Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19077
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorDyonísio, Gláucia-
dc.date.accessioned2017-07-10T11:38:22Z-
dc.date.available2017-07-10T11:38:22Z-
dc.date.issued2008-
dc.identifier.citationDYONÍSIO, Gláucia. Oito rodadas de Pif Paf: imprensa alternativa e regime militar. 2008. 70 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19077-
dc.descriptionPalavras-chave criadas pelo pesquisador do Projeto PROGRAD/DIREN/UFU 2016-2017 Historiografia e pesquisa discente: as monografias dos graduandos em História da UFU.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPif Pafpt_BR
dc.subjectO Cruzeiropt_BR
dc.subjectRegime militarpt_BR
dc.titleOito rodadas de Pif Paf: imprensa alternativa e regime militarpt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisor1Paranhos, Kátia Rodrigues-
dc.contributor.referee1Lehmkuhl, Luciene-
dc.contributor.referee2Ribeiro Júnior, Florisvaldo Paulo-
dc.description.degreenameTrabalho de Conclusão de Curso (Graduação)pt_BR
dc.description.resumoEste trabalho tem como objetivo principal abordar, através da revista Pif Paf, a experiência da imprensa alternativa disseminada entre 1964 e 1980 no país que teve como traço comum a oposição a arbitrariedade do regime militar, que pôs fim ao governo de João Goulart no dia 1º de abril de 1964 através de um golpe de estado. Os alternativos se inseriram na luta contra a ditadura, reorganizando políticas e ideias das esquerdas e rearticulando militantes políticos, intelectuais e jornalistas que discordavam da atitude conformista da grande imprensa ou daqueles que nela não mais conseguiam trabalho. Por excelência, o discurso alternativo se opunha ao discurso oficial e por isso, fora considerado inimigo pela Doutrina de Segurança Nacional. O primeiro desses jornais foi lançado em 21 de maio de 1964. O Pif Paf, oriundo de uma seção de Millôr Fernandes na revista O Cruzeiro, apesar de sua efemeridade, influenciou decisivamente alternativos posteriores. Mas a apreensão do oitavo número foi o pretexto para que Millôr, responsável pela edição da mesma, pressionado e cansado, fechasse a revista em 27 de agosto de 1964.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.courseHistóriapt_BR
dc.sizeorduration70pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIApt_BR
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
OitoRodadasPif.pdfTCC12.94 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.