Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17568
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSilva, Melissa Mariana Ferreira-
dc.date.accessioned2016-07-27T18:38:16Z-
dc.date.available2016-07-27T18:38:16Z-
dc.date.issued2016-03-09-
dc.identifier.citationSILVA, Melissa Mariana Ferreira. Estimativa da poluição emitida pelos ônibus das linhas troncais da cidade de Uberlândia, MG. 2016. 78 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17568-
dc.description.abstractThe transport of people and goods contributes to the deterioration of the environment in urban areas because of the generation of pollution, such as, air, noise, soil, water or visual degradation. The heavy vehicles that use diesel as fuel are mainly responsible for the emission of nitrogen oxides (NOx) and particulate matter (PM), contributing to participation of the transport sector in air pollution. In addition, there is emission of Greenhouse Gas (GHG) whose main component is carbon dioxide (CO2). In most major cities, public transportation is often considered as a less polluting alternative compared to the private vehicle, in view of the potential to reduce, per passenger, the emissions of GHG and air pollutants. The study area was the city of Uberlândia and the objects of study were the trunk lines of the Sistema Integrado de Transporte (SIT). The emissions of NOx, PM and CO2 were estimated through the bottom-up approach which used the route of each bus line and also fuel consumption obtained through simulation from the TSIS software. The software has some result limitations, there are no report about the emission of pollutants by bus, and it is not able to change specifications for the fuel used by the fleet. The results obtained through calculations of pollutants and GHG emission by the bottom-up approach show that the emission is higher when using fuel comsuption obtained in simulation than using distance. For the results considering fuel and distance there was a reduction in emissions comparing ethanol and diesel.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Ubelândiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEngenharia civilpt_BR
dc.subjectTransportes coletivospt_BR
dc.subjectTransporte urbano - Aspectos ambientais - Uberlândiapt_BR
dc.subjectTransporte urbano - Uberlândiapt_BR
dc.subjectTransporte coletivo por ônibuspt_BR
dc.subjectEmissão de poluentespt_BR
dc.subjectTSISpt_BR
dc.subjectSimulaçãopt_BR
dc.subjectUberlândiapt_BR
dc.subjectPublic transportation by buspt_BR
dc.subjectPollutant’s emissionspt_BR
dc.subjectSimulationpt_BR
dc.titleEstimativa da poluição emitida pelos ônibus das linhas troncais da cidade de Uberlândia, MGpt_BR
dc.title.alternativeEstimation of pollution emitted by buses in trunk lines of the city of Uberlândia, MGpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Sorratini, José Aparecido-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4799794Y5pt_BR
dc.contributor.referee1Silva, Gustavo Peixoto-
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4786253D4pt_BR
dc.contributor.referee2Alamy Filho, José Eduardo-
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4703201Y9pt_BR
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4499891Z9pt_BR
dc.date.defense2016-03-09-
dc.description.degreenameDissertação (Mestrado)pt_BR
dc.description.resumoO transporte de pessoas e de mercadorias contribui na deterioração do meio ambiente nos centros urbanos, associado à geração de alguma forma de poluição, seja atmosférica, sonora, do solo e da água ou intrusão visual. Os veículos pesados, que utilizam óleo diesel como combustível, são os principais responsáveis pela emissão de óxidos de nitrogênio (NOx) e material particulado (MP), contribuindo para a participação do setor de transportes na poluição atmosférica. Além disso, há a emissão de Gases do Efeito Estufa (GEE) e o seu principal componente, o dióxido de carbono (CO2). Na maioria das grandes cidades, o transporte coletivo por ônibus é muitas vezes considerado uma alternativa menos poluente comparada aos veículos particulares, tendo em vista o potencial de reduzir, por passageiro, as emissões de GEE e poluentes atmosféricos. A área de estudo foi a cidade de Uberlândia e os objetos de estudo foram as linhas troncais do Sistema Integrado de Transporte (SIT). Foram quantificadas as emissões de NOx, MP e CO2 por meio da abordagem bottom-up em que foi utilizado o trajeto de cada linha de ônibus e também o consumo de combustível obtido por meio de simulação no software TSIS. O software possui algumas limitações quanto aos resultados e não informa no relatório a emissão de poluentes por ônibus, além de não se poder alterar especificações quanto ao combustível utilizado na frota. Com os resultados obtidos nos cálculos de emissões de poluentes e GEE pela abordagem bottom-up observou-se que, ao utilizar o consumo de combustível obtido em simulação, a emissão resultou maior que ao utilizar a distância. Conclui-se, também, que levando em conta os combustíveis e as distâncias percorridas há uma redução nas emissões ao se utilizar o etanol quando comparadas ao óleo diesel.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Engenharia Civilpt_BR
dc.sizeorduration78pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA CIVILpt_BR
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstimativaPoluicaoEmitida.pdfDissertação12.45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.