicina e eritromicina em ambos os hospitais. Das amostras testadas, o perfil iMLSb foi encontrado com frequência total de 3,6%, e todo o restante constitutivo. Dado sua relevância clínica, é de extrema importância o estudo desse microrganismo, possibilitando a prevenção da ocorrência de infecções adquiridas no ambiente hospitalar. Além disso, o Teste D é um método de diagnóstico barato, fácil e confiável que pode ser realizado em qualquer laboratório para detectar resistência induzível a Macrolídeos e Lincosamidas em isolados de MRSA.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.courseBiomedicinapt_BR
dc.sizeorduration32pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICASpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDEpt_BR
Appears in Collections:TCC - Ciências Biomédicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliaçãoDoPerfil.pdf894.12 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons