Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24288
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorFerreira, Fabiane Maria-
dc.date.accessioned2019-02-13T09:59:26Z-
dc.date.available2019-02-13T09:59:26Z-
dc.date.issued2017-08-29-
dc.identifier.citationFERREIRA, Fabiane Maria. Avaliação dos efeitos da placa estabilizadora de oclusão na distribuição de tensões no disco da articulação temporomandibular, pelo método de elementos finito. 2017. 76 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2018.31pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24288-
dc.description.abstractTemporomandibular disorder (TMD) is a term that refers to signs and symptoms associated with pain and functional and structural disturbances of the masticatory system, especially muscles, temporomandibular joints (TMJs) and surrounding tissues. This disorder is considered the most frequent cause of chronic orofacial pain, 40% to 75% of healthy individuals point out at least one sign and 33% observed at least one symptom of TMD. Conservative approaches, including occlusal splint therapy, is the first option to treat temporomandibular disorders (TMD), due to its high efficacy associated with the possibility of reversibility and low morbidity.The action of the splints in the intraarticular space is still discussed, but is considered that the occlusal splints leads to reduction of stress in the temporomandibular joint secondary to change in the position of the mandible. Thus, the general objective of the present study was to evaluate the influence of occlusal stabilization splint on stress and strain generation in the temporomandibular joint disc, under conditions of normality and anterior disc displacement, using the finite element analysis. This study involved three speci fic objectives. Objective 1: analyze the effect of the occlusal splint on stress distribution on the temporomandibular joint disc, in different positions. Objective 2: to know the properties used for articular disc in other FEA studies by means of a bibliographic survey of the literature, and based on this, develop an accurate 3D computational model of a normal TMJ, by the Materialise Interactive Medical Image Control System (MIMICS). Objective 3: develop 3D computational models, of normal TMJ, in order to simulate mandibular closure in the presence or absence of an occlusal splint to evaluate the distribution of stress and strain in both situations. The methods used were 2D and 3D finite element analysis and stress evaluation by von Mises criterion, and literature review. Based on the results of these objectives is possible to conclude that in all tested situations the lower surface of the disc exhibited the higher concentration of stresses and strain, and in the anteroposterior analysis the most affected region was the intermediate zone of the disc. When the disc is displaced anteriorly, although the splint does not promote a great reduction in the stress magnitude, a tendency of reduction has been observed that should be better investigated in future studie s. Bilateral and 7 3D analysis of the TMJs revealed that although the splint does not provide a significant stress and strain reduction, it promotes better occlusion stabilization reflecting in better stabilization of the joints. Thus, they work more symmetr ically and the stresses are distributed between the two discs homogeneously. Finally, the literature review on the mechanical properties of the articular disc revealed that although it is predominantly viscohiperelastic, there are many ways to characterize the disc and that each representation has its particularities and limitations that must be considered when interpreting the results.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectArticulação temporomandibular tesespt_BR
dc.subjectTemporomandibular jointpt_BR
dc.subjectDisco da articulação temporomandibularpt_BR
dc.subjectTemporomandibular joint discpt_BR
dc.subjectPlacas oclusaispt_BR
dc.subjectOcclusal splintspt_BR
dc.subjectAnalise de elementos finitospt_BR
dc.subjectFinite element analysispt_BR
dc.subjectOclusão odontologiapt_BR
dc.subjectOclusionpt_BR
dc.subjectOdontologia tesespt_BR
dc.subjectDentistrypt_BR
dc.titleAvaliação dos efeitos da placa estabilizadora de oclusão na distribuição de tensões no disco da articulação temporomandibular, pelo método de elementos finitospt_BR
dc.title.alternativeEffect of occlusal splints on the stress generation on the temporomandibular joint disc stresspt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.contributor.advisor-co1Simamoto Júnior, Paulo Cézar-
dc.contributor.advisor-co2Ramos, Antònio Manuel de Amaral Monteiro-
dc.contributor.advisor1Fernandes Neto, Alfredo Júlio-
dc.contributor.referee1Simamoto Júnior, Paulo Cézar-
dc.contributor.referee2Silva, Marlete Ribeiro-
dc.contributor.referee3Oliveira, Dauro Douglas-
dc.contributor.referee4Camargos, Germana de Villa-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7229873348208566pt_BR
dc.description.degreenameTese (Doutorado)pt_BR
dc.description.resumoDisfunção temporomandibular (DTM) é um termo que se refere a si nais e sintomas funcionais e estruturais que acometem o sistema mastigatório, especialmente músculos, articulação temporomandibular (ATM) e tecidos circundantes. É considerada causa mais freqüente de dor orofacial crônica, cerca de 40 a 75% dos indivíduos saudáveis apontam ao menos um sinal, e 33% já manifestaram ao menos um sintoma de DTM . Abordagens conservadoras, incluindo o uso de placas oclusais, são as primeiras opções de tratamento da DTM, devido à sua alta eficácia associada à possibilidade de reversibilidade e baixa morbidade. O mecanismo de ação das placas no espaço intra-articular ainda é bastante discutido, mas há indícios de que há diminuição das tensões no disco em decorrência da mudança na posição mandibular. Diante disso, o objetivo geral desse estudo foi verificar a influência da placa de estabilização oclusal na distribuição de tensões e deformações geradas no disco da articulação temporomandibular (ATM), em condições de normalidade e paatológicas, utilizando para isto o método de elementos finitos. Este estudo envolveu três objetivos específicos. Objetivo Específico 1: Analisar o efeito da placa oclusal sobre a distribuição de tensões no disco da articulação temporomandibular, em diferentes posições. Objetivo Específico 2: Conhecer por meio de revisão da literatura as propriedades mecânicas aplicáveis ao disco articular em análises de elementos finitos, e desenvolver um modelo tridimensional de ATM normal utilizando o software MIMICS. Objetivo Específico 3: Desenvolver modelos tridimensionais do aparelho estomatognático, incluindo as ATMs esquerda e direita, e avaliar a distribuição de tensões e deformações em ambos os discos articulares na presença e ausência de placa estabilizadora de oclusão. As metodologias empregadas foram análises de elementos finitos 2D e 3D , com análise das tensões pelo critério de von Mises, e revisão da literatura. Frente aos resultados destes objetivos conclui -se que em todas as situações testadas a superfície inferior do disco exibiu maior concentração de tensões e deformações, e na análise antero-posterior a região mais afetada foi a zona intermediária do disco. Quando o disco apresenta-se deslocado anteriormente, embora a placa não 4 promova grande redução na magnitude das tensões, observou-se uma tendência de redução que deve ser mais bem investigada em estudos futuros. A análise bilateral e 3D das ATMs revelou que embora a placa não proporcione uma redução relevante das tensões e deformações que incidem sobre os discos articulares, ela promove melhor estabilização da oclusão refletindo em melhor estabilização das articulações, fazendo com que elas trabalhem de forma mais simétrica e as tensões estejam distribuídas entre os dois discos homogeneamente. Por fim, a revisão da literatura sobre prop riedades mecânicas do disco articular revelou que apesar de ele ser predominantemente viscohiperelástico, existem muitas formas de caracterizar o disco e que cada representação tem suas particularidades e limitações que devem ser consideradas no momento de interpretar os resultados.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Odontologiapt_BR
dc.sizeorduration76pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDEpt_BR
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2018.31pt_BR
Appears in Collections:TESE - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoEfeitosPlaca.pdfTese3.46 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.