Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27461
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSantos, Letícia Vilela-
dc.date.accessioned2019-11-29T12:16:37Z-
dc.date.available2019-11-29T12:16:37Z-
dc.date.issued2019-11-06-
dc.identifier.citationSantos, Letícia Vilela. Perfil de traumatismo dentário na dentição decídua em pacientes atendidos no Pronto Socorro Odontológico da Universidade Federal de Uberlândia. 2019. 25 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27461-
dc.description.abstractAltough there are prevetion programas for controlling the frequency of dental trauma (DT) and mitigation of its consequecens, the occurrence is still high in the decidous dentition as well as the permanent. The objective of this study was to evaluate the treatment profile of deciduous dental trauma (DDT) performed in the Dental Emergency Room (PSO) of the Uberlandia’s Federal University (UFU). The retrospective study involved the analysis of the dental records in the years of 2015 and 2016, where the data regarding the genre, affected regions/structures, type and management of the trauma were collected. 234 cases of DDT were analysed. The predominent genre was male (62,4%), the age with higher frequency were 3-4 years old (42,3%), the region/structure most affected were the 51/61 set of tooth. The most frequent types of DDT were: subluxation (20,5%), lateral luxation (18,4%), avulsion (14,5%) and enamel fracture (13,2%). Regarding the trauma management, orientation and referral (57,7%) were the most performed conduct followed by extraction (12,0%). The type of trauma was also correlated with the age. The high ocorrence of severe DDT’s and the predominance of the ages of 3 and 4 years old are important data and should be considered for future planning of programs in education, health and prevention of DDT in the city of Uberlandia.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Embargadopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/publicdomain/zero/1.0/*
dc.subjectTraumatismos dentáriospt_BR
dc.subjectDente decíduopt_BR
dc.subjectEpidemiologiapt_BR
dc.subjectOdontopediatriapt_BR
dc.subjectTooth injuriespt_BR
dc.subjectTooth deciduouspt_BR
dc.subjectEpidemiologypt_BR
dc.subjectPediatric dentistrypt_BR
dc.titlePerfil de traumatismo dentário na dentição decídua em pacientes atendidos no Pronto Socorro Odontológico da Universidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisor1Hidalgo, Ana Paula Turrioni-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2541836678931751pt_BR
dc.contributor.referee1Prado, Alessandra Maia de Castro-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5083393156700664pt_BR
dc.contributor.referee2Oliveira, Danielly Cunha Araújo Ferreira de-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/1476120663808129pt_BR
dc.contributor.referee3Borges, Juliana Simeão-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/1564801167380840pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5249045723335659pt_BR
dc.description.degreenameTrabalho de Conclusão de Curso (Graduação)pt_BR
dc.description.resumoApesar da implementação de programas de prevenção para o controle da ocorrência de trauma dentário (TD) e atenuação de suas consequências, o trauma na dentição decídua ainda apresenta uma alta frequência. O objetivo deste trabalho foi avaliar o perfil de atendimento envolvendo traumatismo em dentes decíduos (TDD) realizados no Pronto Socorro Odontológico (PSO) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). O estudo retrospectivo envolveu a análise de fichas de atendimentos realizados, nos anos de 2015 e 2016, sendo coletados dados referentes às variáveis: idade, sexo, região/estrutura acometida pelo trauma, tipo de trauma e conduta obtida. Foram analisados 234 casos de TDD. O sexo predominante foi o masculino (62,4%), a faixa etária com maior ocorrência foi de 3 a 4 anos (42,3%), a região/estrutura mais afetada foi o conjunto de dentes 51/61 (30,3%). Os tipos de trauma na dentição decídua mais frequentes nesta população foram: subluxação (20,5%), luxação lateral (18,4%), avulsão (14,5%) e fratura em esmalte (13,2%). Com relação à conduta realizada durante os atendimentos, houve predominância de consultas envolvendo apenas orientação e encaminhamento (57,7%), seguida de exodontias (12,0%). Também foi verificado que o tipo de traumatismo apresentou associação com a idade de 3-4 anos. Podemos concluir que a alta ocorrência de subluxação e a predominância na faixa etária de 3 a 4 anos são dados importantes e que devem ser considerados para o planejamento de futuros programas de educação em saúde, prevenção de traumas em dentes decíduos na cidade de Uberlândia e na capacitação dos profissionais que atuam em clínicas particulares para oferecer a melhor conduta à população.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.courseOdontologiapt_BR
dc.sizeorduration25pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA::ODONTOPEDIATRIApt_BR
dc.orcid.putcode65316282-
Appears in Collections:TCC - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PerfilTraumatismoDentario.pdf1.02 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons