Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25932
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Criança não é adulto pequeno: abordagem jurídica da publicidade direcionada ao consumidor hipervulnerável infantil
Alternate title (s): Child is not a little adult: legal approach of advertising directed to vulnerable child consumer
Author: Castilho, Larissa Karolina Silva
First Advisor: Keila Pacheco Ferreira
First member of the Committee: Ferreira, Keila Pacheco
Second member of the Committee: Martins, Fernando Rodrigues
Third member of the Committee: Versiani, Rodrigo Luiz da Silva
Summary: A presente monografia tem por objetivo realizar uma abordagem jurídica acerca da publicidade direcionada ao consumidor infantil no ordenamento jurídico brasileiro. Isto, pois, nas últimas décadas o fenômeno publicitário vem priorizando em demasia o seu escopo persuasivo em detrimento do informativo, independentemente do público para o qual se direcione. O problema desta constatação é que, alguns consumidores podem ser considerados mais vulneráveis do que outros, como é o caso das crianças, uma vez que lhes é reconhecida a vulnerabilidade por ser a parte mais fraca na relação de consumo (art.4°, inc. I, CDC), e também devido as suas condições psíquicas e intelectuais (art.227, CF/88 e art. 3°, ECA/90). Para tanto, este trabalho analisa a publicidade e os seus efeitos quando voltada ao público infantil, tendo em vista a cultura do consumo(mismo) em que vivemos, o instituto da hipervulnerabilidade do consumidor mirim, e os principais instrumentos de regulamentação legal que tratam sobre a temática atualmente.
Abstract: The objective of the following monogragh is to provide a legal approach of advertising directed at children in the Brazilian legal system. Therefore, because of this, in the past few decades the phenomenon of marketing tools has been prioritizing in excess with its persuasive scope and reach to the detriment of the informer. Doing so, independently from the public for which it is directed to. The problem with this finding is that some consumers may be considered more vulnerable than others, such as children, since they are recognized as being the weakest contributors in relation to consumption, (art. I, CDC), and also because of their psychological and intellectual conditions (art. 227 , CF / 88 and art. 3 , ECA / 90). In order to do so, this paper analyzes advertising and its effects when they are aimed at the children´s target audience, considering the consumer culture(same) that we live in today, the institute of infant consumer hyper-vulnerability, and the main instruments of legal regulation that deal with the issue today.
Keywords: Abusividade
Abusiveness
Publicidade infantil
Children´s advertising
Consumidor mirim
Young consumer
Cultura do consumo(mismo)
Culture of consumption(same)
Hipervulnerabilidade
Hyper-vulnerability
Regulamentação legal
Legal regulation
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: CASTILHO, Larissa Karolina Silva. Criança não é adulto pequeno: abordagem jurídica da publicidade direcionada ao consumidor hipervulnerável infantil. 2019. 84 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Federal de Uberlândia, 2019.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25932
Date of defense: 24-Jul-2019
Appears in Collections:TCC - Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CriançaNãoAdulto.pdf1.27 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons