Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13886
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorGoulart, Fabiano de Moura
dc.date.accessioned2016-06-22T18:36:22Z-
dc.date.available2012-10-05
dc.date.available2016-06-22T18:36:22Z-
dc.date.issued2012-04-27
dc.identifier.citationGOULART, Fabiano de Moura. Radiodifusão educativa no ensino superior: TV Educativa da Universidade Federal de Uberlândia - percepções e perspectivas. 2012. 141 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13886-
dc.description.abstractThis study aimed both to describe and analyze qualitatively the trajectory of the University Television from Universidade Federal de Uberlândia (TVU) in the period 1996-2011. In this way, we conducted a survey and documentary literature in order to assess, in light of historical and dialectical materialism, which the social impact of TVU in reality. The historical analysis of the regulatory framework of broadcasting and the public policy Brazilian study applied to University TV in higher education showed that these are not satisfactorily fulfilling their constitutional purposes. Among others difficulties, this fact must be: the lack of public resources specifically designed to meet their duties; interference of market interests, lack of both understanding of the institutional role and importance within the university administrations, and significant resistance from faculty employment and educational use of communication technologies. It was observed that, these difficulties were also experienced by TVU, since its inception in 1988, as a concession of the State to Fundação Rádio e Televisão Educativa de Uberlândia (UFU contracted with). In these context, the representation of managers and content producers who worked on TVU, in the period 1996-2010, showed that they have always lived with these difficulties, despite the Federal Government to promote national debates and a National Communication Conference (in 2008) that included University TVs. Among others things, these debates have ratified a sense of the progressive sectors of society, related to the need to establish a new regulatory framework for educational broadcasting in the country. An analysis of opinion polls conducted by committees of UFU own assessment revealed that between 2001 and 2005 only 8% of the community attended TVU in search of institutional information, and that 54% of teachers considered \"poor to fair\" services communication offered. In 2010, through a methodology that established a cut of frequency equal to or greater than 70%, TVU appeared only in the category of technical and administrative staff, with a frequency of 73%. In this manner it is crucial ensure the existence of the University TV. To this end, we suggest a broadening of the debate about its institutional role as an instrument of counter-hegemonic formation and diffusion of knowledge and expertise, and ensure budget allocation, with public funds as a way of overcoming its financial difficulties and structural chronic.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectRadiodifusão educativapor
dc.subjectTV Universitáriapor
dc.subjectEducação superiorpor
dc.subjectTelevisão na educaçãopor
dc.subjectEnsino superiorpor
dc.subjectEducational broadcastingeng
dc.subjectUniversity TVeng
dc.subjectHigher educationeng
dc.subjectTelevision in educationeng
dc.subjectHigher educationeng
dc.subjectRadiodifusão educativapor
dc.subjectTelevisão na educaçãopor
dc.subjectEnsino superior - Uberlândia (MG)por
dc.subjectComunicação - Políticas públicaspor
dc.titleRadiodifusão educativa no ensino superior: TV Educativa da Universidade Federal de Uberlândia - percepções e perspectivaspor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Palafox, Gabriel Humberto Muñoz
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4767727Y1por
dc.contributor.referee1Santos, Adriana Cristina Omena dos
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4707907U6por
dc.contributor.referee2Temer, Ana Carolina Pessoa Rocha
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4133272H9por
dc.description.degreenameMestre em Educaçãopor
dc.description.resumoEste trabalho teve como objetivo descrever e analisar qualitativamente a trajetória da Televisão Universitária da Universidade Federal de Uberlândia (TVU) no período 1996 2011. Para tanto, foi realizada uma pesquisa documental e bibliográfica com intuito de avaliar, à luz do materialismo histórico-dialético, qual o impacto social da TVU na realidade concreta. A análise histórica do marco regulatório da radiodifusão brasileira e o estudo das políticas públicas aplicadas às TV´s universitárias no ensino superior demonstram que estas não vêm cumprindo satisfatoriamente os seus propósitos constitucionais. Dentre outras dificuldades, tal fato se deve: à ausência de recursos públicos especificamente destinados para atender as suas funções; interferência de interesses mercadológicos; falta de compreensão sobre a função e importância institucional no interior das administrações universitárias; e significativa resistência do corpo docente ao emprego e utilização pedagógica das tecnologias de comunicação. Foi observado que tais dificuldades foram também vivenciadas pela TVU, desde sua criação em 1988, como concessão do Estado à Fundação Rádio e Televisão Educativa de Uberlândia (conveniada com a UFU). Nesse contexto, as representações dos gestores e produtores de conteúdo que trabalharam na TVU, no período 1996 2010, demonstram que estes sempre conviveram com estas dificuldades, apesar do Governo Federal promover debates nacionais e uma Conferência Nacional de Comunicação (em 2008) que incluiu às TVs universitárias. Dentre outros aspectos, estes debates ratificaram um sentimento dos setores progressistas da sociedade, relacionado à necessidade de se estabelecer um novo marco regulatório para a radiodifusão educativa no país. Uma análise das pesquisas de opinião, realizada pelas comissões próprias de avaliação da UFU, revelou que entre 2001 e 2005 somente 8% da comunidade assistia a TVU em busca de informação institucional, e que 54% dos docentes consideraram ruim a regular os serviços de comunicação ofertados. No ano de 2010, valendo-se de uma metodologia que estabeleceu um recorte de frequência igual ou superior a 70%, a TVU apareceu somente na categoria dos servidores técnico-administrativos, com uma frequência de 73%. Mediante os dados obtidos na presente pesquisa, considera-se fundamental garantir a existência das TV´s universitárias. Para tanto, sugere-se uma ampliação do debate a respeito de seu papel institucional como instrumento contra-hegemônico de formação e difusão de saberes e conhecimentos, bem como garantir dotação orçamentária, com recursos públicos, como forma de superação de suas dificuldades financeiras e estruturais crônicas.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Educaçãopor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpor
dc.publisher.departmentCiências Humanaspor
dc.publisher.initialsUFUpor
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf1.78 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.