Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16894
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-0941-3501
Tipo do documento: Dissertação
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Título: Detecção de HPV (Papiloma vírus humano) em carcinoma epidermóide bucal: estudo caso-controle
Autor(es): Reis, Taís Alves dos
Primeiro orientador: Loyola, Adriano Mota
Primeiro coorientador: Goulart Filho, Luiz Ricardo
Primeiro membro da banca: Cardoso, Sergio Vitorino
Segundo membro da banca: Sousa, Suzana Cantanhede Orsini Machado de
Resumo: O câncer bucal é uma das neoplasias malignas mais comuns na região de cabeça e pescoço, possuindo alta incidência na população, sendo responsável por altas taxas de óbitos. Exposição aos produtos do fumo e álcool tem sido considerada a maior causa de seu desenvolvimento. Todavia, algumas evidências apontam para o fato de que o Papilomavirus Humano (HPV) pode atuar na sua gênese e progressão. O objetivo deste trabalho foi verificar a freqüência e os tipos de HPV em casos de carcinomas epidermóides bucais (CEB) e verificar sua associação com a doença. Foi realizado um estudo do tipo caso-controle, a partir de 50 casos de CEB diagnosticados e tratados na Universidade Federal de Uberlândia, e um grupo controle de 150 pacientes sem câncer, pareados a partir de sexo e idade dos pacientes casos. Para identificação e avaliação da freqüência do HPV nos diferentes grupos, utilizouse a técnica de Nested-PCR (Reação em Cadeia Polimerase, tipo Nested) para identificação e tipagem do DNA viral. A reação foi desenvolvida com a utilização primers degenerados MY09/MY11, seguidos da tipagem dos HPV por meio de primers de tipagem combinados em oito kits multiplex, possibilitando a identificação e tipagem de 40 tipos de HPV. Os resultados mostraram que a amostra de CEB apresentou uma relação homem:mulher de 2,8:1, com um pico de casos para pacientes na sétima década de vida. A freqüência do HPV nos casos foi de 22% (11 amostras) e de 9,3% nos controles (14 amostras). Os tipos identificados nos casos de CEB foram 16 e 31 (alto risco) e 6, 44, 54 e 55 (baixo risco); nos pacientes do grupo controle foram encontrados os tipos 33, 35, 45, 52, 62, 66 (alto risco) e 42 (baixo risco). A análise univariada mostrou associação somente entre HPV, exposição ao fumo e ao álcool e o câncer bucal. Todavia, a regressão logística evidenciou uma associação direta entre exposição ao álcool e o câncer. Nenhuma associação estatisticamente significativa foi observada entre idade, sexo, exposição aos produtos de fumo e álcool, localização das lesões (orofaringe e outras), estadiamento dos CEB e a presença de HPV. Estes dados permitiram concluir que o desenvolvimento do câncer bucal não parece estar associado à presença do HPV.
Abstract: Oral cancer is one of the most common neoplasia in head and neck region, presenting high incidence in population and being responsible for high rates of deaths. Exposure to the products of tobacco and alcohol has been considered the major cause for the development of this disease. Though, some evidences indicate that Human Papillomavirus (HPV) can act in its genesis and progression. The objective of this work was to verify the frequency and the types of HPV in cases of oral squamous cell carcinomas and to verify its association with the disease. We accomplished a case-control study using 50 samples of squamous cell carcinomas that were diagnosed and treated in Federal University of Uberlândia, and a control group of 150 patients without cancer, matching from sex and age of the case patients. For identification and evaluation of the frequency of HPV in the different groups, the technique of Nested-PCR was used (Polimerase Chain Reaction, type Nested) for identification and typing of viral DNA. The reaction was developed using consensus primers MY09/MY11, following by the HPV typing through primers combined in eight multiplex kits, making possible the identification and typing of 40 types of HPV. The results showed that the sample of squamous cell carcinoma presented a relationship man:homan of 2,8:1, with a pick of cases for patients in the seventh decade of life. The frequency of HPV in cases was 22,0% (11 samples) and 9,3% in the controls (14 samples). The identified types in cases of squamous cell carcinoma were 16 and 31 (high risk) and 6, 44, 54 and 55 (low risk); in the patients of the control group were found types 33, 35, 45, 52, 62, 66 (high risk) and 42 (low risk). The univariate analysis showed association only among oral cancer and HPV and exposure to tobacco and alcohol. Though, the logistic regression evidenced a direct association among exposure to alcohol and cancer. No association was observed among age, sex, exposure to the products of tobacco and alcohol, location of the lesions (oropharynx and other), clinical stage of squamous cell carcinoma and the presence of HPV. These data allowed the conclusion that the development of oral cancer doesn't seem to be associated to the presence of HPV.
Palavras-chave: Boca - Câncer
Cabeça - Câncer
Pescoço - Câncer
Vírus do papiloma
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editora: Universidade Federal de Uberlândia
Sigla da instituição: UFU
Departamento: Ciências da Saúde
Programa: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Citação: REIS, Taís Alves dos. Detecção de HPV (Papiloma vírus humano) em carcinoma epidermóide bucal: estudo caso-controle. 2009. 106 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16894
Data de defesa/publicação: 14-Ago-2009
Aparece nas coleções:DISSERTAÇÃO - Odontologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DeteccaoHPV.pdf1.29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.