Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25725
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Aspectos histológicos de ovários e testículos de Leporinus macrocephalus Garavello & Britski, 1988 (Osteichthyes: Anostomidae), criados em viveiro de pscicultura
Author: Pereira, Karine Ambrósio
First Advisor: ilva, Noé Ribeiro da S
First coorientator: Silva, Marcos
First member of the Committee: Santos, Ana Alice Diniz
Summary: A espécie Leporinus macrocephalus é popularmente conhecida corno piauçu, espécie migratória, descrita da Bacia do Paraguai com indicações de ser uma espécie de ampla distribuição geográfica. As poucas investigações sobre a espécie em questão, relacionadas à reprodução sob o ponto de vista mais abrangente, incluindo estudos anatomo-histológicos, tipo de desova e do desenvolvimento gonadal ficaram evidentes nas pesquisas bibliográficas em bases informatizadas, nos dando conta da necessidade e importância das buscas de informações mais aprofundadas sobre o tema, relacionado à espécie preterida, pois como se sabe, não ocorre desova de peixes de piracema criados em viveiros. O presente trabalho tem como objetivo principal analisar aspectos anatõmicos e histológicos de ovários e testículos de Leporinus macrocephalus criados em viveiro de piscicultura, ao nível óptico, visando determinar os estágios de maturação gonadal de forma a indicar o momento ideal para a aplicação dos hormônios indutores da desova. Foram coletados 50 exemplares (20 machos e 30 fêmeas) de setembro/2001 a julho/2002, ao acaso, e coletadas a fresco pequenas fatias das gônadas direita e esquerda, posteriormente fixadas em liquido de Bouin aplicando-se técnicas de rotina para a inclusão em parafina e coloração em hematoxilina-eosina. Verificamos neste intervalo de tempo 5 estádios de maturação para as fêmeas e 4 estádios de maturação para machos de Leporinus macrocephalus. O momento ideal para a hipofisação se inicia no mês de dezembro e vai até o final de janeiro, momento em que os peixes encontram-se em estádio maduro, Neste período, foi observada nos machos uma estrutura proeminente na superfície do testículo repleta de espermatozóides que ainda não foi descrita em literatura. Em junho é iniciado o processo de atresia ovocitária. As observações feitas do ciclo ovariano desta espécie nos permitem concluir que seu tipo de desova é "sincrônico por grupos", ocasionando desova total.
Keywords: Aspectos histológicos
Leporinus macrocephalus
Piscicultura
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: PEREIRA, Karine Ambrósio. Aspectos histológicos de ovários e testículos de Leporinus macrocephalus Garavello & Britski, 1988 (Osteichthyes: Anostomidae), criados em viveiro de pscicultura. 16 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2003.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25725
Date of defense: 21-Jul-2003
Appears in Collections:TCC - Ciências Biológicas (Uberlândia)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AspectosHistologicosOvarios.pdf4.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.