Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18095
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-0941-3501
Tipo do documento: Tese
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Título: A Formação das alfabetizadoras do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba – histórias construídas nas teses e dissertações - 1946 a 1979
Autor(es): Lima, Michelle Castro
Primeiro orientador: Santos, Sônia Maria dos
Primeiro membro da banca: Carvalho, Luciana Beatriz de Oliveira Bar de
Segundo membro da banca: Borges, Vilmar José
Terceiro membro da banca: Ribeiro, Betânia de Oliveira Laterza
Quarto membro da banca: Quillici Neto, Armindo
Resumo: Esta pesquisa exploratória e bibliográfica foi realizada a partir da seleção e análise de 5 teses e 15 dissertações que abordam a formação de professores para atuar na alfabetização no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba no período de 1946 a 1979. Buscou-se, nos menores indícios, analisar a formação de professoras da Escola Normal e do Magistério e a relação entre a feminização e o exercício do magistério. Foram escolhidas como categoria de análise a formação de professores alfabetizadores, a feminização do magistério e a influência da igreja na formação das alfabetizadoras. Para o desenvolvimento deste estudo utilizou-se como embasamento teórico-metodológico a Nova História Cultural, utilizando os trabalhos de mestrado e doutorado como fonte e objeto para a construção da pesquisa. Dentro dessa concepção historiográfica, compreendemos que analisar a formação de professoras alfabetizadoras se faz necessário a partir da investigação a respeito da cultura, representação e imaginário, pois os indivíduos dão sentido ao mundo por meio dessa representação. Neste contexto teórico, após a análise dos trabalhos selecionados, percebe-se a relevância deste trabalho que se estabelece como um estudo que irá contribuir com uma discussão a respeito da presença marcante das mulheres nas salas de alfabetização no período de 1946 a 1979 no sentido de elucidar também o papel da Igreja Católica na formação da professora primária e dos pretestos que direcionavam as mulheres para o magistério. A partir da análise das pesquisas evidenciamos que a escolha pelo magistério não foi motivada por um desejo, um dom ou um sonho em ser professora. As normalistas foram direcionadas para esta profissão em decorrência de elementos como: o desejo familiar, a falta de condições financeiras e uma imposição moral a partir dos valores cristãos divulgados pela Igreja Católica que associavam a paciência, a doçura, a maternidade, o respeito aos princípios católicos com o imaginário da alfabetizadora.
Abstract: This exploratory and bibliographic research was realized from the selection and analysis of 5 thesis and 15 dissertations that discuss the female teacher’s formation to act in literacy at Triângulo Mineiro and Alto Paranaíba, in the period of 1946 to 1979. We pursued, in the minors indications, analyze the formation of female teachers of Normal School and Teaching, and the relation between the feminization and the teaching profession. Formation of literacy teachers, the feminization of teaching and the influence of church in the formation of female literacy, were chosen as evaluation category. We used as theoretical methodological basis for the development of the study, the New Cultural History, using the dissertations and thesis as source and object to construct the study. Inside this historiographic conception, we realized that analyze the formation of female literacy is necessary from the investigation about the culture, representation and imaginary, so the individuals give sense to the world through this representation. In this theoretical context, after the analyzes of the selected works, we detected the importance of this work which set itself as a study which will contribute with a discussion about the strong presence of women in literacy classrooms in the period of 1946 to 1979 in the sense of elucidate also the role of Catholic Church in the formation of primary school teachers and pretexts that directed the women to the teaching. From the analyzes of the researches we evinced that the chosen for the teaching wasn’t justified from a desire, a gift or a dream in becoming a teacher. The female students were directed to the profession because of elements as: family desire, lack of financial conditions and moral order from the Christian values released by the Catholic Church, which associated the patience, the sweetness, the maternity, the respect to the catholic values with the imaginary of the female literacy.
Palavras-chave: Educação
Professores alfabetizadores - Formação
Professoras - Formação
Igreja Católica
Formação de alfabetizadoras
Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba
Feminização do Magistério
Igreja Católica
Literacy Formation
Triângulo Mineiro and Alto Paranaíba
Feminization of Teaching
Catholic Church
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editora: Universidade Federal de Uberlândia
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação
Citação: LIMA, Michelle Castro. A Formação das alfabetizadoras do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba – histórias construídas nas teses e dissertações – 1946 a 1979. 2016. 181 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.14393/ufu.te.2016.125
Identificador do documento: https://doi.org/10.14393/ufu.te.2016.125
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18095
Data de defesa/publicação: 30-Ago-2016
Aparece nas coleções:TESE - Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FormacaoAlfabetizadorasTriangulo.pdfDissertação2.24 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.