Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16386
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSamora, Mariana Camin-
dc.date.accessioned2016-06-22T18:45:49Z-
dc.date.available2010-10-20-
dc.date.available2016-06-22T18:45:49Z-
dc.date.issued2010-08-27-
dc.identifier.citationSAMORA, Mariana Camin. Uma cidade se faz de sonho : entre o real e o ideal: memórias e experiências na paisagem urbana de Uberlândia/MG (2000- 2009). 2010. 152 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16386-
dc.description.abstractThis paper problematizes the social experiences lived by different workers in Uberlândia/MG considering some of the political intervention projects dedicated to reorganizing and making the city public areas more adequate, during the years of 2000 to 2009, more specifically, during the campaign Uberlândia without alms to prevent begging and the Project Olho Vivo - to prevent criminality. I analyse the lifestyle of a typical group of workers from Uberlândia beggars, flanelinhas , street salespeople, paper collectors and wagoners aiming to comprehend, not only how these subjects leave their traces on the city day by day, but mainly, how they reconstruct their values, meanings and expectations about surviving in Uberlândia. It s of vital value to investigate, via workers life stories, their way of seeing social relations without, however, losing sight of their daily struggle for the right to belong in the city, the tensions and resistances, the power relations, problematizing the ways their memories are elaborated throughout time. Amidst the scenario of conflicting relations, I prioritize the data analysis and daily happenings in the city, especially those narrated by the local press Jornal Correio as a way to perceive how the city of Uberlândia and its workers, as a consequence, are considered by the dominant class.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectCidadepor
dc.subjectTrabalhadorespor
dc.subjectRelações sociaispor
dc.subjectMemóriaspor
dc.subjectExperiênciaspor
dc.subjectHegemoniapor
dc.subjectEstratégias de classepor
dc.subjectCityeng
dc.subjectWorkerseng
dc.subjectSocial relationseng
dc.subjectMemorieseng
dc.subjectExperienceseng
dc.subjectHegemonyeng
dc.subjectClass strategyeng
dc.subjectUberlândia (MG) - Históriapor
dc.subjectUberlândia (MG) - Política socialpor
dc.subjectUberlândia (MG) - Condições sociaispor
dc.subjectTrabalhadores - Uberlândia (MG) - Históriapor
dc.subjectHistória socialpor
dc.titleUma cidade se faz de sonho : entre o real e o ideal: memórias e experiências na paisagem urbana de Uberlândia/MG (2000- 2009)por
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Barbosa, Marta Emísia Jacinto-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4700613U5por
dc.contributor.referee1Almeida, Paulo Roberto de-
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4529607U2por
dc.contributor.referee2Freitas, Sheille Soares de-
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4766087T2por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4215554H4por
dc.description.degreenameMestre em Históriapor
dc.description.resumoEste trabalho problematiza as experiências sociais vividas por diferentes trabalhadores na cidade de Uberlândia/MG a partir de alguns projetos de intervenção política voltados para adequação dos espaços sociais da cidade, no período compreendido entre os anos de 2000 a 2009, mais especificamente, a campanha Uberlândia sem Esmolas de combate à mendicância e o Projeto Olho Vivo de combate à criminalidade. Analiso os viveres de um conjunto de trabalhadores característicos de Uberlândia a saber, os mendigos, flanelinhas, vendedores ambulantes, catadores de papel, carroceiros e carrinheiros visando compreender, a partir das suas experiências, não somente como estes sujeitos deixam impressas suas marcas no cotidiano urbano da cidade, mas principalmente, como eles reconstroem valores, significados e expectativas sobre o que seja sobreviver em Uberlândia. Torna-se importante investigar, por meio dos relatos de vida destes trabalhadores, os modos como eles se vêem nas relações sociais sem, contudo, perder de vista a luta diária pelo direito de pertencer à cidade, as tensões e as resistências, as relações de poder e de força experimentadas, problematizando as maneiras como vão sendo elaboradas as memórias no processo histórico vivido. Em meio a este cenário de relações conflitantes, priorizo a análise de fatos e acontecimentos comuns ao dia-a-dia da cidade de Uberlândia narrados, principalmente, pelo olhar da imprensa local a saber, o Jornal Correio como forma de perceber como a cidade de Uberlândia e, consequentemente, seus trabalhadores são encarados pela classe dominante.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Históriapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIApor
dc.publisher.departmentCiências Humanaspor
dc.publisher.initialsUFUpor
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Mariana.pdf1.45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.