Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21434
Tipo do documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Título: Efeito antitumoral in vitro de complexos de cobre(II) em células tumorais de colo de útero
Autor(es): Verardo, Camila Vieira
Primeiro orientador: Cardoso, Rone
Primeiro coorientador: Ávila, Veridiana de Melo Rodrigues
Primeiro membro da banca: Lopes, Daiana Silva
Segundo membro da banca: Polloni, Lorena
Resumo: O câncer de colo de útero é frequente na população feminina. Estimativas apontaram que para o ano de 2017, haveria uma incidência de 7,9% de novos casos de câncer de colo de útero no Brasil. Pesquisas voltadas para o desenvolvimento de novos medicamentos antitumorais tornam-se relevantes a medida que os tratamentos convencionais apresentam efeitos adversos graves. Para tanto, os complexos metálicos vêm sendo estudados como alternativas promissoras na terapia do câncer. Neste trabalho, foram avaliados três complexos de cobre(II) e ácido quináldico associados aos ligantes fenantrolina (C7), bipiridina (C8) e ácido quináldico (C9) e os ligantes isolados em linhagens celulares de câncer de colo de útero e células endoteliais de veia umbilical humana. Foi analisado a capacidade citotóxica dos complexos e dos ligantes e, para os complexos que apresentaram melhor toxicidade celular foram conduzidos os ensaios de antiproliferação celular, mecanismo de morte e inibição da adesão da linhagem tumoral testada. O complexo C9 não apresentou efeitos significativos de citotoxicidade. Os complexos C7 e C8 apresentaram citotoxicidade significativa apenas nas células tumorais e quanto ao ensaio de antiproliferação celular, ambos foram capazes de inibir a proliferação dessas células. Ainda sobre o complexo C7, observou-se capacidade de morte celular por apoptose e de inibição da adesão das células tumorais. Os ligantes isolados não apresentaram citotoxicidade relevante.
Abstract: The cervical cancer is frequent on feminine population. Estimative appoints in 2017, incidence of 7,9% of new cervical cancer in women in Brazil. Researchers for the development of new antitumor property medicines is relevant as long as the conventional treatments show outrageous side effects. Therefore, the metal complexes are getting relevant as alternative and promising cancer therapy. On this work, were evaluated three complexes of copper(II) and quinaldic acid and associated to ligands phenanthroline (C7), bipyridine (C8) and quinaldic acid (C9) and their isolated ligands in cervical cancer cell lineages and human umbilical vein endothelial cells. It was analyzed complexes’ and ligands’ cytotoxic capacity and the complexes which presented better cellular toxicity were tested with cellular antiproliferation, death mechanism and tumor lineage adhesion assays. The C9 complex didn’t show any significative cytotoxicity effects. The complexes C7 and C8 showed significant toxicity only to tumor cells and for anti-proliferation cell essay, both were capable to stop proliferation on that kind of cell. The complex C7 showed capacity to activate the cell apoptosis and inactivate the cellular attachment on cancer cell line. The chemical compounds isolated did not showed any relevant cytotoxic activities.
Palavras-chave: Câncer
Complexo de cobre(II)
Colo de útero
Fenantrolina
Bipiridina
Ácido quináldico
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Editora: Universidade Federal de Uberlândia
Citação: VERARDO, Camila Vieira. Efeito antitumoral in vitro de complexos de cobre(II) em células tumorais de colo de útero. 2017. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21434
Data de defesa/publicação: 20-Dez-2017
Aparece nas coleções:TCC - Biotecnologia (Uberlândia)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Efeito antitumoral in vitro.pdf1.35 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.