Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/22499
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSouza, Darlan Machado de-
dc.date.accessioned2018-09-26T14:50:25Z-
dc.date.available2018-09-26T14:50:25Z-
dc.date.issued2018-08-20-
dc.identifier.citationSOUZA, Darlan Machado de. Influência da disposição de pinos depositados por soldagem cmt-pin em união híbrida metal-compósito. 2018. 99 f. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Uberlândia, MG, Brasil. Disponível em http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.1202pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/22499-
dc.description.abstractComposite materials, especially those of polymer matrix, are currently used in a wide range of industrial sectors, especially in the area of transport in which light structures are indispensable. Due to this reason and the coexistence of metal parts in these types of structures, this work aims to evaluate the performance of hybrid metal-composite joining in terms of the disposition (inclination and distribution) of pins deposited by CMT-PIN welding in comparison to adhesive bonding. Simple overlap joints were used, the metallic constituent being AISI 304 stainless steel plates and ER309LSI pins and the composite constituent formed by 15 layers of fiberglass fabric pre-impregnated with epoxy resin (7781-38″-F155). Pins with the shortest possible length and of the ball-head type were used, deposited in a group of 25 with three different inclinations (90°, 60° and 120°) in relation to the surface of the metal. Two deposition distributions were also considered, with the pins deposited with uniform spacing and in a concentrated manner at the edges of the joints. To evaluate the performance, a tensile shear test was used in joints in water-aged and not aged condition. As a way to evaluate the failure mode of the hybrid joints, real and thermal images were captured during the mechanical tests. The pins used for hybrid joining were able to significantly improve the shear performance of the metal-composite hybrid joints in terms of shear energy, maximum supported load and maximum and final (total) displacements, with water aging only attenuating the results. The disposition of the evaluated pins did not have, in general, any relevant effect, and the actual inclined pins (60 ° and 120 °) had adverse effects, which cancelled possible positive or negative consequences of the inclination. It was also verified that the presence of the pins avoids the catastrophic rupture of the metal-composite joints, providing a residual resistance coupled with the increase in the deformation capacity of the joint, without practically any significant increase in weight.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Embargadopt_BR
dc.subjectJuntas híbridaspt_BR
dc.subjectHybrid jointspt_BR
dc.subjectMetal-composite joiningpt_BR
dc.subjectCMT-PINpt_BR
dc.subjectWater agingpt_BR
dc.subjectEnvelhecimento hidrotérmicopt_BR
dc.subjectEngenharia mecânicapt_BR
dc.subjectSoldagempt_BR
dc.subjectMateriais compostospt_BR
dc.subjectAeronavespt_BR
dc.titleInfluência da disposição de pinos depositados por soldagem CMT-PIN em união híbrida metal-compósitopt_BR
dc.title.alternativeEffects of the disposition of pins deposited by CMT-PIN welding on metal-composite hybrid joiningpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-co1Botelho, Edson Cocchieri-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4378078337343660pt_BR
dc.contributor.advisor1Reis, Ruham Pablo-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6871774879330255pt_BR
dc.contributor.referee1Silva Junior, Washington Martins da-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2993173987424895pt_BR
dc.contributor.referee2Costa, Michelle Leali-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/1078989729628550pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6244460159822085pt_BR
dc.description.degreenameDissertação (Mestrado)pt_BR
dc.description.resumoMateriais compósitos, especialmente os de matriz polimérica, são atualmente utilizados nos mais diversos setores industriais, principalmente na área de transportes na qual estruturas leves são indispensáveis. Devido a este motivo e à coexistência de partes metálicas nestes tipos de estruturas, este trabalho visa avaliar o desempenho de união híbrida metal-compósito em termos da disposição (inclinação e distribuição) de pinos depositados por soldagem CMT-PIN em comparação a união apenas adesiva. Foram utilizadas juntas do tipo sobreposta simples, sendo o constituinte metálico em aço inoxidável AISI 304 para as chapas e ER309LSI para os pinos e o constituinte compósito formado por 15 camadas de tecido em fibra de vidro pré-impregnado com resina epóxi (7781-38″-F155). Foram utilizados pinos com o menor comprimento possível e do tipo cabeça abaulada, depositados em grupo de 25 com três inclinações diferentes (90°, 60° e 120°) em relação à superfície da chapa metálica. Considerou-se também duas distribuições de deposição, sendo os pinos depositados com espaçamento uniforme e de maneira concentrada nas bordas das juntas. Para avaliação de desempenho foi utilizado ensaio de cisalhamento por tração em juntas na condição envelhecida hidricamente e não envelhecida. Como forma de avaliar o modo de falha das juntas híbridas, foram capturadas imagens reais e térmicas durante a solicitação mecânica. Os pinos utilizados para a união híbrida foram capazes de melhorar significativamente o desempenho em cisalhamento das juntas metal-compósito em termos de energia de cisalhamento, carga máxima suportada e deslocamentos em carga máxima e final (total), com o envelhecimento hidrotérmico apenas atenuando os resultados. As formas de disposição dos pinos avaliadas não surtiram, no geral, efeito relevante, sendo que os pinos realmente inclinados (60° e 120°) tiveram efeitos adversos, o que anulou possíveis implicações positivas ou negativas da inclinação. Verificou-se também que a presença dos pinos evita o rompimento catastrófico das juntas metal-compósito, proporcionando uma resistência residual aliada ao aumento da capacidade de deformação da junta, isso, sem praticamente acréscimo significativo de peso.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Engenharia Mecânicapt_BR
dc.sizeorduration99pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA MECANICA::PROCESSOS DE FABRICACAO::PROCESSOS DE FABRICACAO, SELECAO ECONOMICApt_BR
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.1202pt_BR
dc.crossref.doibatchidpublicado no crossref antes da rotina xml-
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Engenharia Mecânica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EfeitosDisposiçãoPinos.pdf
  Until 2020-08-20
11.53 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.