Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19043
Tipo do documento: Tese
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Título: De Portugal ao Brasil: a trajetória histórica do ensino superior de Contabilidade (1940-1985): concepções e tendências relativas aos aspectos de formação dos profissionais em contabilidade
Autor(es): Silva, Marli Auxiliadora da
Primeiro orientador: Quillici Neto, Armindo
Primeiro membro da banca: Ribeiro, Betânia de Oliveira Laterza
Segundo membro da banca: Leal, Edvalda Araújo
Terceiro membro da banca: Fernandes, Ana Lúcia Cunha
Quarto membro da banca: Araújo, Adriana Maria Procópio de
Resumo: Investigou-se, neste estudo, o contexto histórico do processo de institucionalização dos cursos superiores de ciências contábeis, em Portugal e no Brasil, apresentando as concepções e tendências relativas aos aspectos de formação profissional. É um estudo comparado que se insere no campo de estudo da História do Ensino Superior e Instituições Escolares, cujo recorte temporal abrange o período de 1940 a 1985. No Brasil, a regulamentação e inclusão do ensino de contabilidade, em nível superior, data de 1945, sendo a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), instituição brasileira investigada, a precursora desse ensino, desde 1946. Em Portugal, o Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa (ISCAL) foi a primeira instituição a ministrar, em 1975, o bacharelato em contabilidade, quando o curso de contabilista foi reestruturado. Com relação ao processo de criação e consolidação do curso e de ambas as instituições verificou-se a influência de determinismos políticos e econômicos que marcariam a identidade dos cursos e de seus egressos. Confirmou-se que o currículo era o instrumento para disseminação do conteúdo e, também para a formação profissional nos moldes exigidos pela cultura capitalista vigente. Na FEA-USP, o currículo adotado nos anos iniciais reflete a determinação legal de 1945 e apresenta a força política que caracterizaria a IES ao longo dos anos, devido à inserção de cátedras privilegiando, por exemplo, saberes relativos à área de Administração, cujo curso fora aprovado, mas não instituído. A partir da década de 1970, em ambas as IES, a concepção de ensino derivada do currículo baseado na escola norte-americana apresenta uma tendência reprodutivista e tecnicista, que marca em nível mundial, o ensino de contabilidade.
Abstract: In this study it was investigated the historical context of the institutionalization process of undergraduation courses in accounting, either in Portugal and Brazil, with the conceptions and trends relating to aspects of professional training. It is a comparative study which falls within the field of study of the History of Undergraduation and Scholars Institutions, whose time frame covers the period from 1940 to 1985. In Brazil, the regulation and inclusion of accounting education at an undergrad level, from 1945 being the College of Economics, Business Administration and Accounting of the University of São Paulo (FEA-USP), brazilian IES investigated, the precursor of this teaching, since 1946. In Portugal, the Institute of Accounting and Administration of Lisbon (ISCAL) was the first institution to minister in 1975, a bachelor's degree in accounting, when the accountant course has been restructured. Regarding the course and IES process of creation and consolidation, it was found the influence of political and economic determinisms that would mark the identity of the courses and their egressed students. It was confirmed that the curriculum was the instrument for dissemination of content and also for professional training as is required by existing capitalist culture. In FEA-USP, the curriculum adopted in the early years reflects the legal requirement from 1945 and presents the political force that characterize the IES, over the years, while were inserted chairs privileging, for example, knowledge regarding Administrative area, which course was approved, but not established. From the 1970s, in both IES, the concept of education - derived from the curriculum based on the North American school - presents a reproductivist and technicalities trendthat marks worldwide, the accounting education.
Palavras-chave: Educação
Ensino superior
Ciências Contábeis - Currículo
Contabilidade - Estudo e ensino (Superior)
Formação profissional
Undergraduation education
Accounting
Professional training
Curriculum
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editora: Universidade Federal de Uberlândia
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação
Citação: SILVA, Marli Auxiliadora da. De Portugal ao Brasil: a trajetória histórica do ensino superior de Contabilidade (1940-1985): concepções e tendências relativas aos aspectos de formação dos profissionais em contabilidade. 2015. 208 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015. Disponível em : https://doi.org/10.14393/ufu.te.2015.67.
Identificador do documento: https://doi.org/10.14393/ufu.te.2015.67
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19043
Data de defesa: 6-Mai-2015
Aparece nas coleções:TESE - Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PortugalBrasilTrajetoria.pdfTese8.58 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.