Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/30385
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorResende, Patrícia Teixeira Damis-
dc.date.accessioned2020-11-13T20:22:51Z-
dc.date.available2020-11-13T20:22:51Z-
dc.date.issued2000-
dc.identifier.citationRESENDE, Patrícia Teixeira Damis. Inovações modernizantes e novos requisitos da formação profissional: um estudo de caso na indústria automobilística brasileira. 2000. 127 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2000.53pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/30385-
dc.description.abstractSince the 1970s, capitalist economies have been experiencing significant transformations in industrial production processes, characterized by the introduction of new technologies and organizational techniques. Thus, from the study of national and international literature, it becomes evident that such transformations started to demand from the direct worker new requirements and attributes (personal, behavioral and knowledge) to compose the professional qualification. Specifically, in the companies producing auto vehicles installed in Brazil, the process of productive restructuring, based on the toyotista model, deepened during the 90s, as a great repercussion of commercial liberalization, which exposed these companies to international competition, demanding, with this, an increase in the standards of quality, productivity and competitiveness on the part of these. The object of this dissertation is the changes in the requirements of professional qualification due to new forms of organization of production, based on a case study in the Brazilian automobile industry. This dissertation is structured in three chapters. Chapter 1 discusses the configuration of new requirements and new attributes of professional qualification in response to the process of adopting modem innovations. In view of the complexity of the topic, the core of this chapter is to raise some issues related to it and also to point out the quantitative and qualitative indicators of the new attributes of professional qualification, necessary for its analysis and / or evaluation. In chapter 2, we seek to highlight the main technological and organizational changes developed within the scope of the so-called Toyotism. Thus, this chapter refers to the analysis of the Toyotist paradigm and its diffusion in some countries, especially in the United States, since Toyotism has become the greatest paradigmatic reference of much of the modernization of automakers and engine factories worldwide. The last chapter, which concerns the main objective of this dissertation, discusses the spread of Toyotism in the Brazilian automobile and engine production sector during the 1980s and 1990s and its impacts on professional qualification, in the light of multifunctionality concepts, versatility, autonomy and commitment, discussed in the first chapter. The last section of this chapter is reserved for the presentation and analysis of the case study, carried out in a Brazilian engine factory. Final considerations summarize the main points raised and discussed throughout the dissertation.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.subjectProcessos produtivos industriaispt_BR
dc.subjectQualificação profissionalpt_BR
dc.subjectToyotismopt_BR
dc.titleInovações modernizantes e novos requisitos da formação profissional: um estudo de caso na indústria automobilística brasileirapt_BR
dc.title.alternativeModernizing innovations and new professional training requirements: a case study in the Brazilian automobile industrypt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Paula, Germano Mendes de-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2678047465053355pt_BR
dc.contributor.referee1Laplane, Mariano Francisco-
dc.contributor.referee2Graciolli, Edilson José-
dc.creator.Lattesxpt_BR
dc.description.degreenameDissertação (Mestrado)pt_BR
dc.description.resumoDesde os anos 70, as economias capitalistas vêm experimentando transformações significativas nos processos produtivos industriais, caracterizadas pela introdução de novas tecnologias e técnicas organizacionais. Desta forma, a partir do estudo da literatura nacional e internacional, toma-se evidente que tais transformações passaram a demandar do trabalhador direto novos requisitos e atributos (pessoais, comportamentais e de conhecimento) para comporem a qualificação profissional. Especificamente, nas empresas produtoras de autoveículos instaladas no Brasil, o processo de reestruturação produtiva, baseado no modelo toyotista, aprofundou-se durante os anos 90, como repercussão em grande medida da liberalização comercial, que expôs tais empresas à competição internacional, exigindo, com isso, incremento nos padrões de qualidade, produtividade e competitividade por parte destas. O objeto desta dissertação são as mudanças dos requisitos da qualificação profissional em função de novas formas de organização da produção, a partir de um estudo de caso na indústria automobilística brasileira. A presente dissertação está estruturada em três capítulos. No capítulo 1, discute-se a configuração dos novos requisitos e dos novos atributos da qualificação profissional em resposta ao processo de adoção de inovações modemizantes. Tendo em vista a complexidade do tema, o cerne desse capítulo é levantar algumas questões a ele relacionadas e, também, apontar os indicadores quantitativos e qualitativos dos novos atributos da qualificação profissional, necessários para sua análise e/ou sua avaliação. No capítulo 2, procura-se evidenciar as principais transformações tecnológicas e organizacionais desenvolvidas no âmbito do chamado toyotismo. Desta forma, esse capítulo refere-se à analise do paradigma toyotista e de sua difusão em alguns países, sobretudo, nos Estados Unidos, visto que o toyotismo tomou-se a maior referência paradigmática de grande parte da modernização das montadoras e das fábricas de motores mundiais. No último capítulo, o qual diz respeito ao objetivo principal desta dissertação, aborda-se a difusão do toyotismo no setor produtor de autoveículos e de motores brasileiro durante os anos 80 e 90 e seus impactos sobre a qualificação profissional, à luz dos conceitos multifuncionalidade, polivalência, autonomia e comprometimento, discutidos no primeiro capítulo. A última seção desse capitulo é reservada para a apresentação e análise do estudo de caso, realizado em uma fábrica de motores brasileira. As considerações finais sumarizam os principais pontos levantados e discutidos ao longo da dissertação.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Economiapt_BR
dc.sizeorduration127pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.identifier.doihttp://doi.org/10.14393/ufu.di.2000.53pt_BR
dc.crossref.doibatchidcfd16302-ee2f-45f4-9ec7-dc0f71f78fb9-
dc.subject.autorizadoTrabalhadores da indústria automobilísticapt_BR
dc.subject.autorizadoFormação profissionalpt_BR
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InovacoesModernizantesNovos.pdfDissertação5.03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons