Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28474
ORCID:  http://orcid.org/0000-0001-7013-5793
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Embargado
Title: Ativos intangíveis e sua relação com desempenho e gerenciamento de resultados: uma análise à luz da regionalidade
Alternate title (s): Intangible assets and their relationship with performance and earnings management
Author: Lopes, Fernanda Cristina Costa
First Advisor: Carvalho, Luciana
Summary: O tema recursos intangíveis vem sendo apreciado por gestores, investidores, acionistas, pesquisadores, entre outros, por sua possível influência na criação de valor e aumento de desempenho organizacional. Em vista disso, foram propostos neste estudo os seguintes objetivos: (a) analisar a relação entre intangibilidade e desempenho de empresas da América Latina; (b) verificar a relação entre intangibilidade e gerenciamento de resultados de empresas brasileiras e (c) investigar o panorama de intangibilidade na região do triângulo mineiro e alto paranaíba. Para a análise dos objetivos traçados, foram aplicados modelos de regressão múltipla com dados em painel e foram definidas três perspectivas de mensuração dos recursos intangíveis, até então não abordados conjuntamente em um único estudo: representatividade do ativo intangível, que se relaciona a natureza contábil da mensuração do intangível, grau de intangibilidade e Q de Tobin que se refere aos aspectos econômicos e financeiros da intangibilidade. Referente ao objetivo (a), o estudo abrangeu o período de 2011 a 2017 com uma amostra de 1.236 empresas de capital aberto localizadas nos países da América Latina, considerando Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru. Os resultados demonstraram a existência de relação entre intangibilidade e desempenho das empresas latino-americanas. Ademais, as relações se mostraram positivas entre as variáveis de intangibilidade, grau de intangibilidade e Q de Tobin, e as variáveis de desempenho, retorno sobre o ativo, margem operacional e giro do ativo, reforçando a hipótese de quanto maior o investimento no recurso intangível maior será o desempenho da empresa. Alusivo ao objetivo (b), a amostra compreendeu 350 companhias brasileiras de capital aberto no período de 2011 a 2018. Buscou-se complementar este estudo analisando ainda a influência do nível de competitividade da firma, qualidade da governança corporativa, concentração acionária, tamanho e alavancagem sobre o gerenciamento de resultados. Foi utilizado o modelo de Kang & Sivaramakrishnan (1995) como métrica de apuração do gerenciamento de resultados ou accruals discricionários. Os resultados revelaram uma relação significativa e negativa entre a representatividade do ativo intangível e o gerenciamento de resultados e entre alavancagem financeira e gerenciamento de resultados. Confirmou-se assim que empresas com maiores proporções de ativos intangíveis e mais “alavancadas” financeiramente apresentam menores indíces de gerenciamento de resultados e, consequentemente, maior qualidade da informação contábil. Pertinente à regionalidade, este estudo e seus resultados servem de suporte ao processo decisório das empresas do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba ao refletir a importância da intangibilidade frente ao desempenho organizacional e qualidade da informação contábil, uma vez que esta região se destaca pelo incentivo do governo do estado de Minas Gerais e pelos investimentos das corporações em recursos intangíveis, como inovação de produtos, inovação de processos, marcas e patentes.
Abstract: The theme “intangible assets” has been appreciated by investors, shareholders, managers, researchers, among others, for your possible influence on creating value and increase organizational performance. Therefore, the following objectives were proposed in this study: (a) to analyze the relationship between intangibility and performance of Latin America companies, (b) to verify the relationship between intangibility of earnings management of Brazilian companies and (c) investigate the panorama of intangibility in the region of the triangulo minierio e alto paranaiba. For analysis of the objectives, have been applied multiple regression models with panel data and were set three intangible resources measurement perspectives, hitherto addressed jointly in a single study: representativity of the intangible asset, accounting measure of intangible, degree of intangibility and Tobin’s Q, representing economic and financial measures to determine intangibility.. Regarding objective (a), the study covered the period from 2011 to 2017 with a sample of 1,236 publicly traded companies located in the countries of Latin America, whereas Argentina, Brazil, Chile, Colombia, Mexico and Peru. The results showed the existence of relationship between intangible assets and performance of Latin American companies. In addition, the relationships were positive between the intangibility variables, degree of intangibility and Tobin's Q, and the performance variables, return on assets, profit margin and assets turnover, reinforcing the hypothesis of the higher investment in intangible assets, the greater the performance of the company. Depicting the objective (b), the sample comprised 350 Brazilian companies publicly traded in the period from 2011 to 2018. To complement this study analyzing still the influence of the level of competitiveness of the company, quality of corporate governance, ownership concentration, size and leverage on earnings management. We used the model Kang & Sivaramakrishnan (1995) as determining the metric earnings management or discretionary accruals. The results found a significant negative relationship between the representativeness of the intangible assets and earnings management and between financial leverage and earnings management. Confirmed that companies with higher proportions of intangible assets and more "leveraged" financially feature smaller indexes earnings management and, consequently, higher quality of accounting information. Regarding regionality, this study and its results support the decision-making process of the Triangulo Mineiro and Alto Paranaiba companies by reflecting the importance of intangible assets in relation to company performance and the quality of accounting information, as this region stands out for its incentive from the Minas Gerais state government and for corporate investments in intangible resources such as product innovation, process innovation, trademarks and patents.
Keywords: Ativos Intangíveis
Intangible Assets
Desempenho
Performance
Gerenciamento de Resultados
Earnings Management
Qualidade da Informação Contábil
Quality of Accounting Information
Regionalidade
Regionality
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Administração
Quote: LOPES, Fernanda Cristina Costa. Ativos intangíveis e sua relação com desempenho e gerenciamento de resultados: uma análise à luz da regionalidade. 2019. 81 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2019.2561.
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2019.2561
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28474
Date of defense: 16-Dec-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AtivosIntangiveisRelacao.pdf
  Until 2021-12-16
dissertação785.72 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons