Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13558
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMiranda, Maria Inês Cunha-
dc.date.accessioned2016-06-22T18:35:24Z-
dc.date.available2013-07-19-
dc.date.available2016-06-22T18:35:24Z-
dc.date.issued2013-02-15-
dc.identifier.citationMIRANDA, Maria Inês Cunha. Padrão de especialização e saldo comercial da China com Estados Unidos, Europa e Ásia no início do Século XXI. 2013. 149 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13558-
dc.description.abstractThe rise of China has been providing various effects on developed and developing countries, particularly its Asian neighbors which compete in third markets, such as the U.S., Europe and Japan this sense, the present study aimed to analyze the pattern of Chinese trade with two different groups of countries: the Asian neighbors (Asian Tigers and Dragons) and developed countries (United States, Europe and Japan) during the 2000s. To this end, this paper adopts the methodology of second breakdown of trade technological intensity proposed by Lall (2000). Furthermore, to analyze the intensity of trade between these economies as well as potential threats over their Chinese business partners close, we calculated the following indicators of trade: Trade Intensity Index (TII), Trade Orientation Index (TOI) , Intra-Industry Trade Index (ICII), Index Of Revealed Comparative Advantage (RCA), and, finally, the Contribution To The Balance Index (ICS). The main result achieved is the existence of China\'s trade patterns differ for each group of countries, according to the type of expertise of each partner.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectCrescimento econômicopor
dc.subjectInserção externapor
dc.subjectExportaçõespor
dc.subjectChinapor
dc.subjectEconomic growtheng
dc.subjectExternal insertioneng
dc.subjectExportseng
dc.subjectChina Condições econômicaspor
dc.subjectExportação - Chinapor
dc.subjectRelações econômicas internacionaispor
dc.titlePadrão de especialização e saldo comercial da China com Estados Unidos, Europa e Ásia no início do Século XXIpor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Xavier, Clesio Lourenco-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728156A3por
dc.contributor.referee1Avellar, Ana Paula Macedo de-
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4769259J8por
dc.contributor.referee2Hiratuka, Célio-
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4790534Z8por
dc.contributor.referee3Ortega, Antonio César-
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787472E6por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4322928E1por
dc.description.degreenameMestre em Economiapor
dc.description.resumoA ascensão chinesa vem proporcionando diversos efeitos sobre os países desenvolvidos e em desenvolvimento, em especial os seus vizinhos asiáticos os quais competem em terceiros mercados, tais como Estados Unidos, Europa e Japão. Nesse sentido, o presente trabalho visa analisar o padrão de comércio chinês diferenciado com dois grupos de países: os seus vizinhos asiáticos (Dragões e Tigres Asiáticos) e os países desenvolvidos (Estados Unidos, Europa e Japão) durante a década de 2000. Para isso, o presente trabalho adota a Metodologia de desagregação dos fluxos comerciais segundo intensidade tecnológica proposta por Lall (2000). Ademais, para analisar intensidade de comércio entre essas economias assim como as ameaças potenciais chinesas sobre os seus parceiros comerciais próximas, calculou-se os seguintes indicadores de comércio: Índice de Intensidade de Comércio (IIC), Índice de Orientação de Comércio (IOC), Índice de Comércio Intraindustrial (ICII), Índice de Vantagens Comparativas Reveladas (VCR), e, por fim, o Índice de Contribuição ao Saldo (ICS). O principal resultado alcançado é a existência de padrões de comércio da China diferentes para cada grupo de países, de acordo com o tipo de especialização de cada parceiro.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Economiapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApor
dc.publisher.departmentCiências Sociais Aplicadaspor
dc.publisher.initialsUFUpor
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Ines.pdf954.3 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.