Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12755
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Avaliação transversal da qualidade de vida em portadores de esclerose múltipla por meio de um instrumento genérico (SF-36)
metadata.dc.creator: Morales, Rogério de Rizo
metadata.dc.contributor.advisor1: Jorge, Miguel Tanús
metadata.dc.description.resumo: A esclerose múltipla (EM) é uma doença crônica que pode ter efeitos profundos na vida dos pacientes. O Expanded Disability Status Scale (EDSS) ainda é o instrumento mais utilizado como medida de evolução de incapacidade na EM, mas não é capaz de determinar outros efeitos da doença na qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS). Um dos instrumentos mais usados para medir conceitos gerais de saúde é o Medical Outcome Study 36-Item Short-Form Health Survey (SF-36). Sua versão brasileira ainda não foi utilizada em portadores de EM. Este estudo tem como objetivos verificar as propriedades psicométricas da versão brasileira do SF-36 e avaliar a QVRS em portadores de EM da cidade de Uberlândia por meio deste instrumento. O SF-36 foi aplicado em 23 portadores de EM e em 69 doadores de sangue na cidade de Uberlândia. O EDSS foi aplicado no grupo de portadores durante exame neurológico à entrevista. Confiabilidade e validade do SF-36 foram determinadas. Foram comparados os escores médios dos domínios do SF-36 entre os grupos de portadores e controle, entre os portadores com EDSS < 3,5 e os controles, e os portadores com EDSS < 3,5 e > 4,0. Correlações entre aspectos clínicos da doença e escores do SF-36 foram medidas. O SF- 36 se mostrou confiável e válido para a avaliação da QVRS em EM. Os portadores de EM apresentaram escores mais baixos em todos os domínios do SF-36 que a população geral, principalmente nos domínios de função física (p<0,05). Portadores com EDSS < 3,5 também pontuaram menos em todos os domínios que o grupo controle (p<0,05). Pacientes com escores de EDSS &#8804; 3,5 apresentaram maiores escores nos domínios capacidade física, dor, estado geral da saúde e vitalidade que os pacientes com EDSS &#8805; 4,0 (p<0,05). Não houve correlação da duração da doença e do tempo de diagnóstico com os domínios e componentes do SF-36. Sintomas depressivos e intolerância ao calor mostraram correlação com domínios e componentes do SF-36. Concluindo, a versão brasileira do SF-36 é válida para avaliar a QVRS em portadores de EM. A doença provoca um impacto negativo significante em todos os domínios do SF-36, comparados à população geral, mesmo nas fases de menor incapacidade. Escores físicos diminuem com a progressão do EDSS, mas os escores mentais e sociais são baixos nos estágios iniciais, refletindo o impacto psicológico do diagnóstico de EM, e se mantém relativamente estáveis com a progressão da doença.
Abstract: Multiple sclerosis (MS) is a chronic disease which may exert significant effects on the lives of patients. The Kurtzke Expanded Disability Status Scale (EDSS) remains the most widely used outcome measure in MS, despite its limitations. The use of healthrelated quality of life (HRQoL) as outcome measure has been increasing in the last years, with development and utilization of several instruments. One of most utilized is the Medical Outcome Study 36-Item Short-Form Health Survey (SF-36), a generic measure utilized for general population and for many diseases, including MS. The goals of this study are to assess psychometric properties of SF-36 (Brazilian version) in MS patients, and measure HRQoL in MS patients in the city of Uberlândia, state of Minas Gerais, Brazil. HRQoL was measured in 23 MS patients and in 40 subjects of general population (blood donors) in Uberlândia, using the Brazilian version of the SF-36. EDSS score was assigned by neurologic examination at the time of interview. Reliability and validity of SF-36 were assessed. Mean scores of SF-36 domains in general and MS patient groups, general and MS patient subgroup with EDSS < 3.5, and MS patients with EDSS < 3.5 e > 4.0 were compared. Correlations among clinical aspects of disease and SF-36 scores were assessed. The Brazilian version of SF-36 is reliable and valid for use in MS patients. MS patients show lower scores in all SF-36 scales than do the general population, principally in physical function domains (p<0.05). Patients with EDSS scores < 3.5 also show lower scores in all SF-36 scales than control group. The patients with EDSS scores < 3.5 have higher mean scores in physical functioning, bodily pain, general health and energy/vitality domains than do the patients with EDSS scores > 4.0 (p<0.05). There is no correlation among time of disease and time since diagnosis with SF-36 scores. Depressive symptoms and heat intolerance show correlation with SF-36 domains and components. In conclusion, the Brasilian version of SF-36 is valid to measure HRQoL in MS patients. MS patients have a significant negative impact on all HRQoL domains measured by SF-36, including mental and social domains, compared with general population, even in the stages with less disability. Physical SF-36 scales, but not mental and social scales, decrease with EDSS progression.
Keywords: Esclerose múltipla
Qualidade de vida
Qualidade de vida relacionada à saúde
Propriedades psicométricas
SF-36
Multiple sclerosis
Quality of life
Health-related quality of life
Psychometric properties
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: MORALES, Rogério de Rizo. Avaliação transversal da qualidade de vida em portadores de esclerose múltipla por meio de um instrumento genérico (SF-36). 2005. 96 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2005.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12755
Issue Date: 5-Jul-2005
Appears in Collections:PGCS - Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RRMoralesDISSPRT.pdf1.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.