Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17278
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSilva, Kélia Luzia Ananías Bianco
dc.date.accessioned2016-06-22T18:48:12Z-
dc.date.available2007-12-17
dc.date.available2016-06-22T18:48:12Z-
dc.date.issued2007-08-06
dc.identifier.citationSILVA, Kélia Luzia Ananías Bianco. Impacto dos valores organizacionais e da satisfação no trabalho na intenção de rotatividade. 2007. 199 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17278-
dc.description.abstractThe main goal of this study has been to investigate the prediction relationships between organizational values, satisfaction at work and turnover intention. Additionally, the predictive power of the organizational values on the satisfaction at work has been investigated, having identified: the hierarchy of the organizational values, the workers satisfaction and dissatisfaction levels and their intention of leaving the organization. The study has been developed with 171 employees of two organizations from the food sector of Uberlândia, MG, who answered to the Organizational Values Profile Inventory, to the scales of Satisfaction at Work and Intention of Turnover and a questionnaire of social-demographic data. The answers have been codified in a spreadsheet of the program SPSS and submitted to descriptive statistics, test t of Student, to default variance analyses and multiple regression. The ANOVA results have revealed significant difference between the groups of values from both two organizations. The t of Student results have revealed different organizational values hierarchies for each organization. The results from the regression analyses have indicated that, for organization A, the model explained 42% of the total variance of the turnover intention (F=3,18, p<0,001), being the value Concern with collectivity (Beta = -0,51, t = -2.46, p <0,05) and Dissatisfaction with the work overload (Beta = -0,30, t = -2,23, p <0,05) the significant and inverse predictors responsible for this explanation. For organization B, the model predicted 38% of the variance of the turnover intention (F=3,49, p <0,001); the accomplishment value has been the only significant and inverse predictor responsible for this explanation (Beta = -0,42, t = -2,35, p <0,05). Some organizational values predicted significantly some satisfaction and dissatisfaction factors. In organization A, values predicted significantly 20% of the satisfaction with support, but no value separately have been a significant predictor; values predicted significantly 25% of the total variance of the dissatisfaction with the leadership inadequacy and with the lack of opportunities. Conformity (Beta = 0,41, t = 2,46, p <0,05) and Domain have been the significant predictors (Beta = -0,51, t = -3,15, p <0,01); the values also predicted 28% of the variance of the dissatisfaction with the work overload (F=3,23, p <0,01), being Conformity the only responsible predictor for this explanation (Beta = -0,51, t = -2,08, p <0,05). In the organization B, values have been responsible for the explanation of 18% of the total explained variance of the satisfaction with the affectionate relationship (F = 2,29, p <0,05), but none of them separately has been responsible for this explanation. Values have predicted 16% of the satisfaction with the 14 professional recognition (F = 2,11, p <0,05) and only Concern with the collectivity has been a significant predictor (Beta = 0,40, t = 2,40, p <0,05); They have also predicted 18% of the total variance of dissatisfaction with the leadership inadequacy and with the lack of opportunities (F = 2,38, p <0,05) and Concern with the collectivity has been the only responsible predictor for this (Beta = -0,39, t = -2,41, p <0,05). The results have been discussed to the light of literature studies of the field and the conclusions have indicated the accomplishment of the main objective of this study, and have also pointed the need of other studies that might increase knowledge to the understanding of the relationship between the variables focused in this study.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectValores organizacionaispor
dc.subjectIntenção de rotatividadepor
dc.subjectOrganizational valueseng
dc.subjectOrganizational cultureeng
dc.subjectSatisfaction at workeng
dc.subjectTurnover intentioneng
dc.subjectSatisfação no trabalhopor
dc.subjectCultura organizacionalpor
dc.subjectComportamento organizacionalpor
