Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25995
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Escolha de parceiro de determinado tamanho em Dydercus maurus Distant, 1901 (Hemiptera: Pirrhocoridae)
Author: Jorge, André de Sousa
First Advisor: Paula, Cecília Lomônaco de
First member of the Committee: Brandeburgo, Malcon Antônio Manfred
Second member of the Committee: Marçal Júnior, Oswaldo
Summary: Nesta pesquisa, verificaram-se os critérios para escolha de parceiros, quanto ao tamanho e simetria, por fêmeas de D. maurus, um inseto-praga responsável por sérios prejuízos econômicos nas culturas do algodão. A hipótese a ser testada supõe que fêmeas estariam escolhendo como parceiros machos maiores e mais simétricos. Foram montadas laminas de 25 machos solteiros e de 22 pares em copula, coletados na Fazenda Experimental Capim Branco (Uberlândia-MG), para a realização de medidas morfométricas. As medidas foram simplificadas pela Analise de Componentes Principais para obtenção de um índice multivariado de tamanho. Em seguida, estes índices foram comparados pela analise de variância (ANOVA) entre as categorias: macho e fêmea; macho solteiro e em cópula. Para confirmação da relação de tamanho entre machos e fêmeas, foram pesados 51 casais, coletados em diferentes locais e épocas. A assimetria individual de cada categoria foi comparada utilizando teste de Mann-Whitney. A ANOVA indicou diferenças significativas nos tamanhos entre machos e fêmeas, sendo estas maiores (F=40,63; p<0,001). Os resultados não apontam diferenças significativas entre os tamanhos de machos solteiros e casados (F=1,26; p=0,268). Entretanto, a razão media de 1,54 foi obtida entre os tamanhos de machos e fêmeas (t-0,001; p-0,999). Os resultados relativos aos pesos dos 51 casais corroboram a ocorrência de razão de tamanho entre machos e fêmeas (t=0,01; p=0,99). Não ha diferenças significativas na assimetria entre machos casados e solteiros ou entre machos e fêmeas para nenhum caráter analisado, o que indicou que fêmeas não parecem estar escolhendo preferencialmente machos maiores ou mais simétricos para acasalamento. Entretanto, fêmeas preferem se acasalar com machos com cerca de 87% de seu tamanho, o que pode ser considerado adaptativo visto que contribui para a eficácia do comportamento de conúbio.
Keywords: Inseto-praga
Seleção sexual
Tamanho
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: JORGE, André de Sousa. Escolha de parceiro de determinado tamanho em Dydercus maurus Distant, 1901 (Hemiptera: Pirrhocoridae). 22 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2004.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25995
Date of defense: 29-May-2004
Appears in Collections:TCC - Ciências Biológicas (Uberlândia)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EscolhaParceiroDeterminado.pdf687.25 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.