Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25254
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorAssunção, Heli Heros Teodoro de-
dc.date.accessioned2019-05-27T14:52:48Z-
dc.date.available2019-05-27T14:52:48Z-
dc.date.issued2019-02-23-
dc.identifier.citationASSUNÇÃO, Heli Heros Teodoro de. Pulverização eletrostática nas culturas de soja e milho: efeitos na deposição de calda e eficácia biológica. 2019. 72 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.1313pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25254-
dc.description.abstractThe electrostatic spray can bring benefits to the application of phytosanitary products, among them the reduction in the rate of application and the increase of deposits on the targets. However, little information exists on your employment in soybean crops (Glycine max (L.) Merrill) and maize (Zea mays (L.)). The objective this work was to evaluate the efficiency to the electrostatic spray, in conjunction with the use of lower rates of application and different adjuvants in the spray deposition on plants of soybean and corn plants and in chemical control of powdery mildew of soybean (Microsphaera diffusa Cooke & Peck). Experiments were carried out in the field for both crops. The experimental design was a randomized block design with 4 replications, in a 2 x 2 x 2 + 1 factorial scheme, with 2 application rates (95 and 52 L ha-1), with and without droplet electrification, 2 compositions of syrup (mineral oil and synthetic adjuvant) with the addition of adjuvante of low and high electrical conductivity ) and 1 additional treatment (control without application). Were evaluated the droplet spectrum, the deposition of the syrup, the loss to the soil and, for soybean, the effectiveness of the control of powdery mildew. To analyze the spray deposition on plants and the soil added to a marker to the syrups. It was then extracted for quantification, by means of spectrophotometry, the deposition in upper and lower leaves of the canopy and in petri plates placed on the ground. In the soybean was sprayed a fungicide syrup (azoxystrobin + benzovindiflupir) and the corn an insecticidal syrup (fenpropatrin). Were also evaluated the physicochemical properties of the silts (electrical conductivity, density, viscosity and surface tension) and the load / mass ratio induced in drops by electrostatic equipment. All treatments, regardless of application technique, showed control of the causative pathogen of powdery mildew of soybean. The electrostatic spray presented benefits for the application in some situations and responded positively to the increase of electrical conductivity of syrup. In the soybean crop, did not influence the loss to the soil, which was higher with the increase of the rate of application. In corn, the deposition of the pulverized syrup increased in the upper third and decreased the loss to the soil.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectTecnologia de aplicaçãopt_BR
dc.subjectAgronomiapt_BR
dc.subjectEletrização de gotaspt_BR
dc.subjectGlycine maxpt_BR
dc.subjectZea mayspt_BR
dc.subjectTaxa de aplicaçãopt_BR
dc.subjectDeposição de caldapt_BR
dc.subjectPulverizaçãopt_BR
dc.subjectPulverização e povilhação na agriculturapt_BR
dc.subjectMilhopt_BR
dc.subjectSojapt_BR
dc.subjectApplication technologypt_BR
dc.subjectDroplet electrificationpt_BR
dc.titlePulverização eletrostática nas culturas de soja e milho: efeitos na deposição de calda e eficácia biológicapt_BR
dc.title.alternativeElectrostatic spraying in soybean and corn crops: effects on deposition and biological efficacypt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Cunha, João Paulo Arantes Rodrigues da-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4709766Y4pt_BR
dc.contributor.referee1Alvarenga, Cleyton Batista de-
dc.contributor.referee2Silva, Sérgio Macedo-
dc.contributor.referee3Alves, Guilherme Sousa-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4305546H2pt_BR
dc.description.degreenameDissertação (Mestrado)pt_BR
dc.description.resumoA pulverização eletrostática pode trazer benefícios à aplicação de produtos fitossanitários, dentre eles a redução da taxa de aplicação e o aumento dos depósitos nos alvos. Contudo, pouca informação existe sobre o seu emprego nas culturas de soja (Glycine max (L.) Merrill) e milho (Zea mays (L.)). Diante disso, esse trabalho visou avaliar a eficiência da pulverização eletrostática, em conjunto com o uso de menores taxas de aplicação e diferentes adjuvantes, na deposição de calda em plantas de soja e milho, e no controle químico do oídio da soja (Microsphaera difusa Cooke & Peck). Foram instalados experimentos em campo para ambas as culturas. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com 4 repetições, em esquema fatorial 2 x 2 x 2 + 1, sendo 2 taxas de aplicação (95 e 52 L ha-1), com e sem eletrização de gotas, 2 composições de calda (óleo mineral e adjuvante sintético) com adição de adjuvante de baixa e alta condutividade elétrica) e 1 tratamento adicional (testemunha sem aplicação). Foram avaliados o espectro de gotas, a deposição de calda, a perda para o solo e, para a soja, a eficácia de controle do oídio. Para analisar a deposição de calda nas plantas e junto ao solo adicionou-se um marcador às caldas. Foi então realizada sua extração para quantificação, por meio de espectrofotometria, as deposições em folhas superiores e inferiores do dossel e em placas de petri colocadas no solo. Na soja foi pulverizada uma calda fungicida (azoxistrobina + benzovindiflupir) e para o milho uma calda inseticida (fenpropatrina). Também foram avaliadas as propriedades físico-químicas das caldas (condutividade elétrica, densidade, viscosidade e tensão superficial) e a relação carga/massa induzida nas gotas pelo equipamento eletrostático. Todos os tratamentos, independente da técnica de aplicação, apresentaram controle do patógeno causador do oídio da soja. A pulverização eletrostática apresentou benefícios para a aplicação em algumas situações e respondeu positivamente ao aumento da condutividade elétrica da calda. Na cultura da soja, não influenciou na perda para o solo, que foi maior com o incremento da taxa de aplicação. Já no milho, aumentou a deposição da calda pulverizada no terço superior e diminuiu a perda para o solo.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Agronomiapt_BR
dc.sizeorduration72pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA::MAQUINAS E IMPLEMENTOS AGRICOLASpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADEpt_BR
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.1313pt_BR
dc.crossref.doibatchidpublicado no crossref antes da rotina xml-
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PulverizacaoEletrostaticaCulturas.pdf1.41 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.