Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16282
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorGolovaty, Ricardo Vidal
dc.date.accessioned2016-06-22T18:45:22Z-
dc.date.available2010-04-08
dc.date.available2016-06-22T18:45:22Z-
dc.date.issued2010-02-21
dc.identifier.citationGOLOVATY, Ricardo Vidal. O elogio da mediocridade: percursos de Amadeu Amaral (☼1875 1929☼2009). 2010. 334 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16282-
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAmadeu Amaralpor
dc.subjectHistória e literaturapor
dc.subjectPerformancepor
dc.subjectHistória socialpor
dc.subjectAmaral, Amadeu, 1875-1929 - O elogio da mediocridade - Crítica e interpretaçãopor
dc.subjectLiteratura e históriapor
dc.subjectBrasil - História - 1920por
dc.titleO elogio da mediocridade: percursos de Amadeu Amaral (☼1875 1929☼2009)por
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Seixas, Jacy Alves de
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4721443P5por
dc.contributor.referee1Araújo, Joana Luiza Muylaert de
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787849P4por
dc.contributor.referee2Cerasoli, Josianne Francia
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4795581D6por
dc.contributor.referee3Camilotti, Virgínia Célia
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4713667H9por
dc.contributor.referee4Bresciani, Maria Stella Martins
dc.contributor.referee4Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780007U7por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4756179H7por
dc.description.degreenameDoutor em Históriapor
dc.description.resumoO elogio da mediocridade por Amadeu Amaral (􀂐1875 1929􀂐2009) constitui estrada a projetos literários e políticos dos anos 1920 e seus arredores. Pelo elogio da mediocridade Amadeu Amaral elaborou uma performance de instituição literária, política e ética. O elogio da mediocridade perpassa todas as linguagens que o escritor labutou e lutou: prosa e poesia, crítica literária, ensaios políticos, estudos folclóricos. Foi nessa chave de leitura que tramei a minha metodologia: cruzando os diferentes escritos/linguagens de Amadeu Amaral pude contrapô-los à cadeia histórica da sua recepção crítica, dos seus contemporâneos aos meus contemporâneos. Desdobrado este método em tese historiográfica, encontrei no estudo de Amadeu Amaral questionamentos sobre alguns lugares-comuns ou heranças historiográficas da literatura e política brasileiras, tais como as noções de república velha , pré-modernismo , modernismo e regionalismo do período 1889-1929. E dado que ao historiador cabe buscar o presente do passado tentei ao máximo ser fiel às performances do autor: elogiando a mediocridade no sentido daquilo que o é almejei traçar algumas rotas alternativas. Uma nova oportunidade a Amadeu Amaral, para ele f(r)aturar tais heranças ou lugares-comuns. Deixo então ao leitor o convite a também f(r)aturar. Esta tese.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Históriapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIApor
dc.publisher.departmentCiências Humanaspor
dc.publisher.initialsUFUpor
Appears in Collections:TESE - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ricardo.pdf1.45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.