Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17107
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorOliveira, Shimênia Vieira de
dc.date.accessioned2016-06-22T18:47:53Z-
dc.date.available2011-02-10
dc.date.available2016-06-22T18:47:53Z-
dc.date.issued2010-07-09
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Shimênia Vieira de. Return of children, a setting: between adoption s fantasy and fractured linking. 2010. 129 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17107-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectPsicanálisepor
dc.subjectAdoçãopor
dc.subjectDevoluçãopor
dc.subjectVínculo afetivopor
dc.subjectReturneng
dc.subjectAdoptioneng
dc.subjectFamily bondingeng
dc.subjectPsychoanalysiseng
dc.titleDevolução de crianças, uma configuração: entre a fantasia da adoção e a vinculação fraturadapor
dc.title.alternativeReturn of children, a setting: between adoption s fantasy and fractured linkingeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Neves, Anamaria Silva
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4721856D6por
dc.contributor.referee1Serralha, Conceição Aparecida
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4778910H2por
dc.contributor.referee2Loffredo, Ana Maria
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780577T3por
dc.description.degreenameMestre em Psicologia Aplicadapor
dc.description.resumoA devolução de crianças está inserida em um contexto de produções acadêmicas ainda escassas e constitui um tabu para a sociedade de maneira geral. Este trabalho teve como objetivo central abordar a devolução da criança Ana, devolvida pelos pretensos pais à adoção. Elementos de vinculação afetiva embasaram a análise da história da criança que, abandonada pela família biológica, foi abrigada, ficou sob guarda de um casal que a devolveu, vivenciou outro abrigamento e, ao final, foi adotada. Os objetivos específicos envolveram a investigação sobre a dimensão subjetiva dessa criança a partir de uma série de rupturas de vínculos, apreendendo aspectos da fragilidade da família biológica e compreendendo as significações produzidas pela família pretendente à adoção. As entrevistas abertas, impulsionadas por uma questão disparadora, foram dirigidas a onze participantes (os pais biológicos de Ana, os pais que a devolveram, os pais que a adotaram, a juíza, a assistente social, a psicóloga, a cuidadora e o coordenador do abrigo) em entrevistas individuais e grupais, estas últimas em relação ao casal pretendente que devolveu a criança e ao casal que adotou. O referencial psicanalítico, com o método interpretativo - elemento estruturante da escuta - amparou a análise dos fenômenos, organizada sob a forma de contos. A devolução, mobilizada por conflitos inconscientes dos pais pretendentes à adoção, aconteceu em um contexto de negação, delimitando um campo de violência e rejeição, fazendo emergir a suposta filha, Ana-Anita, um estranho familiar. No cenário institucional, a devolução revelou, sintomaticamente, profissionais resistentes à escuta da subjetividade dos fenômenos familiares. A devolução, vivenciada contratransferencialmente nesta pesquisa, sinalizou para o caos da impotência, do abandono e da falta como elementos inerentes à organização do universo simbólico dos sujeitos envolvidos neste processo.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Psicologiapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIApor
dc.publisher.departmentCiências Humanaspor
dc.publisher.initialsUFUpor
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Shimenia.pdf1.31 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.