Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21295
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Embargado
Title: Diversidade e composição de plantas lenhosas em áreas de regeneração natural em campos de murundus
Alternate title (s): Diversity and composition of woody plants in areas of natural regeneration in murundus fields
Author: Santos, Ana Carolina Costa
First Advisor: Santos, Jean Carlos
First coorientator: Almeida, Wanessa Rejane de
First member of the Committee: Silingardi, Helena Maura Torezan
Second member of the Committee: Carneiro, Marco Antônio Alves
Summary: O bioma Cerrado tem enfrentado uma crise de biodiversidade, com a exploração intensa e descontrolada, contribuindo para a descaracterização desse bioma. Fitofisionomias umidas do cerrado, como os campos de murundus, são áreas mais sensíveis às perturbações geradas pela degradação ambiental. Dessa forma, este estudo buscou avaliar a composição de espécies vegetais e o processo de regeneração natural em áreas de campos de murundus que foram abandonadas a cerca de 20 anos. Para isso, foram estabalecidas 40 parcelas permanentes de 50x20 m em áreas de em regeneração e coletamos as plantas com diâmetro de altura do solo, medido a 30 cm do solo, maior ou igual a 1 cm e altura de 0,5 metros. Esta dissertação está dividida em dois capítulos, no primeiro capítulo, avaliamos a composição, história de vida, fitossociologia, endemismo e conservação de espécies de vegetação nas áreas de campos de murundus. Foram registrados 155 espécies, 69 gêneros e 38 famílias. A maioria das espécies encontradas são dispersas por animais. Não foram encontradas espécies endêmicas aos campos de murundus. E por fim, os parâmetros fitossociológicos coincidiram com os esperados para áreas em processo de regeneração. No segundo capítulo, quatro níveis de regeneração foram avaliados a fim de verificar a composição de espécies, averiguar a existência de diferentes níveis de regeneração, descrever os parâmetros fitossociológicos dessas áreas e verificar se existem diferenças na riqueza e abundância das espécies vegetais em gradientes de regeneração natural em campos de murundus, imersos em uma área de silvicultura. Observou-se que a composição de espécies difere entre os níveis de regeneração. Os valores de abundância de indivíduos e riqueza de espécies, também, diferem entre os níveis de regeneração. Os componentes de estrutura de comunidade, densidade, frequência e dominância relativa, variaram positivamente em relação ao nível de regeneração. As curvas de acumulação de espécies mostraram que ainda existe uma grande possibilidade de incremento no número de espécies, para todas as áreas. O ranking de abundância mostrou que os níveis mais basais de regeneração tiveram maior dominância de espécies abundantes, e os graus mais avançados obtiveram uma distribuição de espécies mais equilibrada. A ordenação por escalonamento dimensional não métrico mostrou que houve separação na composição taxonômica das espécies plantas entre os níveis de regeneração avaliados. Foram encontradas 33 espécies indicadoras de regeneração em apenas dois níveis de regeneração. Os dados aqui encontrados mostraram a importância de estudos sobre a composição florística e parâmetros fitossociológicos de áreas de regeneração em fitofisionomias de áreas úmidas, como os campos de murundus, e também, a importância da avaliação de áreas em processo de regeneração natural para a conservação de espécies vegetais.
Abstract: The Cerrado biome faces a biodiversity crisis, with intense and uncontrolled exploitation, contributed to the decharacterization of this biome. Humid phytophysiognomies of the cerrado, like the murundus fields, are very sensitive to the disturbances generated by environmental degradation. Thus, this study sought to evaluate a composition of plant species and natural regeneration process in areas of murundus fields that were abandoned about 20 years ago. We established 40 permanent plots of 50x20 m where all live shrub-arboreal plants with trunk diameter at the base of ≥ 1cm and height > 0.5 m were identified. This dissertation was divided in two chapters. The first chapter evaluated composition, life history, phytosociology, endemism and conservation of vegetation species in the areas of murundus fields. We recorded 155 species, 69 genera and 38 families. Animals disperse most of the species found. No endemic species were found in the murundus fields. Finally, the phytosociological parameters coincided with those expected for areas undergoing regeneration. The second chapter, evaluated four levels of regeneration in order to verify the composition of species, to verify the existence of different levels of regeneration, to describe the phytosociological parameters, specific areas and to verify if there is richness and abundance of the vegetal species in regeneration gradients in murundus fields, immersed in an area of sylviculture. We found that a species composition differs between regeneration levels. The values of abundance of individual and species richness differ between levels of regeneration. The community structure components, density, frequency and relative dominance, varied positively in relation to the level of regeneration. The curves of accumulation of species presented, there is still a great possibility of expansion, there are no number of species, for all areas. The ranking of abundance showed that the most basal levels of regeneration had greater dominance of abundant species, and the most advanced degrees obtained a more balanced distribution among species. The Nonmetric multidimensional scaling ordering showed that there was separation in the taxonomic composition of the plant species between the levels of regeneration. We found 33 indicator of regeneration species in only two levels of regeneration. The data here found showed the importance of studies on the floristic composition and phytosociology of regeneration areas in vegetation types of wetlands, such as murundus fields. In addition,is important one evaluation about areas in process of natural regeneration for conservation of vegetal species.
Keywords: Sucessão ecológica
Ecological sucessional
Silvicultura
Sylvivulture
Perturbação
Disturbance
Vegetação do cerrado
Cerrado vegetation
Cerrado
Cerrado
Pinus caribaea
Pinus caribaea
Fitofisionomia
Phytophysiognomy
Regeneração
Regeneration
Campos de murundus
Covoais
Ecologia
Ecology
Plantas dos cerrados
Cerrado plants
Florestas
Forest
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Quote: SANTOS, Ana Carolina Costa. Diversidade e composição de plantas lenhosas em áreas de regeneração natural em campos de murundus. 2018. 93 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2018.
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.1307
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21295
Date of defense: 22-Feb-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DiversidadeComposiçãoPlantas.pdf
  Until 2021-02-22
DiversidadeComposiçãoPlantas4.5 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.