Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17986
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorFrança, Jorge Alfredo Luiz-
dc.date.accessioned2017-02-08T16:16:47Z-
dc.date.available2017-02-08T16:16:47Z-
dc.date.issued2016-08-27-
dc.identifier.citationFRANÇA, Jorge Alfredo Luiz. Caracterização de gotas e risco potencial de deriva de aplicações de produtos fitossanitários. 65 f. 2016. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17986-
dc.description.abstractThe knowledge of the spectrum and drops speed is of paramount importance for a successful application of pesticides through a hydraulic spray, with good spray deposition on target and minimal damage to the environment. One of the most common technique for drift reduction has been the use of air induction nozzles, however, their behavior is not yet fully known due to the inclusion of air bubbles in its interior. Thus, the objective of this study was to evaluate the spectrum, the speed, the potential risk of drift and the amount of included air in drops generated by different spray nozzles with and without air induction, adding adjuvant to spray or not, on different operating conditions. Two experiments were conducted. The first experiment was conducted in a completely randomized design, with five replications, in a factorial 2 x 3 x 3 (two nozzles, three flow rates and three operating pressures). The second experiment was carried out in a completely randomized design, with five replications, in a factorial 2 x 2 (two spray nozzles and spray with and without mineral oil). The spectrum of the population of drops and the fall speed was determined directly, using a real time drops analyzer, which uses high resolution images for the analysis. The equipment VisiSize D30 (Oxford Lasers Imaging Division, England) was used in this study. The potential drift risk was evaluated by means of a wind tunnel. Spray nozzles with air induction by the manufacturers Teejet®, Hypro® and Magnojet® produced drops with a greater DMV than spray nozzles without air induction, and these increases ranged from 56.66; 63.31 to 128.61%, respectively. Pressure rise resulted in further reduction of the volumetric median diameter (DMV) as well as the relative amplitude and increase the average drops speed. The velocity of the drops presented little variation between the spray nozzles with and without air induction with the same pressure and flow rate, however, spray nozzles with larger flow rates produce drops with higher speeds. In general, the addition of mineral oil resulted in an increase in the drops velocity, reduced drift and a more homogeneous droplet spectrum. There is an inverse correlation between drift potential and the DMV of the drops generated, which indicates that it can be used to predict the behavior of potential drift.pt_BR
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológicopt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAgronomiapt_BR
dc.subjectMecanização agrícolapt_BR
dc.subjectPulverizaçãopt_BR
dc.subjectDefensivos vegetaispt_BR
dc.subjectTecnologia de aplicaçãopt_BR
dc.subjectAgricultural mechanizationpt_BR
dc.subjectApplication technologypt_BR
dc.subjectSpraypt_BR
dc.titleCaracterização de gotas e risco potencial de deriva de aplicações de produtos fitossanitáriospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-co1Antuniassi, Ulisses Rocha-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4767614J6pt_BR
dc.contributor.advisor1Cunha, João Paulo Arantes Rodrigues da-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4709766Y4pt_BR
dc.contributor.referee1Benett, Cleiton Gredson Sabin-
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4536469Z6pt_BR
dc.contributor.referee2Bueno, Mariana Rodrigues-
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4170059D1pt_BR
dc.contributor.referee3Gonçalves, Wagner Santos-
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4236547D1pt_BR
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4479007E5pt_BR
dc.description.degreenameDissertação (Mestrado)pt_BR
dc.description.resumoO conhecimento do espectro e da velocidade de gotas é de fundamental importância para se obter sucesso numa aplicação de produtos fitossanitários por meio da pulverização hidráulica, para que haja boa deposição de calda no alvo e mínimas perdas para o ambiente. Técnica comum para redução de deriva tem sido o uso de pontas de indução de ar, no entanto, seu comportamento ainda não é totalmente conhecido em função da inclusão de bolhas de ar em seu interior. Dessa forma, o objetivo neste trabalho foi avaliar o espectro, a velocidade e o risco potencial de deriva de gotas geradas por diferentes pontas de pulverização com e sem indução de ar, adicionando-se ou não adjuvante à calda, em diferentes condições operacionais. Foram realizados dois experimentos: O primeiro foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, com cinco repetições, no esquema fatorial 2 x 3 x 3 (duas pontas de pulverização, três vazões e três pressões de operação); O segundo experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, com cinco repetições, no esquema fatorial 2 x 2 (duas pontas de pulverização e calda com e sem óleo mineral). O espectro da população de gotas e a velocidade de queda foram determinados de forma direta, utilizando-se, para tanto, um analisador de gotas em tempo real, baseado na análise de imagens de alta resolução. O equipamento VisiSize D30 (Oxford Lasers Imaging Division, England) foi empregado para tal fim. O risco potencial de deriva foi avaliado por meio de um túnel de vento. Pontas de pulverização com indução de ar dos fabricantes Teejet®, Hypro® e Magnojet® produziram gotas com diâmetro da mediana volumétrica (DMV) maior que pontas sem a indução de ar, os aumentos verificados foram de 56,66; 63,31 e 128,61%, respectivamente. Acréscimos de pressão proporcionaram redução do DMV e da amplitude relativa e aumento da velocidade média das gotas. A velocidade das gotas apresenta pouca variação entre as pontas com e sem indução de ar com mesma vazão e pressão, no entanto, pontas com maiores vazões produzem gotas com maiores velocidades. De forma geral, a adição de óleo mineral provocou aumento na velocidade das gotas, redução de deriva e espectro de gotas mais homogêneo. Verificou-se correlação inversa entre o potencial de deriva e o DMV das gotas geradas, fato que indica que este parâmetro pode ser usado para prever o comportamento do risco de derivapt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Agronomiapt_BR
dc.sizeorduration65pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIApt_BR
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CaracterizacaoGotasRisco.pdfDissertação11.35 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.