Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/22400
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Impacto da dívida e da diversificação no desempenho das empresas brasileiras: um estudo sob a ótica da Teoria Baseada em Recursos, Teoria da Agência e Teoria dos Custos de Transação
Alternate title (s): Impact of debt and diversification on the performance of brazilian companies:a study under the Resource Based Theory, Agency Theory and Theory of Transaction Costs
Author: Silva, Valter Pereira
First Advisor: Pereira, Vinicius Silva
First member of the Committee: Penedo, Antonio Sérgio Torres
Second member of the Committee: Rosalem, Vagner
Third member of the Committee: Peixoto, Fernanda Maciel
Fourth member of the Committee: Zago, Ana Paula Pinheiro
Summary: Expandir seus produtos para diversas áreas de atuação ou restringir e focar seu portfólio em apenas uma carteira reduzida de produtos? Um questionamento que a acadêmicos e profissionais da área tem tentado responder. Visto isso, o presente trabalho contribui para tal discussão, tendo como tema a diversificação e sua relação com o endividamento e desempenho das empresas. A justificativa para se estudar essa relação, consiste nas controversas teóricas sobre o tema, presente em teorias importantes para o conhecimento administrativo. A Teoria dos Custos de Transação tem como abordagem a relação dos indivíduos em suas negociações, e quando um novo participante adentra em um mercado, o mesmo não tem um vasto conhecimento dele, possibilitando o oportunismo e elevação dos custos das transações, fazendo com que a empresa se endivide e reduza seu desempenho à medida que se diversifica. Já para a Teoria da Agência, existe uma tendência a elevar o endividamento da empresa para que limite as ações do gestor, reduzindo assim o conflito da agência, impossibilitando uma diversificação por parte do gestor, mas sendo recompensando por uma elevação do valor da empresa. Por fim a Teoria Baseada em Recursos possui uma terceira abordagem, na qual uma diversificação gera acesso a novos recursos, além dos financeiros, sendo possível por novos empréstimos, e a conglomeração dos recursos facilita o desenvolvimento de competências, e a sustentação de vantagens competitivas. Portanto o objetivo dessa dissertação é analisar a relação entre Dívida Bancária e Dívida de Obrigação com Diversificação de Mercado e Diversificação de Produto e Desempenho. Para entender essas relações optou-se por utilizar a Regressão Linear com Dados em Painel, sendo que para Diversificação de Mercado utiliza-se dados de nível de internacionalização da Fundação Dom Cabral, para Diversificação de Produto a quantidade de produtos segundo o Formulário de Referência das Empresas Listadas na B3, presente no site da Comissão de Valores Mobiliários. Foi realizado teste de Robustez com os dados, avaliando se as relações se alteram quando se substitui a variável Desempenho de Market to Book para Valor de Mercado e Q de Tobin. Outro ponto de contribuição para a discussão sobre o tema, consiste na utilização de metodologias para eliminar o problema de endogeneidade, utilizando para isso as variáveis independentes defasadas em um período com a dependente. Como resultados encontrados, observa-se uma relação positiva e significante entre Dívida Bancária e Dívida de Obrigação com Diversificação de Mercado, e quando confrontada as duas, a única que teve interferência estatisticamente significativa foi Dívida de Obrigação, estando assim relacionada com a Teoria Baseada em Recursos. Mas não se pode constatar uma relação entre Diversificação de Mercado com Desempenho, mesmo alterando a variável dependente, mostrando uma possível falha na conquista de mercados complementares, porém, quando defasada em um período as variáveis independentes consta-se a Dívida Bancária impacto positivamente o Desempenho, alinhando assim com a Teoria da Agência. Já para Diversificação de Produto não foi possível observar uma relação com Dívida de Obrigação e Dívida Bancária, podendo representar uma preferência da utilização de recursos internos, alinhando-se assim com a Teoria da Pecking Order, que aborda uma pirâmide de prioridades na captação de recursos financeiros, dando preferência para os internos. Mas quando confrontada a Diversificação de Produto com Desempenho, observa-se uma relação positivamente significativa, contribuindo assim para a Teoria Baseada em Recursos, vale constar que os resultados permanecem inalterados para o modelo sem endogeneidade, mas quando substituída a variável de desempenho para Valor de Mercado a Dívida de Obrigação passou a impactar Positivamente o Desempenho, negando a Peking Order e alinhando com a Teoria Baseada em Recursos. Conclui-se então que os resultados são tão variados quanto o número de teorias utilizadas pelos acadêmicos para representar a realidade.
Abstract: Expand your products to multiple areas of focus or narrow and focus your portfolio on only a small portfolio of products? A question that the academics and professionals of the area have tried to answer. Given this, the present work contributes to this discussion, having as its theme the diversification and its relation with the indebtedness and performance of the companies. The justification for studying this relationship consists of the theoretical controversies on the subject, present in important theories for administrative knowledge. The Transaction Costs Theory deals with the relationship of the individuals in their negotiations, and when a new participant enters a market, it does not have a vast knowledge of it, allowing the opportunism and elevation of the costs of the transactions, making the company is in debt and reduces its performance as it diversifies. For the Agency Theory, there is a tendency to increase the company's indebtedness so that it limits the actions of the manager, thus reducing the agency conflict, making it impossible for the manager to diversify, but rewarded being for a higher value of the company. Finally, Resource-Based Theory has a third approach, in which diversification generates access to new resources, in addition to financial ones, being possible through new loans, and the conglomeration of resources facilitates the development of competencies and the maintenance of competitive advantages. Therefore, the objective of this dissertation is to analyze the relationship between Debt Banking and Debt Obligation with Market Diversification and Product Diversification and Performance. In order to understand these relations, it was decided to use Linear Regression with Data in Panel, and for Market Diversification, Dom Cabral Foundation's internationalization level data is used for Product Diversification the quantity of products according to the Reference Form of the Companies Listed on B3, present on the website of the Brazilian Securities and Exchange Commission. A Robustness test was performed with the data, evaluating whether the relations change when replacing the Market to Book Performance for Market Value and Q of Tobin, A. Another contribution point for the discussion on the topic is the use of methodologies to eliminate the problem of endogeneity, using for this the independent variables lagged in a period with the dependent one. As a result, a positive and significant relationship observed was between Bank Debt and Market Debt Obligation Debt, and when faced with both, the only one that had statistically significant interference was Debt Obligation, thus related being to the Theory Based on Resources. But we can’t see a relationship between Market Diversification and Performance, even changing the dependent variable, showing a possible failure to achieve complementary markets, but when the independent variables lagged in a period, the Bank Debt positively impacts the Performance, thus aligning with Agency Theory. As for Product Diversification, it was not possible to observe a relationship with Debt Obligation and Bank Debt, which may represent a preference for the use of internal resources, thus aligning with the Pecking Order Theory, which addresses a pyramid of priorities in fundraising preference for inmates. But when confronted with Product Diversification with Performance, we observe a positively significant relation, thus contributing to the Theory Based on Resources, it is worth noting that the results remain unchanged for the model without endogeneity, but when the performance variable is substituted for Value of Market Debt Obligation started to positively impact Performance, denying Peking Order and aligning with the Resource Based Theory. We conclude that the results are as varied as the number of theories used by academics to represent reality.
Keywords: Diversificação
Diversification
Desempenho
Performance
Dívida
Debt
Teoria Baseada em Recursos
Resources Based Theory
Teoria dos Custos de Transação
Transaction Cost Theory
Teoria da Agência
Agency Theory
Administração
Empresas brasileiras - dívidas
Empresas brasileiras - desempenho
Empresas brasileiras - custos
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS::ADMINISTRACAO FINANCEIRA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Administração
Quote: SILVA, Valter Pereira. Impacto da dívida e da diversificação no desempenho das empresas brasileiras: um estudo sob a ótica da Teoria Baseada em Recursos, Teoria da Agência e Teoria dos Custos de Transação. Uberlândia. 2018. 73 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.549
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.549
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/22400
Date of defense: 4-Apr-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ImpactoDívidaDiversificação.pdf2.03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.