Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27288
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Suicídio, adolescência e contemporaneidade: um olhar psicanalítico
Alternate title (s): Suicide, adolescence and contemporaneity: a psychoanalytic look
Author: Pereira, Karen Alessandra Saldanha
First Advisor: Neves, Anamaria Silva
First member of the Committee: Lemos, Moisés Fernandes
Second member of the Committee: Paravidini, João Luiz Leitão
Summary: A presente pesquisa objetivou analisar as tentativas de suicídio entre adolescentes em suas articulações com a dinâmica familiar e a cena contemporânea. O suicídio entre adolescentes se configura como um problema grave, mas com frequência escamoteado, que explicita alguns aspectos da adolescência contemporânea, entre eles, uma precariedade simbólica que favorece saídas pelo ato. O trabalho, norteado pelo método e pela teoria psicanalítica, edifica-se ao redor dos atendimentos clínicos de Sara (17 anos) e de sessões com os pais dela. O ato emergiu como conceito balizador da análise do caso, permitindo pensar os movimentos que Sara utiliza diante da angústia, e que por vezes aproximam-se do acting out (quando assumem uma direção de demanda ao outro e de mostração do objeto causa do desejo) ou da passagem ao ato (quando parecem apontar para uma tentativa de saída de cena e separação brutal do desejo alheio). Percebeu-se também as repercussões subjetivas das vinculações familiares, dos afetos e das repetições que circulam entre as gerações. Com Sara também foi possível compreender as relações entre falta, sintoma e angústia, salientando-se como a quebra de ilusões e a ausência da falta deixam o sujeito entregue ao desamparo, sem rede para protegê-lo do encontro com a angústia. Por fim, coube analisar como o império das imagens incide sobre o sujeito sempre em construção, em especial, sobre os adolescentes, que enfrentam impasses intensos envolvendo sua imagem e sua relação com o outro. Desse modo, o presente trabalho ressalta os vínculos indissociáveis entre cultura, família e sujeito, com ênfase para o sujeito escravizado à sua imagem (e, consequentemente, ao olhar do outro) e no qual as barragens e operações simbólicas encontram-se fragilizadas. Essa cena contemporânea produz adolescentes cada vez mais entregues aos encontros frequentes com a angústia e sem recursos para manejá-la, tendendo a saídas pelo ato, saídas que muitas vezes levam ao suicídio.
Abstract: This study aimed to analyze suicide attempts among adolescents in their articulations with family dynamics and the contemporary scene. Suicide among adolescents is a serious problem, but often underreported, which makes explicit some aspects of contemporary adolescence, among them, a symbolic precariousness that favors exits through the act. The work, guided by psychoanalytic method and theory, is built around Sara's (17 years old) clinical appointments and sessions with her parents. The act emerged as a guiding concept of the analysis of the case, allowing us to think about the movements that Sara uses in the face of anguish, and that sometimes approach the acting out (when they assume the direction of demand to the other and showing of the object of desire) or the passage to the act (when they seem to point to an attempt to exit the scene and brutal separation from the desire of others). The subjective repercussions of family ties, affections and repetitions that circulate between generations were also perceived. With Sara it was also possible to understand the relationship between lack, symptom and anguish, emphasizing how the breakdown of illusions and the absence of lack leave the subject surrendered, without a network to protect him from the encounter with anguish. Finally, it was necessary to analyze how the empire of images affects the subject always under construction, especially adolescents, who face intense impasses involving their image and their relationship with the other. In this way, the present work highlights the inseparable links between culture, family and subject, with emphasis on the subject enslaved to his image (and, consequently, the gaze of the other) and in which the symbolic dams and operations are weakened. This contemporary scene produces teenagers who are increasingly given to frequent encounters with anguish and without the resources to handle it, tending to exits through the act that often lead to suicide.
Keywords: Adolescência
Ato
Suicídio
Contemporaneidade
Imagem
Adolescence
Act
Suicide
Contemporaneity
Image
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Quote: PEREIRA, Karen Alessandra Saldanha. Suicídio, adolescência e contemporaneidade: um olhar psicanalítico. 2019. 116 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia. 2019 Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.2132
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.2132
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27288
Date of defense: 7-Jun-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SuicídioAdolescênciaContemporaneidade.pdf1.07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons