Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16326
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSantos, Carlos Meneses de Sousa
dc.date.accessioned2016-06-22T18:45:35Z-
dc.date.available2015-04-23
dc.date.available2016-06-22T18:45:35Z-
dc.date.issued2015-02-16
dc.identifier.citationSANTOS, Carlos Meneses de Sousa. Trabalhadores em movimento: horizontes abertos em Marechal Cândido Rondon-PR segunda metade do século XX e início do século XXI. 2015. 168 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16326-
dc.description.abstractThis work shows presences and images of the social movement of the workers, being such movement outlined in an action universe marked by experiences not always clearly associable, even though they have shared a class condition that has no difficulties in their characterization. By highlighting aspects of this common condition, firmed in conduits and assessments of persons who have arrived and/or have departed the territory of Marechal Cândido Rondon-PR in the temporality that comprises the second half of the twentieth century and early twenty-first century have emerged elements of differentiations the more varied, sometimes because they are not necessarily contemporary, sometimes by turn away in terms of interests and values. As from that plot, I treated of the horizons that were opened in dynamics that revealed workers in conducts from resignation apparent, as much as of reticent confrontations. Considering the field of relations been living ordinarily by these subjects. So, I put in the focus of the reflection the weightings and conjectures elaborated by the workers themselves, perceiving ambiguities and controversies in their daily procedures. For this purpose, I utilized materials like newspaper reporting (registered in the press media and radio), and interviews with workers, besides criminal and labor lawsuits. This documentation was thought as historical sources, reflected as from the possibility of to evidence the materiality, the terms and senses of its production, something relevant to take as the reference the actions and the intentions of the subjects that have constituted to or that were involved and/or referred to.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectTrabalhadorespor
dc.subjectMovimentação socialpor
dc.subjectCondição de classepor
dc.subjectWorkerseng
dc.subjectSocial movementeng
dc.subjectClass conditioneng
dc.subjectHistória socialpor
dc.subjectMovimento trabalhista - Brasil - Históriapor
dc.subjectTrabalhadores - Marechal Cândido Rondon - Históriapor
dc.titleTrabalhadores em movimento: horizontes abertos em Marechal Cândido Rondon-PR segunda metade do século XX e início do século XXIpor
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Almeida, Paulo Roberto de
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4529607U2por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4742971U9por
dc.description.degreenameDoutor em Históriapor
dc.description.resumoEste trabalho evidencia presenças e imagens da movimentação social de trabalhadores, sendo que tal movimentação foi delineada em um universo de ação pautado por experiências nem sempre claramente associáveis, apesar de compartilharem uma condição de classe que não encontra dificuldades para sua caracterização. Ao destacar aspectos dessa condição comum, firmadas em condutas e avaliações de sujeitos que chegaram e/ou partiram do território de Marechal Cândido Rondon-PR na temporalidade que compreende a segunda metade do século XX e início do século XXI , emergiram elementos de diferenciações os mais variados, ora por não serem necessariamente contemporâneos, ora por se afastarem em termos de interesses e valores. A partir dessa trama, tratei dos horizontes que foram abertos em dinâmicas que revelaram trabalhadores em condutas de aparentes resignações, tanto quanto de confrontações reticentes. Isso tendo em vista o campo de relações vivido ordinariamente por esses sujeitos. Portanto, coloquei no foco da reflexão ponderações e conjecturas elaboradas pelos próprios trabalhadores, percebendo ambiguidades e controvérsias em seus trâmites diários. Para tanto, utilizei-me de materiais como reportagens jornalísticas (registradas em suportes impressos e radiofônicos) e entrevistas com trabalhadores, além de processos criminais e trabalhistas. Essa documentação foi pensada enquanto fontes históricas, repercutida a partir da possibilidade de evidenciar a materialidade, os termos e os sentidos de sua produção, algo relevante ao ter como referência as ações e as intencionalidades dos sujeitos que os constituíram ou que neles foram envolvidos e/ou referidos.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Históriapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIApor
dc.publisher.departmentCiências Humanaspor
dc.publisher.initialsUFUpor
Appears in Collections:TESE - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TrabalhadoresMovimentoHorizontes.pdf2.16 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.