Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/23789
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCaetano, Lorraine Miranda-
dc.creatorMiranda, Thaisa Pereira Lemes de-
dc.date.accessioned2019-01-10T16:18:21Z-
dc.date.available2019-01-10T16:18:21Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationCAETANO, Lorraine Miranda; MIRANDA. Thaísa Lemes de. Correlação entre o número de semanas gestacionais e a incapacidade funcional relacionada a dor lombar em gestantes. 2017. 18 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Estatística) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/23789-
dc.description.abstractJUSTIFICATION AND OBJECTIVES: In the gestational period several physiological changes and biomechanical adjustments occur, resulting in changes in the various systems of the body, and may lead to dysfunctions such as low back pain. The objective of this study was to evaluate the correlation between the number of gestational weeks and the functional disability related to low back pain in pregnant women. METHOD: This cross-sectional study was carried out with 29 pregnant women attended in the Physical Therapy Sector in Women's Health of the Federal University of Uberlândia. All the pregnant women were evaluated before the beginning of the physiotherapeutic intervention. The Oswestry Disability Index questionnaire, for the assessment of functional disability related to low back pain and the number of gestational weeks was determined by the medical record in the Pregnant Woman's Record according to the date of the last menstrual period. The Pearson correlation test was applied to evaluate the correlation between the low back pain-related disability and the number of gestational weeks of the pregnant women. RESULTS: No statistically significant correlation was observed between gestational week values and lumbar pain-related disability questionnaire values (p = 0,26). CONCLUSION: The present study did not observe a correlation between gestational age and lumbar pain related disability in pregnant women.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectGestantept_BR
dc.subjectDor lombarpt_BR
dc.subjectIdade gestacionalpt_BR
dc.subjectIncapacidade funcionalpt_BR
dc.titleCorrelação entre o número de semanas gestacionais e a incapacidade funcional relacionada a dor lombar em gestantes.pt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisor1Baldon, Vanessa Santos Pereira-
dc.contributor.advisor1LattesNão possuo.pt_BR
dc.contributor.referee1Bernardes, Ana Paula Magalhães Resende-
dc.contributor.referee2Dias, Nayara Toledo-
dc.creator.LattesNão possuo.pt_BR
dc.description.degreenameTrabalho de Conclusão de Curso (Graduação)pt_BR
dc.description.resumoJUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: No período gestacional ocorrem diversas alterações fisiológicas e adequações biomecânicas, resultando em alterações nos diversos sistemas do corpo, podendo levar a disfunções como a dor lombar gestacional. O objetivo deste estudo foi avaliar a correlação entre o número de semanas gestacionais e a incapacidade funcional relacionada a dor lombar em gestantes. MÉTODO: Trata-se de estudo transversal realizado com 29 gestantes atendidas no Setor de Estágio em Fisioterapia na Saúde da Mulher da Universidade Federal de Uberlândia. Todas as gestantes foram avaliadas antes do início da intervenção fisioterapêutica. Foi aplicado o questionário Índice de Incapacidade Oswestry, para avaliação da incapacidade funcional relacionada à dor lombar e o número de semanas gestacionais foi determinada pelo registro médico presente na Caderneta da Gestante de acordo com a data da última menstruação. Para avaliação da correlação entre a incapacidade relacionada a dor lombar e o número de semanas gestacionais das gestantes foi aplicado o teste de correlação de Pearson. RESULTADOS: Não foi observado uma correlação estatisticamente significativa entre os valores das semanas gestacionais e os valores do questionário de incapacidade relacionada a dor lombar (p=0,26). CONCLUSÃO: O presente estudo não observou correlação entre a idade gestacional e a incapacidade relacionada a dor lombar em gestantes.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.courseFisioterapiapt_BR
dc.sizeorduration18pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDEpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONALpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINApt_BR
Appears in Collections:TCC - Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CorrelacaoNumeroSemanas.pdf413.81 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.