dc.titleImpacto dos valores organizacionais e da satisfação no trabalho na intenção de rotatividadepor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor-co1Oliveira, Aurea de Fátima
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4762378D6por
dc.contributor.advisor1Martins, Maria do Carmo Fernandes
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4796983D5por
dc.contributor.referee1Porto, Juliana Barreiros
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4799193D3por
dc.contributor.referee2Coleta, José Augusto Dela
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783332Y6por
dc.contributor.referee3Gomide Junior, Sinésio
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4786920J6por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4758104E1por
dc.description.degreenameMestre em Psicologia Aplicadapor
dc.description.resumoO objetivo principal deste estudo foi investigar as relações de predição entre valores organizacionais, satisfação no trabalho e a intenção de rotatividade. Secundariamente, foi investigado o poder preditivo dos valores organizacionais sobre a satisfação no trabalho e identificados: a hierarquia dos valores organizacionais, os níveis de satisfação e de insatisfação dos trabalhadores e sua intenção em deixar a organização. O estudo foi desenvolvido com 171 empregados de duas organizações do ramo alimentício de Uberlândia, MG, que responderam ao Inventário de Perfis de Valores Organizacionais, às Escalas de Satisfação no Trabalho e de Intenção de Rotatividade e a um questionário de dados sóciodemográficos. As respostas foram codificadas numa planilha do programa SPSS e submetidas a estatísticas descritivas, teste t de Student, às análises de variância e de regressão múltipla padrão. Resultados da ANOVA revelaram diferença significante entre o conjunto de valores das duas organizações. Resultados do teste t de Student revelaram hierarquias de valores organizacionais diferentes para cada organização. Os resultados das análises de regressão indicaram que, para a organização A, o modelo explicou 42% da variância total da intenção de rotatividade (F=3,18, p<0,001), sendo o valor Preocupação com a coletividade (Beta = -0,51, t= -2.46, p<0,05) e a Insatisfação com a sobrecarga de trabalho (Beta= -0,30, t= -2,23, p<0,05) os preditores significantes e inversos responsáveis por esta explicação. Para a organização B, o modelo predisse 38% da variância da intenção de rotatividade (F=3,49, p<0,001); o valor de realização foi o único preditor significativo e inverso responsável por esta explicação (Beta= -0,42, t= -2,35, p<0,05). Alguns valores organizacionais predisseram significativamente alguns fatores de satisfação e de insatisfação. Na organização A, valores predisseram significativamente 20% da satisfação com o suporte, mas nenhum valor isoladamente foi preditor significante; valores predisseram significativamente 25% da variância total da insatisfação com a inadequação da chefia e com a falta de oportunidades. Conformidade (Beta= 0,41, t= 2,46, p< 0,05) e Domínio foram os preditores significantes (Beta= -0,51, t= -3,15, p< 0,01); valores predisseram ainda 28% da variância da insatisfação com a sobrecarga de trabalho (F=3,23, p<0,01), sendo Conformidade o único preditor responsável por esta explicação (Beta= -0,51, t= -2,08, p< 0,05). Na organização B, valores foram responsáveis pela explicação de 18% do total da variância explicada da satisfação com o relacionamento afetivo (F= 2,29, p<0,05), mas nenhum isoladamente foi responsável por esta explicação. Valores predisseram 16% da satisfação com o reconhecimento profissional (F= 12 2,11, p<0,05) e somente Preocupação com a coletividade foi preditor significante (Beta= 0,40, t= 2,40, p< 0,05); predisseram ainda 18% da variância total da insatisfação com a inadequação da chefia e com a falta de oportunidades (F= 2,38, p<0,05) e Preocupação com a coletividade foi o único preditor responsável por isto (Beta= -0,39, t= -2,41, p< 0,05). Os resultados foram discutidos à luz de estudos da literatura da área e as conclusões indicaram o alcance do objetivo principal deste estudo, além de sinalizar a necessidade de outros estudos que podem acrescentar conhecimento à compreensão do relacionamento entre as variáveis focalizadas neste estudo.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Psicologiapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIApor
dc.publisher.departmentCiências Humanaspor
dc.publisher.initialsUFUpor
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KLABSilvaDISPRT.pdf831.27 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.